Padrão de qualidade na saúde

0
861

altair tavares2Não há dúvida que de que há novos padrões de estrutura e atendimento em saúde em Goiâ­nia com as novas unidades que atendem à população na rede pública. As maiores, e mais novas, Hospital e Maternidade Dona Iris e Hospital de Urgências da região noroeste, representam uma nova perspectiva de atendimento com muitas semelhanças e convergências. Com bastante objetividade, são unidades que têm tudo para serem referências do Sistema Único de Saúde com qualidade, em Goiás e no Brasil.
A inauguração do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol) conclui um processo em que a unidade foi preparada para ser uma estrutura com alto padrão de qualidade. Quem foi ao hospital, recentemente, a convite do governador Marconi Perillo, antes da inauguração teve boa impressão. Ali foi possível perceber que alguns concluíram que trata-se de um hospital que não perde em infraestrutura para qualquer um da rede privada de Goiás.
Há poucos dias, o Hospital e Maternidade Dona Iris comemorou o terceiro aniversário após a reconstrução total de suas instalações e reequipamento com tudo novo, também. Do mesmo modo, quem visitou ou foi atendido pela unidade, tem impressão de uma estrutura que tem padrão de qualidade acima do que é observado no SUS em todo o país.
As duas unidades tem em comum, além de serem construções novas, o fato de que a gestão delas é feita de forma pactuada em parcerias semelhantes, mas não iguais. O fato é que esta modalidade de administração e gestão, por fundação ou por organização social, é o caminho que o SUS tem para a estruturas complexas e que precisam de agilidade nos processos de compra e cuidadoso tra­ta­mento dos recursos disponíveis.
Futuramente, o hospital que está em construção pela prefeitura de Aparecida de Goiânia, ampliará e dará, ainda mais, segurança e opção para o atendimento aos cidadãos da região metropolitana. E, se o prefeito Maguito Vilela (PMDB) ainda não decidiu, pode usar estes dois exemplos para implantar uma gestão que poderá vir a ser uma contribuição comparável ao Hugol e ao Hospital e Maternidade Dona Iris. Ou seja, não pode ficar atrás e já está na hora de decidir para começar o processo de parceria na gestão e preparação do pessoal.
Sem tapar os olhos para os problemas de estrutura e atendimento do SUS, em Goiânia, há que se reconhecer que a qualidade no atendimento das novas unidades de saúde instaladas na capital devem merecer o elogio da população. Afinal, o SUS é integrado, os entes municipais, estaduais e federais, compartilham a gestão, e, sem dúvida, tem condições de implantar projetos de alta qualidade de acordo com o que merece a população. Aqui estão exemplos práticos, e consistentes, de que é possível que tenhamos saúde pública de qualidade para todos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here