Marconi e Paulo acompanham demolição do Palácio das Campinas

0
511

O governador Marconi Perillo participou na manhã desta sexta-feira, 22, ao lado do prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, do início da demolição do antigo Palácio das Campinas, sede da prefeitura, na Praça Cívica Dr. Pedro Ludovico Teixeira, no Centro da capital. No lugar haverá um monumento do artista plástico Siron Franco. “Eu sou a maior testemunha das obras da Praça Cívica. Sou o maior fiscal. Vejo todo dia, várias vezes por dia”, disse Marconi em entrevista coletiva à imprensa.

Questionado sobre o andamento da revitalização da Praça Cívica, para resgatar a função original do espaço projetado por Attílio Corrêa Lima, o prefeito garantiu que honrará o prazo estipulado para a inauguração do espaço público. “Como eu fiz o compromisso com o governador de entregar a obra no aniversário da cidade, vamos fazê-loA Praça Cívica é simbolicamente muito importante para todos nós. Nós, que passamos a infância aqui, sabemos da importância dela”, afirmou o prefeito.

Em discurso, o governador justificou a necessidade da demolição para que o espaço público se torne efetivamente local de convivência cívica. Marconi elogiou a maquete do monumento apresentado pelo artista plástico Siron Franco. “O Siron confirma o compromisso em resgatar a ancestralidade, especialmente da cultura indígena. Essa homenagem aos índios Karajá é uma homenagem à nossa história”, ressaltou.

A escultura de Siron Franco terá três metros de altura e 11 metros de comprimento e será construída com espelhos e estrutura de aço inoxidável. O objetivo é que reproduza uma composição caleidoscópica em duas representações: 2,80 metros de altura em forma de ancestrais Karajá e 1,80 metro de altura definindo figuras masculina e feminina, representando o futuro. A execução da obra deve durar cerca de três meses.

Corredor Cultural

À imprensa, o governador Marconi Perillo falou sobre a parceria iniciada entre Governo do Estado e Paço Municipal para revitalização do Centro de Goiânia, em especial sobre a proposta de Paulo Garcia de transformar a Avenida Tocantins em um corredor cultural. “Nós já conversamos algumas vezes, nossos secretários estão conversando, especialmente a secretária Raquel Teixeira, o secretário Vilmar Rocha, com a equipe do prefeito Paulo Garcia. O momento agora é de definir o que fazer, preparar os projetos, especialmente desse corredor que o prefeito quer construir em parceria com o Estado na Avenida Tocantins. Acho que a ideia é ótima, acrescenta e agrega valor ao projeto de requalificação da Praça Cívica”, assegurou Marconi.

Segundo governador, a obra atende aos anseios da população goianiense quanto à revitalização do Centro da cidade. “Vamos primeiro realizar o projeto, depois verificar quanto vai custar, e aí nos juntarmos para realizar a obra tal como está acontecendo aqui na Praça Cívica, quando a prefeitura, o governo estadual e o governo federal se juntam para requalificar a Praça Cívica e devolvê-la bonita, linda, esplendorosa, para a população curti-la, já que ela é o principal referencial aqui na nossa cidade.”

Paulo Garcia reforçou o interesse em manter a parceria com o Governo de Goiás na gestão de espaço culturais. “Existem alguns equipamentos do Estado, como o Teatro Goiânia e a Vila Cultural, e nós mostramos ao governador nosso desejo de ocupá-los em cogestão, por um período que a legislação nos permitir, e aproveitar e restaurar, reocupar o Centro da cidade”, pontuou.

Â

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here