Festival de Talentos

0
580

718 - E6 e E7 -  Primeira fase enfatizou dança teatro e música - BRUNO CORREA

Para valorizar a produção artístico-cultural das escolas e unidades de educação infantil da rede municipal de Educação, a Prefeitura de Goiânia realizou nesta semana a primeira etapa do Festival de Arte-Educação 2015. Cerca de 5.000 pessoas, entre alunos e professores, prestigiaram as apresentações culturais de 27 unidades educacionais. Com dança, música e teatro, as crianças, jovens e adultos da rede municipal demonstraram no palco do Palácio da Música, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, um pouco do trabalho que tem sido realizado dentro da proposta político-pedagógica das instituições selecionadas.
Um total de 61 instituições educacionais integram esta primeira rodada de apresentações de acordo com informações do Departamento Pedagógico da Secretaria Municipal de Educação (SME). O Festival de Arte-Educação chega à sua quarta edição e inicia as apresentações com ênfase na dança, teatro e música. O objetivo é ampliar as experiências artísticas e estéticas dos envolvidos e possibilitar que os alunos tornem-se autores, produtores, criadores de produtos artísticos, explica Ronysson Camilo, chefe da Divisão de Estudos e Projetos.
O Festival também terá, nos próximos dias 10, 11 e 16 de junho, produções em outras linguagens, como artes visuais e audiovisual. Com votação popular e de júri técnico, ao término das apresentações, serão selecionadas propostas educacionais que participarão da segunda etapa e integrarão o cronograma de apresentações da Mostra da Ação Pedagógica e do Intercâmbio Cultural, que serão realizados entre agosto e novembro.
A secretária de Educação, Neyde Aparecida, conferiu a mostra de talentos da rede municipal. “Vemos que na rede municipal temos grandes artistas. Parabenizo a todos os envolvidos, que, com muito trabalho e dedicação, fazem com que esse espetáculo aconteça. Quando a gente vê os olhinhos brilhando tanto na plateia, quanto no palco, é muito bom! Vemos que vale a pena e que o nosso projeto está dando sempre certo”, valorizou.
O diretor pedagógico da SME, Marcos Pedro da Silva, destacou a função das linguagens artísticas no processo ensino-aprendizagem. “As linguagens da arte são muito importantes, pois não ensinamos apenas com quadro e giz. A arte faz com que a criança aprenda de forma contextualizada e faz o aprendizado acontecer”, defendeu.

Acesso à cultura
Na plateia, a professora Danuza Cabedo, lembra que o projeto não só garante aos educandos novas possibilidades de aprender, mas também proporciona acesso à cultura. “É muito importante que os alunos vivenciem experiências assim, já que muitos não têm a oportunidade de sair com a família para um teatro. Além disso, é fundamental para o crescimento de cada um, pois desde cedo já estão em contato com a arte, aprendendo a se expressar em várias modalidades. É um festival rico em todos os sentidos”, avaliou.
Matriculado no Centro Municipal de Educação Infantil Presidente Costa e Silva, Hítalo Machado Leal, quatro anos, foi prestigiar o evento com os colegas. “Acho muito bom passear com os meus colegas e vir ao teatro”, contou. Além do Cmei da criança, outras 34 instituições educacionais de diversas regiões da cidade puderam assistir as atrações do Festival.


Um belo show no palco

 

 

O palco do Festival de Arte-Educação recebeu apresentações culturais de escolas municipais, unidades conveniadas e centros municipais de educação infantil. No primeiro dia, alunos de 16 unidades educacionais encantaram o público com talento, carisma e superação. Um dos destaques foi a participação dos alunos com necessidades educativas especiais do Centro de Orientação, Reabilitação e Assistência ao Encefalopata (Corae). Acompanha-das pelas professoras, as crianças apresentaram o número de dança moderna “Brincando e encantando com Pinóquio”.
Ainda no primeiro dia, o Centro Promocional Todos dos Santos II, localizado no Bairro Capuava, levou um grupo de 83 crianças com idade entre seis e nove anos, para apresentação de teatro musical intitulado “Romeu e Julieta”. No palco, figurino, maquiagem, som e iluminação, ajudaram as crianças a representar personagens em história que trata das diferenças. “Desde o início do ano trabalhamos essa peça teatral com foco no diálogo e aceitação das diferenças. Notamos a evolução das crianças, pois a socialização se desenvolveu muito”, avalia a diretora da instituição, Suely Pereira da Costa.
Fruto de projeto desenvolvido desde o ano passado, a Escola Municipal Evangelina Pereira da Costa apostou na dança regional e animou o público com apresentação de frevo. Caracterizados com sombrinhas e roupas típicas da dança, seis crianças com idade entre 10 e 12 anos se apresentaram no Palácio da Música. A aluna Mylla Raelly Santana dos Santos, 11 anos, detalhou o que aprendeu com as aulas de dança realizadas pelo projeto. “Não conhecia do frevo, é uma dança muito legal. Ensaiamos muito e, nas aulas, melhorei bastante para fazer os passos”.

Música e teatro
As artes cênicas ganharam destaque com a peça “O Rei Preto de Ouro Preto” encenada pelos alunos da Escola Municipal Madre Francisca. A professora Cristiane Elisia, que ensaiou a apresentação, acredita que o esforço é recompensado. “Faço esse trabalho todos os anos com muito gosto. Dá bastante trabalho, mas é muito gratificante. Ver a alegria deles no palco é muito bom”, afirmou. A satisfação da turma é garantida, conta Gabriela Alburquerque da Silva, nove anos. “Estou adorando vir apresentar aqui. Toda a turma e a professora se esforçaram muito nos ensaios para sair tudo bem bonito para essa plateia enorme”.
O segundo dia de Festival trouxe 11 atrações preparadas pelas instituições educacionais. Canções como “What a wonderfull word”, apresentada pela Escola Municipal Manoel José de Oliveira, e “Coco do Trava Língua”, interpretada por alunos da Escola Municipal Jalles Machado, e números de dança variados, entre eles catira e ritmos ciganos, além da peça teatral “Caipiras”, da Escola Municipal Professora Nara do Carmo Rezende Amorim, completaram a programação do evento. (Roseneide Ramalho)

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here