Heuler e Juraci: relação chega ao fim

0
1279

A3 07Embora publicamente ambos neguem, a relação política do prefeito de Rio Verde, Juraci Martins (PSD), e do deputado federal que representa Rio Verde e a região sudoeste, Heuler Cruvinel (PSD), chegou ao fim. Vilmar Rocha, presidente do PSD em Goiás, ainda tentou reverter a situação há duas semanas, levando Gilberto Kassab, presidente nacional do partido, a Rio Verde, mas não teve êxito. A relação já não vinha sendo boa desde 2012 e se agravou nos últimos dias chegando ao limite em um encontro de deputados federais na casa do deputado em Rio Verde, há pouco menos de um mês, quando Heuler teceu duras críticas ao prefeito. Nos bastidores, comenta-se que Heuler considerou que ele não o apoiou com afinco na última eleição para deputado federal, o que fez o deputado perder 9 mil votos na cidade. Juraci não recebeu bem as críticas e decidiu que se desfiliará do PSD e seguirá para o PP. O prefeito espera apenas a aprovação da janela que permitirá a troca de partidos, pois levará consigo o deputado estadual Lissauer Vieira, que já disse na semana passada em entrevistas que seguirá Juraci para onde ele for, pois faz parte de seu grupo político.

“Redução da maioridade penal ferecláusula pétrea da Constituição”

Marcus Vinicius Furtado Coêlho, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)


Disputa
Com isso, Heuler Cruvinel, que deverá ser candidato à prefeitura de Rio Verde no próximo ano, poderá enfrentar duas forças diferentes. Uma já é conhecida: o suplente de deputado federal Paulo do Vale (PMDB) que já declarou concorrer em 2016.

Vice petista
A outra força poderá vir do próprio grupo de Juraci. O ex-deputado Karlos Cabral (PT) tem conversado com os grupos políticos da cidade e pode fechar aliança com o PSD. No caso, seu nome seria para a vice de Heuler.

 

Distância
O prefeito Paulo Garcia (PT), que conheceu as obras do Hugol (Hugo 2) na última terça, 30, a convite do governador Marconi Perillo (PSDB), se mostrou afável com o tucano, mas manteve distanciamento de segurança do presidente da Agetop, Jayme Rincón.

1º turno
Aliás, Rincón tem defendido que a base aliada faça aliança já no primeiro turno em 2016, em torno de uma candidatura apenas. Segundo ele, alianças de 2º turno costumam ser tardias. Ele é o nome mais forte para concorrer à prefeitura pelo PSDB.

CPI
Com 33 assinaturas da base e da oposição, será instaurada em agosto a CPI do Transporte Intermunicipal na Assembleia. O autor é o deputado Humberto Aidar (PT).

Prejuízo
O deputado estadual Lincoln Tejota (PSD) lembrou que em seu primeiro discurso como parlamentar em 2011 questionou a falta de licitação do transporte intermunicipal em Goiás. “Estamos deixando de arrecadar mais de R$ 1 bilhão por ano para o Estado”, afirmou.

Enquanto isso
Na Câmara, o vereador Denício Trindade (PMDB) apresentou requerimento para instalação de CEI para investigar o contrato de concessão do sistema de água e esgoto entre a Saneago e o município de Goiânia.
Disputa
O pedido de Denício foi recebido como uma resposta política pela oposição, que havia apresentado uma CEI que investiga a autorização do Executivo para construção de empreendimentos sob as regras do antigo Plano Diretor da capital.

Soltou os cachorros
O vereador Milton Mercêz (sem partido) não poupou os integrantes do PTB, partido do qual foi expulso na última semana. Ele disse nunca ter sido chamado para reuniões, apesar de ter ajudado a eleger Jovair e Henrique Arantes.

Belarus x Bielorrúsia
O deputado Lucas Calil fez confusão ao defender a viagem do vice-governador José Eliton ao leste europeu. Ele disse que Eliton havia ido para Belarus e não para a Bielorrússia, como apontava a oposição. Os dois nomes, porém, tratam do mesmo país.

Fechado
O presidente do Sinpol, Paulo Sérgio Araújo, disse que o posto policial do Hugo, foi fechado na última quarta, 1º, por absoluta falta de pessoal, após 20 anos de funcionamento. Com  isso, quem der entrada no hospital e precisar realizar ocorrência, terá que fazer em delegacias.

Quirinópolis
A disputa pela prefeitura de Quirinópolis reunirá dois velhos adversários políticos no município, já que o candidato à reeleição, Odair Resende (DEM), irá enfrentar o ex-prefeito Gilmar Alves (PMDB).

Mesquita
O secretário de Segurança Pública de Goiás, Joaquim Mesquita, foi um dos três que não assinaram manifesto contra redução da maioridade penal. Além de Goiás, Sergipe e São Paulo não assinaram. O restante assinou.


Rápidas

 

 

A Azul Linhas Aéreas, que não está mais voando para Rio Verde desde a última semana, voltará a atender a cidade no dia 22, já que todos os pedidos da empresa em relação a adequações no aeroporto foram cumpridos.

Ao denunciar o fornecimento de água contaminada no município de Campinorte, na última quinta, 2, o deputado Adib Elias (PMDB) desafiou o colega Santana Gomes (PSL) a beber um copo da água. Santana havia dito que a água não faria mal a ninguém.
O deputado federal Marcos Abrão teve que se explicar em suas redes sociais. O motivo? Ele foi um dos parlamentares que mudou o voto nas duas votações que ocorreram para a
redução da maioridade penal. Na primeira votou não e na segunda votou sim.

O ex-vereador Veter Martins, que já passou pelo PSDB e até pouco tempo era vice-presidente do PHS, se transferiu para o Solidarie­dade e foi nomeado, na última semana, presidente
municipal do partido em Aparecida de Goiânia pelo presidente regional, Armando Vergílio.


Aliança
O deputado federal Rubens Otoni (PT) é um dos maiores entusiastas da continuação da aliança entre PT e PMDB para a eleição em Goiânia. “Se depender de mim, a aliança continuará, pois vem sendo exitosa”, disse. Resta convencer alguns partidários…

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here