Prefeitura de Goiânia constrói dois Centros de Artes e dos Esportes Unificados

0
949

Prefeitura 2

Um local de promoção da cidadania, inclusão social e intercâmbio de expressões artísticas-culturais, esportivas-lúdicas-recreativas variadas. Esta é a proposta, em linhas gerais, dos dois Centros de Artes e dos Esportes Unificados (Praças CEUs) que são construídos pela Prefeitura de Goiânia. Contemplando os moradores dos residenciais Buena Vista IV e Jardins do Cerrado I, cada uma das unidades já tem 50% da obras realizadas e a previsão é de que sejam inauguradas e entregues aos moradores de ambas as regiões até o final deste ano.

Os investimentos para viabilizar os dois espaços são na ordem de R$ 7.755.540,79. A prefeitura participa com recursos de contrapartida com mais de R$ 700 mil, além dos terrenos das Áreas Públicas Municipais (APMs) e a União destina pouco mais de R$ 7 milhões, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), previsto no Eixo Comunidade Cidadã, que é responsável pelo direcionamento de verbas na execução de serviços sociais e urbanos que visem a ampliação e integração de equipamentos comunitários nas áreas de saúde, educação, esporte e cultura.

A estrutura dos CEUs foi idealizada pelo Governo Federal, coordenados de forma conjunta pelos Ministérios da Cultura, Esporte, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Justiça e do Trabalho e Emprego. A ideia do projeto é promover uma gestão compartilhada entre prefeitura e as comunidades locais, por meio de um Grupo Gestor e um Conselho Gestor. A equipe de gestores da administração municipal tem responsabilidade de criar um plano gestor para o gerenciamento do espaço, além de organizar o uso e programação dos equipamentos com a prévia aprovação do Conselho Gestor do CEU, contemplando as avaliações e anseios das comunidades locais.

O modelo de Regimento Interno dos Centros de Artes e Esportes Unificados, elaborado pelo Ministério da Cultura, define uma série de normativas para condução dos trabalhos oferecidos pelas instituições. As funcionalidades de cada ambiente estão detalhadas na legislação, direcionando a gama de atividades que os espaços podem comportar.

Os dois CEUs que são edificados pela administração municipal e estão localizados na região Oeste e Sudoeste de Goiânia, disponibilizarão serviços sócio-assistenciais, com políticas de prevenção à violência e de inclusão digital, formação e qualificação para o mercado de trabalho, além de atividades e programações culturais, esportivas, recreativas, oferecendo cobertura a todas as faixas etárias.

Cada uma dessas Praças CEUs terá equipamentos públicos como o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) que irá oferecer serviços sócio assistenciais da Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS); uma biblioteca com o atendimento, por meio do seu acervo, áreas e serviços, dos diferentes interesses de leitura e informação da comunidade; um telecentro com o laboratório multimídia que promoverão a inclusão digital, realizada por meio de cursos e treinamentos; um cineteatro destinado à exibição de filmes, ensaios e apresentações teatrais e musicais, realização de encontros, reuniões, cursos de capacitação e oficinas; várias salas multiusos que sediarão encontros, reuniões, oficinas, cursos de capacitação, ensaios, apresentações teatrais, musicais e ponto de cultura, e um complexo de lazer e de esporte com aparelhos de ginástica, pistas de caminhada, atletismo e de skate – patinação, parquinho infantil, quadra de areia, espaço para Idosos, além de uma quadra poliesportiva oficial coberta. As áreas externas de uso comum serão para convivência dos usuários do CEU e moradores das comunidades locais.

O objetivo primordial das Praças CEUs é ampliar, em áreas de máxima vulnerabilidade social, o acesso aos serviços de qualidade oferecidos pelo poder público, propiciando a garantia de direitos, cidadania e qualidade de vida da população. Para isso, os dois espaços desenvolverão ações articuladas de natureza cultural, recreativa, sócio educativa, esportiva, sócio assistencial, tecnológica e de qualificação profissional, além de atender, com todas essas atividades diversificadas e integradas, uma média de 125 mil habitantes dos Residenciais Buena Vista e Jardins do Cerrado, com 75 bairros locais e adjacentes, promovendo também o resgate da identidade sócio – cultural esportiva e lúdica de todos esses cidadãos goianienses.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here