Reforma cria dificuldades para Raquel Teixeira

0
567

A secretária de Educação, Esportes e Cultura, Raquel Teixeira, vem precisando se desdobrar para enfrentar os problemas surgidos em sua superpasta por conta da implantação da reforma administrativa no âmbito do governo estadual. Com os cortes nos gastos, a secretaria teve que entregar alguns prédios de volta a antigos proprietários, como foi o caso do prédio da secretaria da Educação, que foi esvaziado para ser devolvido à Celg. Para a resolução desse problema, a secretária buscará acomodar a Educação na sede da Agel, que fica no Serra Dourada, que é de propriedade do Estado. Além disso, ficará mais próximo da sede da superintendência de Cultura, que funciona no prédio do Centro de Cultura Oscar Niemeyer. Outro grande problema que Raquel vem enfrentando é em torno da falta de professores em várias escolas do Estado, já que muitos dos professores que lecionavam em escolas estaduais mantinham contratos temporários com o Estado, que não foram renovados no início do ano. A situação é pior em matérias como Matemática, Física e Química. Ciente do problema, a secretária avisa que buscará realizar contratações em caráter especial. “Há um déficit, mas creio que conseguiremos saná-lo já no início do próximo mês, regularizando a situação”, adiantou.


“O grande desafio para nós são as eleições de 2016.”

 

Rubens Otoni (PT), deputado federal


Prestígio
Várias autoridades prestigiaram a sessão solene que deu início aos trabalhos legislativos da Assembleia na última quinta-feira, 19. Dentre os presentes se destacaram o vice-governador José Eliton (PP) e a secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão.

Oposição
Além de autoridades ligadas à base governista, alguns nomes ligados à oposição também se fizeram presentes, como o do deputado federal Rubens Otoni (PT), que esteve presente e acompanhou o discurso da oposição na Casa, proferido por Luis César Bueno (PT).


Leve
O discurso de Luis César não focou críticas ao governo estadual, ao contrário do que era esperado. O enfoque maior do discurso foi em exaltar as realizações do governo do PT em âmbito nacional, citando avanços em diversas áreas, como saúde, educação e emprego.

Base
Já o discurso da base governista foi proferido pelo deputado estadual Francisco Júnior (PSD), que exaltou o trabalho realizado pelo governador Marconi Perillo em mais um mandato à frente do Estado e criticou a atuação da oposição. Como era de se esperar.

“Nenenzice”
O deputado estadual Adib Elias (PMDB) iniciou seus trabalhos na Assembleia repondendo a críticas do deputado Gustavo Sebba (PSDB), que foi classificado como “neném” e “não digno” da atenção do ex-prefeito de Catalão.  

Férias
O vereador Mizair Lemes Júnior (PMDB) rechaçou as críticas que seus pares vinham recebendo por terem tido mais de dois meses de férias. “Todos nós continuamos trabalhando. Eu estive nos bairros e também me encontrei com muitos parlamentares na prefeitura”, disse.

Imagem
Buscando melhorar a imagem da Casa, Mizair apresentou requerimento ao presidente da sessão, vereador Zander Fábio (PSL), para reduzir o recesso na Câmara Municipal para trinta dias no final do ano.
Mas…
O vereador Paulo Magalhães (SDD), pediu a palavra e lembrou ao jovem vereador peemedebista, que corre um projeto de lei de sua autoria, que limita em 45 dias o recesso dos vereadores em Goiânia. “Mesmo período da Câmara Federal”, sustenta o Paulo.

Data-base
O vereador Elias Vaz (PSB), que preside a CCJ, disse que quer apresentar até a quarta-feira, 25,  a matéria que contém o veto do prefeito Paulo Garcia (PT), às emendas dos vereadores em torno do projeto de reajuste da data-base dos servidores municipais.

Última vez
O vereador Milton Mercez (PTB), que retornou na última semana para a Câmara Municipal, agradeceu aos colegas parlamentares pelo apoio durante o período em que trabalhou na direção da Casa. E revelou: “Este será seu último mandato”.

Homenagem
O Clube dos Repórteres Políticos realiza nesta terça-feira, 24, no Auditório localizado na sede da Asmego, a partir das 20h, a entrega do prêmio dos destaques políticos de 2014. O governador Marconi Perillo ganhou como político do ano.

Mais premiados
Além dele, o congressista do ano foi o então deputado federal Ronaldo Caiado (DEM); o deputado estadual do ano foi Hélio de Sousa (DEM) e os vereadores do ano foram Virmondes Cruvinel Filho (PSD) e Elias Vaz (PSB).

Mais influentes
Também nesta semana a Contato Comunicação realiza a entrega dos troféus do prêmio Mais Influentes da Política em Goiás. A premiação será na quinta-feira, 26, a partir das 20h, na Câmara Municipal de Goiânia.


A deputada Isaura Lemos (PC do B) e a vereadora Tatiana Lemos (PC do B), mãe e filha, realizam, nesta terça-feira, 24, a partir das 8h30, na Assembleia, audiência pública para discutir o aumento da passagem do transporte coletivo na Região Metropolitana de Goiânia.

O deputado estadual Henrique Arantes (PTB) defendeu, por meio das redes sociais, que, apesar de já ter sido criticado, mantém a tese de que a qualidade do transporte coletivo aumente juntamente com a passagem. “R$ 0,50 de aumento é um abuso”, twittou.

A prefeitura de Goiânia estuda a mudança de local da feira que ocorre nas noites de quarta-feira na T-38, onde motoristas agora têm que dobrar por conta da proibição de conversão à esquerda pela Avenida T-4 para acessar a Avenida T-13. A feira atrapalha o giro de quadra.
O PT mostra diferença de opiniões quanto as alianças a serem feitas pelo partido nas eleições do próximo ano em Goiânia. Antônio Gomide e Rubens Otoni defendem aliança com o PMDB, enquanto que Humberto Aidar defende chapa pura.

Depois de mais um tropeço do Atlético no Campeonato Goiano, em empate em 1 a 1 contra o Caldas, no Serra Dourada, na última quinta-feira, 19, o presidente do Conselho Deliberativo e deputado federal Jovair Arantes não poupou críticas ao então técnico Marcelo Chamusca.

“Se eu tivesse tempo iria treinar o Atlético. O cara não sabe nada. Não tem jogada ensaiada. Estamos nessa porque temos um time ruim, um técnico ruim e ninguém com vontade”, espumou. Chamusca foi demitido na sexta-feira, 20.


De volta
O suplente de deputado estadual Victor Pri­ori (PSDB-foto) assumirá o mandato como titular na Assembleia Legis­lativa nos próximos dias. É que o deputado Daniel Messac (PSDB), pedirá licença de 120 dias, que deverão ser prorrogadas.

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here