Goiás discute no Ministério da Fazenda concessão de novos recursos

0
594

Governo 2

No intuito de garantir o avanço da competitividade da economia goiana no cenário nacional, o governador Marconi Perillo discutiu nesta quinta-feira, dia 25, com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, a possibilidade de concessão de novos recursos para o financiamento de obras em Goiás. Durante a reunião realizada no gabinete do ministro, em Brasília (DF), Marconi e Levy ainda discutiram sobre a concessão dos ativos da Celg, que deve ser realizada pelo governo federal ainda neste ano, e sobre a próxima reunião do Confaz, que acontece no Rio de Janeiro, no dia 15 de julho, quando espera-se chegar a um consenso sobre os incentivos fiscais.

O governador, que estava acompanhado da secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão, disse estar confiante e otimista com a possibilidade de novos aportes para Goiás. “Tudo foi colocado de forma clara para o ministro Levy. Estamos trabalhando para fortalecer ainda mais nossa economia”, disse. Ana Carla, por sua vez, ressaltou que o Governo de Goiás vem mantendo desde o início deste ano reuniões periódicas com o ministro e seus secretários-executivos com o objetivo de criar e fortalecer uma agenda econômica conjunta, que garanta o desenvolvimento e fomento mútuo.

“Na pauta sempre estão assuntos de interesse tanto do Governo de Goiás quanto do Ministério (da Fazenda), como a dívida do Estado, ICMS, Confaz, novos empréstimos, como Goiás pode ajudar no ajuste fiscal realizado pelo governo federal e o seu impacto nas contas públicas regionais. Nessa reunião de hoje voltamos a discutir esses assuntos. Caminhamos cada vez mais para uma parceria que atenda aos interesses de ambas as partes”, avaliou a secretária.

Ela lembrou que o ministro Joaquim Levy tem sido “acessível e sensível” aos pleitos e temas levados por Goiás. “O governador Marconi Perillo tem sido um protagonista no apoio ao ajuste fiscal realizado pelo ministro Levy no País, com os resultados alcançados por Goiás. Nós, do Governo de Goiás, temos feito nosso dever de casa, com ajustes necessários, para o crescimento da economia. Isso gera uma interlocução positiva com o ministério”, avaliou.

Previdência

Além da possibilidade de novos recursos junto ao Ministério da Fazenda, Goiás vai firmar parceria com o Ministério da Previdência Social para discutir medidas de sustentabilidade previdenciária do Estado. O anúncio foi feito pelo governador Marconi Perillo, após reunião na tarde de hoje com o ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas. Entre os assuntos abordados com o ministro está a possibilidade de adoção do sistema de previdência complementar para os servidores públicos estaduais.

A reunião, que durou cerca de 40 minutos, contou com a participação da secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão, da presidente da GoiásPrev, Marlene Alves Carvalho e Vieira, e do chefe da Controladoria Geral do Estado, Adauto Barbosa Jr. Nova agenda para dar continuidade às discussões com o ministro Carlos Eduardo Gabas ficou marcada para agosto, em Goiânia.

Gabas disse, durante entrevista coletiva, que a reunião foi importante para apresentar ao governador os planos que estão sendo implementados no governo federal com o objetivo de equilibrar as contas previdenciárias. “Mostramos ao governador as medidas que vêm sendo tomadas pelo governo federal para que a previdência mantenha sua sustentabilidade”, disse. Ele garantiu que sua equipe técnica vai contribuir com o Governo de Goiás nesta discussão. “Tiramos um calendário conjunto. Vamos a Goiás continuar esta discussão”, revelou o ministro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here