Paulo Garcia visita obras do Puama

0
899

Buscando retomar a agenda política e administrativa após a virada do ano, o prefeito Paulo Garcia (PT) visitou com a imprensa na última quinta-feira, 29, as obras do Parque Ambiental Macambira (PAM) para mostrar o andamento de várias frentes de serviço que estão sendo executadas ao longo do trecho.

Nessa primeira etapa do Programa Urbano Ambiental Macambira-Anicuns (Puama) existem obras que vão desde a redes de drenagem e proteção de margens no Córrego Macambira até a construção de travessias para melhoria do tráfego na região e abertura das pistas de caminhada e ciclovias que irão circundar o Parque.
Ao visitar cada frente de obra, o prefeito foi apresentando todas as ações e execuções que ocorriam no local, além de explicar o seu objetivo e importância para a vida da comunidade da região. “Faço uma avaliação muito positiva dos trabalhos. Estive aqui na semana passada e fiquei muito impressionado com o volume de obras realizadas”, destacou.
Com extensão total de 24 km e abrangência de 131 bairros de Goiânia, o Puama foi dividido em 11 trechos estratégicos de construção, denominados Setores, para melhor condução dos trabalhos. Nesta primeira etapa, o conjunto licitado prevê a execução do PAM e dos Setores 1 (Jardim Atlântico, Jardim Vila Boa, Loteamento Faiçalville, Residencial Privê Atlântico e Vila Rosa) e 3 (Loteamento Celina Park, Residencial Granville, Setor Novo Horizonte e Vilage Veneza) e de parte do Setor 2 (Conjunto Cachoeira Dourada e Residenciais Aquários I e II).
“Estamos em um ritmo apropriado, porque essa obra é uma estruturante, de requalificação urbana. Há a parte estrutural, a parte drenante, de melhoria viária e de requalificação urbana e é preciso que as pessoas tomem conhecimento do que está sendo feito, onde os impostos estão sendo investidos. Temos uma obra de preservação permanente”, ressaltou o prefeito.
Essa primeira etapa ainda prevê obras que devem melhorar a mobilidade urbana ao longo do Córrego Macambira. Está em andamento a execução da Travessia da Avenida Trieste, no Setor 3, que promoverá importante ligação dos setores Granville e Novo Horizonte.
Também será executada a travessia da Avenida Egirineu Teixeira, ligando a Vila Mauá ao Parque Oeste Industrial, e a da Avenida Joaquim Pedro Dias, que fará conexão do Bairro Goiá 2 à Vila Santa Rita. Para todas essas travessias serão feitos serviços de construção civil, paisagismo, arquitetura, urbanização, pavimentação, micro e macrodrenagem, bueiros, recuperação de fundos de vale e canais, correção de erosões e revegetação de Áreas de Preservação Permanente (APPs).
De acordo com o projeto, todo o Parque Linear e o PAM serão contornados por pistas de ciclismo e de caminhada. O espaço contará com núcleos socioambientais, parques de vizinhança, núcleos de estar, pistas de caminhada, ciclovias, travessias, quiosques, quadras poliesportivas, academias de ginástica, pistas de skate, núcleo de recreação infantil, entre outros.

Farpas
Além de acompanhamento de obras, o prefeito Paulo Garcia se envolveu em polêmica ao atacar (e ser atacado pelo) o presidente da Agetop, Jayme Rincón (PSDB). Em entrevista concedida ao Clube dos Repórteres Políticos de Goiás, na última terça-feira, 27, o petista alfinetou Rincón, o chamando “protótipo de político” e alegando que ele nunca concorreu a cargo público em uma eleição. “Nunca foi testado nas urnas”, afirmou.
Além disso, o prefeito se arriscou a dizer que o presidente da Agetop é “a cruz que o governador Marconi Perillo carrega”, deixando a entender que o tucano tem um acordo com o governador.
No entanto, declaração do petista não agradou o tucano que o respondeu por nota e também em entrevista na Rádio Bandeirantes na quarta-feira, 28, sugerindo que o prefeito precisa trabalhe mais e converse menos alegando que o prefeito não tem cacife para criticá-lo. “A situação da cidade é pública, notória, e agora parte para ataques pessoais. acho que essa história de teste nas urnas não vale muito não, porque ele foi eleito e é esse desastre administrativo que estamos vendo ai. Eu preferia até eleger alguém que nunca tivesse disputado eleição, mas que fosse capaz, que fosse trabalhador”, contra-atacou o presidente da Agetop.
Em resposta ao seu cargo no governo, Rincón disse não haver nenhum acordo. “Todo mundo que conhece a minha relação com o governador sabe que isso é declaração irresponsável do prefeito que partiu efetivamente para ataques pessoais”, falou.


Aparecida de Goiânia

Maguito lança sistema para Conselhos da Criança e do Adolescente

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (PMDB), lançou na última terça-feira, 27, na Casa dos Conselhos Tutelares, no setor Belo Horizonte, região central da cidade de Aparecida, o Sistema de Informações para Infância e Adolescência (Sipia).
O programa será utilizado por conselheiros tutelares de todo o país e está integrado à rede nacional de atendimento à criança e ao adolescente com o objetivo de agilizar e otimizar o serviço dos conselheiros e dos atendimentos prestados à crianças e adolescentes. A ferramenta, que começou a ser operada em ambiente virtual, interliga todas as instâncias normativas e de fiscalização do cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) em âmbito municipal, estadual e federal.
O Sipia contém informações online do país inteiro, aposentando as fichas de papel. De acordo com o presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente Deurimar Barbosa Silva, o sistema já está em funcionamento no município. Com o número do CPF e senha os conselheiros terão acesso às denúncias e fatos, separadas por bairro, município e estado. “Nossa expectativa é que de três a seis meses Aparecida esteja toda informatizada no Sipia”, comemorou.
“O portal é uma ferramenta que garantirá apoio aguerrido às nossas crianças e adolescentes, principalmente porque vivemos nos dias de hoje um ambiente de incertezas, drogas e violência. Ações como essas vão melhorar a qualidade de vida dessas pessoas”, ressaltou o prefeito Maguito Vilela, na ocasião.
A ferramenta, segundo o analista de políticas públicas de Assistência Social da Secretaria Estadual de Cida­dania e Trabalho (SECT), Renilton Borges Santana, permite gerar dados que podem ser usados na criação de políticas públicas específicas em cada município, além de ser uma oportunidade de leitura objetiva e completa por parte do Conselho Tutelar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here