FCO aprova R$ 63 milhões em cartas-consulta para GO

0
1218

A 6 - governo 1 FCO - credito Jota Eurípedes

O Conselho de De­sen­volvimento do Esta­do/Fundo Cons­titu­cional do Centro-Oeste (CDE/FCO) aprovou R$ 63,5 milhões em financiamentos para projetos empresariais e rurais. A previsão é a geração de 660 empregos em Goiânia e no interior. Foram analisadas 28 cartas-consulta no programa empresarial, que somaram R$ 46 milhões; e 32 propostas no programa de financiamento rural, que somaram R$ 18 milhões.
Durante a reunião 280ª reunião ordinária, o gerente de Negócios do Banco do Brasil, Rui Barbosa Mesquita, apresentou o relatório do FCO no primeiro semestre do ano, destacando que atualmente os 246 municípios goianos estão sendo contemplados pelo fundo. O Nordeste de Goiás, segundo ele, está sendo atendido por 5% dos recursos, dentro de uma meta de 10%, o que gera entusiasmo e motivação aos empreendedores da região. Em todo o Estado, a adimplência nos contratos é de 99,7%. Outra boa notícia é que apesar da crise econômica nacional, disse o gerente, as demandas pelo financiamento não diminuíram.

Recursos para 2016
Também foram apresentadas aos conselheiros propostas para as diretrizes e prioridades para aplicação dos recursos do FCO para 2016. Foi encaminhada proposta pelo governo para que 2% dos recursos possam contemplar investimentos na cidade de Goiás, para mais dinamismo à economia local como compensação pela transferência da antiga capital, conforme prometido à época pelos governos estadual e federal. Já foram feitas também propostas para financiar infraestrutura dos condomínios industriais e parques tecnológicos, entre outras.
O vice-governador e secretário de Desenvolvimento Eco­nô­mico, Científico e Tecnológico e de Agricultura e Irrigação (SED), José Eliton, encerrou a reunião, homenageando Orcino Júnior, que deixa a secretaria-executiva e dá lugar ao advogado Danilo Ferreira Gomes.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here