Ações inovadoras da Educação em Goiás podem virar modelo nacional

0
641

E3 10O ministro de Relações Estratégicas, Mangabeira Unger, esteve em Goiânia nessa sexta-feria, 19 de junho, para uma série de eventos. Entre os compromissos, o ministro esteve no lançamento da Agenda Goiás, realizado no auditório da Organização Jaime Câmara, e, logo após, seguiu para o Palácio Pe​dro Ludovico, para um encontro com o governador Marconi Perillo, secretários do governo e autoridades. Mangabeira também se reuniu com a secretária Raquel Teixeira, equipe Seduce, professores e alunos do Colégio Estadual Cecília Meireles para debater pontos importantes da área educacional.

O Agenda Goiás é um programa em parceria do Governo de Goiás, Sebrae e Organização Jaime Câmara. O planejamento prevê ações para os próximos dez anos em áreas estratégicas para o desenvolvimento do Estado. A segunda edição do projeto vai realizar fóruns em dez cidades-polo. O primeiro será em Rio Verde, na região Sudoeste, no dia 25 de junho, com o tema de desenvolvimento urbano.
Na reunião com o governador e secretariado, o ministro ressaltou a importância da região Centro Oeste e do estado de Goiás no desenvolvimento do país e o fortalecimento de capacidades educacionais. “Vamos trabalhar focados nessa proposta, com profissionalismo e dedicação para reforçar o protagonismo da região Centro Oeste”, garantiu Marconi Perillo.

Destaque nacional
As ações inovadoras da Educação em Goiás chamaram a atenção do governo federal, que definiu a área como prioridade dos próximos quatro anos, com o lema “Brasil, Pátria Educadora”. O ministro Mangabeira disse que uma das principais missões do governo federal com a Educação é a reforma curricular.
A secretária Raquel Teixeira contou sobre as boas experiências com escolas de Ensino Médio em tempo integral, como no Colégio Estadual Cecília Meirelles, em Aparecida de Goiânia. Ela também citou o programa Ser Pleno, que integra disciplinas obrigatórias e disciplinas eletivas. Atualmente, o programa está implantado em 23 escolas.  
Perguntado pelo ministro sobre os diferenciais do Colégio, o diretor Eudem Paez de Andrade disse que as inovações estimulam o projeto de vida dos jovens, que se sentem olhados e cuidados. As aulas do terceiro ano, Giovanna Veronez e Larissa Araújo pediram ao ministro que o currículo obrigatório nacional permita aprofundamentos nas disciplinas, o que pode gerar maior interesse. “A mudança na nossa geração de ensino vai refletir nas gerações futuras”, disse Giovanna.
A gerente dos Centros de Ensino Médio em Tempo Integral da Seduce, Márcia Rocha, ressaltou que a escola em tempo integral oportuniza maior rendimento dos alunos, que passam a ser protagonistas de ações como Clubes Juvenis.”É um momento único de responsabilidade e autonomia”, disse Márcia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here