Diretores da rede estadual são diplomados

0
404

E4 01Uma grande solenidade no Centro Cultural Os­car Niemeyer (CCON), na manhã da terça-feira (3), marcou a posse dos diretores das escolas estaduais eleitos no último dia 24 de fevereiro. O evento contou com a presença do governador Marconi Perillo, da secretária de Estado da Educação, Cultura e Esporte (Seduce), Raquel Teixei­ra; dos superintendentes da Sedu­ce: Ruy Rocha (executivo); Marcos das Neves (Educação); Júnior Vieira (Esporte); e Aguinaldo Coelho (Cultura); além do diretor do Centro Cultural Oscar Niemeyer, Nasr Chaul; promotora Simone Disconsi, do Centro de Apoio Operacional da Educação do Ministério Público de Goiás; subsecretários regionais de ensino, professores e outras autoridades.

Raquel Teixeira saldou os gestores escolares ressaltando a importância de cada um para que a rede continue avançando significativamente em direção à melhoria do ensino público. “Estamos dentro de um processo que começou em 1999 e mostra que está dando certo. Os resultados das avaliações mostram que a proficiência dos alunos tem melhorado muito, mas em educação não podemos nunca deixar de buscar melhorias”, destacou.
A secretária fez questão de ressaltar ainda que assume, junto com os diretores, o desafio de buscar um ensino de excelência e equidade. “Todos que aqui estão sabem do meu comprometimento com a educação e sabem também que sou companheira, parceira e aliada de vocês. Contem comigo no que for possível para avançarmos cada vez mais em busca de melhorias”, acrescentou ela.

Excelência e equidade
Sobre o slogan “Excelência e Equidade”, adotado pela Seduce, Raquel explicou que a busca da “excelência” é inerente ao instinto humano. “Faz parte do ser humano querer melhorar tudo que o envolve. E excelência não é acaso, é escolha. Mas a excelência tem que ser inclusiva, e aí é que entra a equidade, pois a desigualdade é inaceitável em um sistema de educação”.
Por fim, a secretária lembrou aos diretores a responsabilidade que cada um deve ter no uso e aplicação dos recursos públicos. “Nin­guém melhor do que vocês, diretores eleitos, para saber onde o di­nhei­ro público deve ser aplicado de forma a gerar benefícios para todos e contribuir para a melhoria do en­sino. E isso representa uma responsabilidade muito grande”, disse.
Em sua fala, o governador Mar­c­o­ni Perillo frisou o pioneirismo do governo de Goiás ao implantar, há 15 anos, o processo de escolha democrática dos diretores. “Com essa iniciativa, nós quebramos o paradigma da indicação política dos gestores escolares. Não foi fácil no início, mas hoje já estamos com esse processo consolidado”.
O governador lembrou outras ações pioneiras adotadas na rede estadual de educação, citando entre elas, as políticas de inclusão, a informatização do processo de matrículas e o programa de Licenciatura Plena Parcelada (LPP), que garantiu diploma de nível superior à quase totalidade dos professores da rede. “Foram muitos os avanços que conquistamos ao lado da professora Raquel. E os resultados alcançados comprovam isso. Fomos o segundo lugar no Ensino Fundamental e o primeiro lugar no Ensino Médio no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e isso é inegavelmente fruto das ações pioneiras e inovadoras que implantamos na rede pública de ensino”.


Metas e expectativas

 

Minutos antes de receber seu diploma das mãos do governador Marconi Perillo e da secretária Raquel Teixeira, o diretor eleito do Colégio Estadual Lyceu de Goiânia, Edjar Barbosa, era só entusiasmo. Entre suas metas como gestor escolar, ele cita a melhoria das notas da escola no próximo Ideb. “Saímos de 3.2 para 5.6 em 2013 e isso é um salto de 83% na avaliação do MEC. Mas, em educação, avançar deve ser sempre uma meta do gestor, por isso queremos um índice ainda maior na próxima avaliação”.
Diretora reeleita no Colégio Estadual Maria Elias de Melo, situado no município de Três Ranchos, a professora Florecy Pereira Mundim também estava cheia de boas expectativas para o próximo mandato. Da mesma forma que o colega Edjar Barbosa, a meta de trabalho de Florecy será melhorar ainda mais os resultados de sua escola no Ideb. “Em 2013, nosso colégio conquistou o segundo lugar no Ideb, mas já estamos trabalhando no sentido de garantir o primeiro lugar agora”.
De acordo com ela, além do envolvimento dos pais e dos alunos, o segredo do sucesso passa pelo apoio aos professores para que eles tenham condições de fazer um bom trabalho com os alunos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here