#DomingoNoCentro é nova opção de lazer

0
875

E8 e E9 03Nova movimentação, cores e sons ganharam a Avenida Goiás, no Setor Central. Sem o habitual ritmo frenético de carros e motos, a Prefeitura de Goiânia lançou no último dia 9, o projeto #DomingoNoCentro, uma iniciativa para estimular a população a utilizar os espaços públicos e proporcionar atividades de esporte, cultura e lazer aos goianienses. Para reocupar o Centro de Goiânia, uma das principais vias da cidade passou a ser, aos domingos, de uso exclusivo das pessoas.
A rua como alternativa de lazer é uma aposta do prefeito Paulo Garcia e surge como uma nova oportunidade para que moradores possam apreciar a arquitetura histórica, praticar caminhadas, pedalar e integrar as diversas ações propostas no local. “Hoje é muito comum, em todas as grandes cidades do mundo que homens e mulheres se reapropriarem dos espaços públicos. As grandes avenidas que aos finais de semana têm fluxo de trânsito muito pequeno são fechadas para que as pessoas possam caminhar, possam contemplar, ver cultura, para que as pessoas possam ser felizes”, declarou.
A iniciativa, que prossegue com programação todos os domingos, foi iniciada para ser integrada à restauração da Praça Cívica, obra que será entregue à população no aniversário de Goiânia. “Aqui tem grande acervo art déco e manifestação cultural muito frequente. É uma área bonita e simbólica para a cidade. A Praça Cívica vai se tornar um grande boulevard, como ela foi pensada, vai ser um espaço de convivência, de manifestação cívica, popular, um espaço de contemplação”, explicou Paulo Garcia. Segundo o prefeito, a ação é a primeira de uma série de iniciativas que, de forma gradual, contribuirá para que a cultura da reapropriação dos espaços coletivos seja projetada no inconsciente coletivo.
Morador do Centro, George Martinelli, 38 anos, foi com a esposa e os filhos de 10 meses conferir a programação. “Essa área era realmente muito vazia. Achei a iniciativa bem legal. Aproveitamos que a rua está fechada para passear com as crianças e pretendo vir sempre”, comentou. Também esteve com a família no local o servidor público federal Fábio Rodrigues Neves. “Domingo é um dia que temos que tirar para nosso lazer e ficar com a família, isso aqui é muito bom e eu quero que vire rotina”, defendeu.
O #DomingoNoCentro reúne esforços das agências municipais de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul) e de Meio Ambiente (Amma), bem como das secretarias municipais de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT), de Cultura (Secult) e de Educação e Esporte (SME).

O que rolou
Na primeira edição do #DomingoNoCentro, não faltaram opções para as crianças com propostas da SME e Agetul. Atividades preferidas do público infantil, a pintura facial e a modelagem de balões foram as mais procuradas. Os pequenos também participaram de oficina de dobradura com materiais reaproveitáveis e brinquedos cantados. A animação e a interatividade ficaram por conta da dupla Chiquelete e Omelete. Ônibus Brincalhão, escorregador inflável, futebol de sabão, cama elástica, golzinho e pebolim também alegraram a criançada.
A prática esportiva foi garantida para visitantes de todas as idades. Disputas de xadrez, dama, vólei e jogos tradicionais de rua, como amarelinha, perna de pau e corridas foram organizadas com o acompanhamento de educadores físicos. Os visitantes da Avenida Goiás também puderam curtir passeios de bicicleta, skate e patins.
Houve ainda distribuição de 100 mudas nativas do Cerrado. Lúcia Rá­fia levou mais de uma variedade de planta. “Vou plantar esse oiti e esse ingá na frente da minha casa”, explicou. No local, a equipe da Amma ensinou passo a passo sobre como executar o plantio e fez o ca­dastro das pessoas que retiraram as mudas.
O #DomingoNoCentro também reservou surpresas para os visitantes. Em diversos locais do Setor Central, cerca de 4 mil obras de diversos gêneros literários foram “esquecidas” para que pudessem encontrar novos donos. A programação cultural também promoveu batalha musical, shows e sarau ambulante com declamação de poesias no transporte coletivo.


Participação das Escolas

 

As escolas municipais Nossa Senhora da Terra, localizada no Jardim Curitiba III, e Marechal Ribas Júnior, na Vila Redenção, participaram das primeiras atividades do #DomingoNoCen­tro. Para a diretora Carolina Kellen Santos Machado, a iniciativa lançada pelo prefeito Paulo Garcia, é inovadora. “Goiânia não tem muitos espaços de lazer, principalmente para contemplar as crianças”, avaliou.
Pais de alunas da rede municipal de Educação, Eros Borges, 33 anos, e Arlene Vieira, 34, foram conferir a programação da Prefeitura de Goiânia. “A escola convidou. Achei bom demais a Avenida toda fechada para as pessoas. Quero trazer minhas filhas toda vez. Agora temos um lugar para ir aos finais de semana”, declarou. A aluna Ana Beatriz Dias Souza, 11 anos, era um retrato da satisfação das crianças com o novo espaço de lazer e entretenimento e curtiu cada momento. “Está tudo legal. Fiz pintura facial e agora vou jogar dama”, comentou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here