Educação através da música

0
3857

Apesar de sua reconhecida importância na formação social e cultural do indivíduo, a música ainda enfrenta obstáculos para entrar de vez na grade curricular do ensino fundamental e médio no Brasil. A música é reconhecida por especialistas como algo que desenvolve a mente humana, ajuda no equilíbrio, na concentração e proporciona um estado de bem-estar geral. E não precisa ser um grande instrumentista ou estudioso profundo do tema, para receber os benefícios que a música proporciona, basta estudar as noções básicas, a escrita e a leitura musical para que isso já contribua para o aprendizado das demais matérias.
A música é capaz de desenvolver a parte cognitiva da criança e do adolescente, além de dar ao aluno uma maior abrangência de conhecimento. Por isso, uma lei instituiu a música como conteúdo obrigatório no componente curricular.
Nas páginas 4 e 5, reportagem especial do ESCOLA mostra os efeitos benéficos que o estudo da música trazem aos alunos. Em uma escola, a vice-diretora explica que, desde que a música chegou, seja por meio da banda ou da matéria disciplinar obrigatória, os alunos melhoraram culturalmente.
Mesmo assim, o ensino de música ainda não se tornou realidade em muitas escolas. A educação musical ainda é alvo de dúvidas entre gestores e docentes. A falta de professores e recursos financeiros, além de problemas com a infraestrutura das salas de aulas, são algumas das dificuldades enfrentadas para que o ensino dessa e de outras formas de arte se torne realidade nas escolas públicas. Iniciativas de formação de professores e propostas de redes e escolas mostram que, mesmo com poucos recursos, é possível introduzir a musicalização, influenciar o ensino de outras disciplinas e aumentar o repertório cultural dos estudantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here