Antes fadado à expulsão, Friboi deve ficar

0
822

 

 

Outrora ‘condenado’ ao expurgo dentro do PMDB por infidelidade partidária, o empresário Júnior do Friboi parece estar entrando em um processo que culminará no ressurgimento de sua força dentro do PMDB. Ele, que ainda responde a um processo de expulsão dentro do diretório metropolitano do partido, tem conseguido reunir uma série de apoiadores que defendem sua permanência e, ao que tudo indica, conseguirá mudar o jogo a seu favor.

Segundo apurado pela reportagem, fontes peemedebistas, inclusive ligadas a Iris Rezende, acreditam que mesmo que o empresário seja expulso pela comissão de ética do diretório metropolitano, quando o processo chegar à executiva estadual do partido, a decisão será revogará, mantendo o empresário nos quadros do PMDB.
A permanência do empresário na sigla encontra coro nos partidários ligados ao grupo dos Vilela. O ex-deputado Leandro Vilela é claro ao falar sobre o assunto. Para ele, a saída de Friboi não soma nada ao PMDB. “Na política você só ganha somando. Nunca ouvi dizer que na política se ganha diminuído ou dividindo”, argumenta Leandro.
Daniel Vilela é outro que acredita que a permanência de Friboi, somada à reformulação nos diretórios municipais, será o primeiro passo para uma nova fase do PMDB. “O partido precisa compor novos quadros e a instalação de comissões provisórias e a permanência de Friboi é uma ação para isso”, disse.
A posição de Daniel encontra coro na fala do deputado federal Pedro Chaves (PMDB). Em entrevista a Rádio CBN na última semana o partidário tem a posição conforme de igualdade com Leandro Vilela. Para Pedro Chaves é preciso somar e a retirada do filiado neste momento não agrega. “Ele trouxe aliados para o partido. Eu acho que precisamos agregar o Júnior e nos fortalecer”, defende.

Resolução
Muitos dos que defendiam a saída do empresário do partido hoje já não o fazem com tanta veemência. A ideia dentro do PMDB é que partido tem que tomar logo a decisão, seja para o sim ou para o não. “Esse problema vem atrapalhando profundamente o partido. Tem que ser resolvido logo”, defendeu o deputado estadual Adib Elias.
Outro peemedebista que também disse que o partido tem que se posicionar é José Nelto, líder do PMDB na Assembleia Legislativa. Ele, que por muito tempo defendeu a saída do empresário, agora passa o problema para a legenda. “Este assunto está com a comissão de ética do partido. Só com eles agora”, esquiva-se Nelto.
Um dos poucos a manter o posicionamento contrário à permanência é o vereador Mizair Lemes, responsável pela abertura do processo de expulsão de Júnior do PMDB Metropolitano. Ele é taxativo ao dizer que a saída do empresário é necessária, pelo posicionamento do empresário nas eleições de 2014. “O Friboi não fez por merecer a permanência no partido”, finalizou.


Leia Mais:

Agora é pela presidência

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here