Machado: “PHS aguarda Jovair de braços abertos”

0
574

Linha Direta foto - Eduardo MachadoO presidente nacional do PHS, Eduardo Machado (foto), disse aguardar o deputado federal Jovair Arantes (PTB) e boa parte dos deputados federais e estaduais do PTB de “braços abertos”. A princípio, a negociação estava dependendo da fusão do PTB com o DEM, rechaçada pelo petebista. Com o esfriamento da união, o PHS acreditou que o líder petebista não mais iria para sua base, mas as coisas mudaram nos últimos dias. Com o pedido de expulsão de Jovair protocolado na Comissão de Ética do PTB pelo ex-presidente nacional do partido, Roberto Jefferson, petebistas que foram contra a fusão do PTB com o DEM acreditam que não haverá mais clima para Jovair permanecer no partido, pois será constantemente perseguido por Roberto e sua filha, a atual presidente nacional do partido, Cristiane Brasil. Com isso, ele deverá seguir mesmo para o PHS, mas a saída ainda depende da aprovação da ‘janela’ de transferência partidária pelo Congresso Nacional. Segundo Machado, a proposta está bem encaminhada. “Conversei com o presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e ele me disse que a proposta deverá ser aprovada. Com isso receberíamos Jovair e outros deputados federais e estaduais de braços abertos”, garante. Com a saída de Jovair, o deputado federal Alexandre Baldy (PSDB) já estaria de olho no comando do PTB em Goiás.


“Se tiver a urgência dos líderes, eu ponho para votar”

 

Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara Federal, sobre a proposta que visa punir quem encampar manifestação que afrontar a fé cristã;


Estaduais
Segundo apurou esta Linha Direta, alguns deputados estaduais podem não seguir Jovair, mas pelo menos três deles acompanharão o líder para a nova agremiação: Valcenor Braz, Henrique Arantes e Zé Antônio. O restante da bancada ainda não se decidiu.

Conversar
O deputado Talles Barreto (PTB), que havia dito que não iria para o PHS há três semanas, disse que somente tomará uma decisão depois de conversar com o próprio Jovair. Já Marlúcio Pereira (PTB) está seguindo para o PRB.

 

Ativa
Quem acompanha as redes sociais e segue a secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão, tem se surpreendido com sua interatividade. A secretária responde pessoalmente todos os questionamentos que lhes são feitos e tem tirado dúvidas dos internautas.

De saída
A cervejaria holandesa Heineken, que estava viabilizando a construção de uma fábrica na cidade de Rio Verde, deve seguir para a cidade de Itumbiara atrás de incentivos fiscais. Seria, também, uma compensação pela Suzuki não ter mantido sua fábrica na cidade.

Que fase!
Além da Heineken, Rio Verde também terá outra importante perda em breve. É que a Azul Linhas Aéreas, única empresa que faz voos comerciais para a cidade, deixará de voar para Rio Verde a partir do próximo mês.

Aeroporto
Nos bastidores comenta-se que a Azul desistiu de manter voos para Rio Verde por falta de melhorias do aeroporto General Leite de Castro, que serve o município. Sua estrutura atual não atenderia a empresa.

Vai chegar
O secretário de Finanças da prefeitura de Goiânia, Jeovalter Correia, crê que a crise econômica que atinge Goiás e o Brasil ainda não chegou a seu ápice. Para ele, o auge dos problemas econômicos ocorrerá até setembro.
Vilão
Jeovalter lembra que a falta de investimento em infraestrutura é uma das questões que influenciam a crise econômica. Como exemplo, lembrou da falta de investimento na Celg. “Em alguns momentos, problemas políticos influem na economia”, disse.

Cristofobia
O vereador Fábio Lima (PRTB), que também é pastor evangélico, subiu à tribuna da Câmara na terça, 9, para criticar a postura de manifestantes que participaram da Parada Gay em São Paulo (SP), há duas semanas. Para ele, houve uma “cristofobia” no evento.

Elogios
Na sequência os vereadores Rogério Cruz (PRB), que é ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, e Célia Valadão (PMDB), que é ligada à Igreja Católica Matriz de Campinas, elogiaram o discurso de Fábio Lima, que foi feito de forma extremamente exaltada.  

Destoou
Já o vereador Elias Vaz (PSB) defendeu que devia haver respeito com a religião, mas que Fábio havia exagerado. “Não posso ouvir que é abominável um homem não poder amar um homem. Isso eu não aceito”, afirmou, em referência ao que havia dito o pastor em seu discurso.

Janela
Os deputados federais goianos acreditam que a aprovação da janela para a troca de partidos pela Câmara deverá ocorrer nos próximos dias. Ela seria aberta no sétimo mês antes das eleições. Além disso, o prazo de filiação para candidatos seria de seis meses antes do pleito, e não mais de um ano. Seria a chamada “janela da infidelidade”.


Vistoria
O presidente da Comissão de Saúde da Assembleia, Gustavo Sebba (PSDB), convidou seus pares para realizar uma visita de vistoria ao Hugo 2, nesta segunda, 15, às 14h. A visita contará com a presença do governador Marconi Perillo (PSDB).


Rápidas

 

 

O presidente estadual do PSD e secretário estadual de Recursos Hídricos,  Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos, Vilmar Rocha, irá tratar da eleição do diretório metropolitano do PSD após as votações da Reforma Política.

O deputado estadual Diego Sorgatto (PSD) não concorda com a avaliação do deputado federal Célio Silveira (PSDB), que disse, em entrevista à Tribuna na última semana, que mais de 80% dos prefeitos do Entorno não conseguirão se reeleger ou eleger um aliado.
“Entendo que realmente há uma dificuldade de gestão por parte dos prefeitos, não só do Entorno de Brasília, mas de todo o Estado de Goiás, mas chegar a dizer que 80% não se reelegerão é demais. Não vejo esta terra arrasada, não”, declara Sorgatto.

Aliás, a declaração não foi bem recebida por boa parte dos prefeitos filiados a partidos da base aliada no Entorno, que reclamaram com o governador Marconi Perillo (PSDB), que, por sua vez, chamou a atenção de Célio sobre o fogo amigo.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here