Governador recebe presidente da Fieto

0
574

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto), Roberto Pires, visitou o governador do Tocantins, Marcelo Miranda, na tarde desta quinta-feira, 22. Durante a reunião no Palácio Araguaia iniciaram as tratativas de possíveis parcerias relacionadas ao segmento industrial.

O governador demonstrou grande disposição para desenvolver estratégias que possam ampliar os indicadores da indústria tocantinense. Roberto Pires destacou a importância do  setor privado e do governo manterem diálogo para que o estado crie um ambiente favorável a industrialização, que tem como consequência o aquecimento da economia e a geração de emprego e renda.
Ainda na quinta,22, o governador Marcelo Miranda encontrou com representantes do BMG apresentaram a estrutura e o funcionamento do banco ao Governo do Estado e colocaram o mesmo à disposição para possíveis parcerias. Participaram da reunião, o vice-presidente nacional da instituição, Márcio Alaô de Araú­jo, o superintendente comercial nacional do banco, Divino Al­ves de Lima, e o operacional de negócios no Tocantins, Rai­mundo Nonato Borges.
Atualmente, a parcela mais importante das atividades da instituição é a concessão de empréstimos em consignação, com desconto em folha de pagamento. De acordo Márcio Alaô, a reunião teve sinalização positiva para futuros financiamentos de ações a serem desenvolvidas pelo Executivo. “O governador conhece bem o Estado e tem uma experiência muito grande, e a gente tem total confiança nele. Já temos uma relação de parceria e queremos mantê-la”, ressaltou.
O Estado do Tocantins apresenta amplo potencial de atração e viabilização para investimentos de instituições financeiras. As parcerias do Es­tado com bancos, por exemplo, acontecem principalmente para viabilizar a realização de projetos governamentais e para criar oportunidades de negócios que gerem emprego e ren­da para população tocantinense.

Cenário industrial
No encontro com o governador, o presidente da Fieto falou sobre o cenário industrial do Estado e das perspectivas para o setor através da parceria com o governo estadual. “A indústria entende dos gargalos, mas eles não podem ser resolvidos só pelos industriais, depende também de ações conjuntas com o governo. Eu tenho uma admiração muito grande pelo governador e tenho certeza que a tendência desse nosso segmento é de melhoras nos próximos anos” disse Roberto Pires.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here