Talles Barreto: “Não irei para o PHS”

0
1481

O deputado estadual Talles Barreto, ex-líder do PTB na Assembleia Legislativa e presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Casa, disse à coluna Linha Direta que não irá para o PHS, caminho o qual deverá rumar o presidente regional do partido, deputado federal Jovair Arantes, e quase 80%, segundo fontes petebistas, dos deputados federais e senadores da agremiação, após a fusão com o DEM. Talles disse que seguirá para onde for melhor para ele. “Eu não vou para o PHS. Isto já está decidido. Irei para onde for melhor mim”, afirma, sem, no entanto, revelar para qual partido irá. A revelação contraria o que informações de bastidores garantiam há duas semanas, que todos os deputados seguiriam com Jovair para o novo partido. Além de Talles, outros deputados estaduais, como Marlúcio Pereira (PTB), único parlamentar que representa a cidade de Aparecida de Goiânia, por exemplo, também não garantiram seguir para o PHS.


“Registro minha alegria de estar aqui ao lado de Paulo Garcia”,

Marconi Perillo (PSDB), governador, ao visitar as obras da reforma da Praça Cívica.


Mudanças

Conforme adiantado no final do mês de março pela coluna Linha Direta, Pedro Wilson deixará o comando da Amma nos próximos dias. A coluna também adiantou em março que quem o substituirá na Agência, será o atual titular da Semdus, Paulo César Pereira.

Supersecretaria

A Semdus, que se transformará em uma espécie de supersecretaria após a implantação da reforma administrativa pelo Paço, será, por sua vez, ocupada pelo vereador Paulo Borges (PMDB), apesar de ter sido motivo de cobiça do também vereador Clécio Alves (PMDB).

Teste

Deputados querem testar a fidelidade e o comprometimento de Vanderlan Cardoso (PSB) antes de ele entrar de vez no grupo governista. O teste seria sugerir que ele se candidatasse à prefeitura de Aparecida de Goiânia.

Ideia

A sugestão surgiu em um almoço entre o deputado federal Delegado Waldir (PSDB) e o estadual Virmondes Cruvinel (PSD). Logo ganhou apoio de Francisco Júnior (PSD).

Justificativa

Francisco lembrou que quando saiu do PMDB e foi para a base aliada, passou pelo mesmo crivo, ao ter que desistir de uma possível candidatura para ser vice na chapa encabeçada por Jovair Arantes (PTB). “Se eu passei, porque ele não poderia passar”, questionou?

E vocês?

Perguntados se eles também desistiriam de suas candidaturas à prefeitura, caso houvesse um nome mais bem avaliado, ambos não titubearam ao afirmarem que sim.

Gilvane

Conforme adiantado por esta Linha Direta ainda em 2014, o ex-secretário de Cultura Gilvane Felipe deixou o PSDB e se filiou ao PSD. Ele passa a ser um dos nomes fortes para comandar o Diretório Metropolitano da agremiação.

Farpas

A secretária de Cidadania, Trabalho e Mulher, Lêda Borges, teceu críticas à prefeita de Valparaíso de Goiás, Professora Lucimar (PT), na última semana, ao comentar uma declaração da petista de que não precisava do auxílio de deputados, pois tinha acesso ao governador.

Crítica

Lêda (PSDB) disse que um prefeito nunca pode dispensar o auxílio de um deputado ou de secretários. “Gestores nunca devem dispensar auxílio, ainda mais ela, que passa por problemas de gestão”, disse a secretária, que deverá concorrer à prefeitura de Valparaíso em 2016.

Disputa

Houve, sim, ao contrário do que foi divulga­do, grande interesse na participação na composição do recém-criado Conselho de Ética da Alego. Carlos Antônio (SDD), por e­xemplo, ficou na suplência contra sua vontade.

Não gostaram

Vereadores da base e da oposição não gostaram da notícia da saída do ex-diretor de Execução e Conservação da Semob, Vinicius Cirqueira, do órgão. Mesmo com o pedido de 23 vereadores por sua permanência, o secretário Washington dos Santos, o exonerou.

Apolítico

Vinícius, que é filiado ao Pros, disse que sua saída se deu, “pois o secretário não gosta de políticos, apesar de seu ser capacitado para a diretoria, pois sou engenheiro civil”. Ele deverá ser candidato a vereador em 2016.

Clube

O Clube dos Repórteres Políticos entrevistará o deputado federal Rubens Otoni (PT) nesta terça, 26, às 10h, na Assembleia.

Apoio do Paço

Quem também sairá candidato a vereador em 2016 e com apoio total do Paço e do prefeito Paulo Garcia (PT) será o controlador-geral do Município, Edilberto de Castro. A notícia não foi bem recebida por outros pretensos candidatos petistas à Câmara Municipal.

Rápidas

– Uma opinião foi unânime depois da discussão entre os deputados Major Araújo (PRP), José Vitti (PSDB) e Chiquino Oliveira (PHS) na última quinta, 21: se Hélio de Sousa (DEM) estivesse presidindo a sessão, a discussão não teria chegado ao ponto que chegou .

– Foi preciso que Hélio de Sousa (DEM), que concedia entrevista fora do plenário, voltasse à sala de sessões para conversar com os dois lados. Ficou marcada uma reunião com as lideranças nesta semanapara resolver a situação

– Além de Lêda Borges e Professora Lucimar, a disputa pelo comando de Valparaíso deverá ter uma terceira via. Trata-se do vereador Afrânio Pimentel (PR) que já adiantou que será candidato à prefeitura no ano que vem.

– O deputado estadual Adib Elias (PMDB) alertou a Agetop que uma ponte localizada na rodovia GO-213, perto de Campo Alegre, necessita de reparos urgentes. “Ela está prestes a cair, segundo me informaram fazendeiros e empresários da cidade”, disse o deputado.

Â

Â

Â

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here