Saúde investiga novo surto de malária em Goiânia

0
516

A - Prefeitura 2 - Surto malária Parque Flamboyant

A Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia iniciou a investigação de um novo surto de malária na capital. Foram confirmados três casos da doença, sendo dois (pai e filho) residentes no Jardim Goiás, sem histórico de frequentar o Parque Flamboyant nos últimos três meses. O terceiro caso é o de uma mulher de 35 anos residente do Jardim América, que morreu na última sexta-feira, e cujo local provável de infecção ainda está sendo investigado.

Os casos tiveram início dos sintomas no final do mês de fevereiro e os outros dois pacientes estão hospitalizados. O local provável de infecção desses dois casos é o setor Jardim Goiás, o que configura novo surto da doença. O vetor da malária, o mosquito Anopheles, habita áreas verdes e pode ser encontrado em vários setores de Goiânia.

Além do monitoramento diário dos casos confirmados, a Secretaria já realizou uma busca ativa nas proximidades da residência, no setor Jardim Goiás, e não encontrou novos casos da doença. No entanto, ações como o tratamento de criadouros do mosquito com larvicida já se iniciaram. No final da tarde de hoje, 13, será realizada uma intervenção química na região próxima à casa dos pacientes, com aplicação de inseticida para matar o Anopheles adulto.

Os profissionais de saúde do município recebem a partir de hoje um alerta epidemiológico, com instruções para o manejo de casos suspeitos de malária. A diretora de Vigilância em Saúde da SMS, Flúvia Amorim, ressalta que atualmente são apenas esses casos e que não há motivo para pânico. “Nós realizamos o monitoramento diário dos casos, acompanhamos de perto e já tomados as devidas providências. Então, a população pode ficar tranquila. Isso mostra uma alta sensibilidade dos nossos profissionais de saúde para a notificação oportuna, o que possibilita um melhor controle da nossa parte”, explica.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here