Palmas terá aporte de R$ 3 bilhões para projetos de sustentabilidade

0
781
Amastha reunião BID. Foto: Divulgação

Da redação

Palmas terá aporte de R$ 3 bilhões para serem aplicados em projetos voltados para a sustentabilidade. Os recursos são do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da Caixa Econômica Federal dentro da Iniciativa Cidades Emergentes e Sustentáveis (ICES) na qual Palmas está inserida. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira, 30, durante o Fórum de Prefeitos da América Latina e do Caribe 2015, que acontece em Washington (EUA). O prefeito Carlos Amastha participa do evento, como convidado, com mais 50 prefeitos, tendo todas as despesas pagas pelo BID.

Amastha destacou que Palmas fez o dever de casa contando com a consultoria do BID e da Caixa, que resultou na elaboração do Plano de Ação para Palmas a partir de pesquisas e diagnósticos resultantes do trabalho de um ano dos consultores contratados pela ICES – os Institutos IDOM, Pólis e Cobrape – em conjunto com os técnicos da Prefeitura Municipal.

Para a elaboração do Plano foram definidas cinco fases, que trabalharam três dimensões, 23 temas, 120 indicadores e quatro filtros, o que resultou na definição de sete áreas prioritárias sendo elas: Mobilidade e Transporte; Desigualdade urbana/Uso do Solo e Ordenamento Territorial; Gestão Pública Moderna; Competitividade da Economia; Segurança; Energia e Educação.

“Para o BID, o eixo de todos esses projetos é o BRT – Bus Rapid Transit como indutor do desenvolvimento da cidade”, ressaltou Amastha informando que o presidente do BID, Luís Alberto Moreno assegurou que já está conversando com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, para que Palmas seja o modelo da ICES.

O prefeito informou ainda que a partir da próxima semana a Caixa inicia a divulgação dos resultados para a sociedade civil. “E depois também a Prefeitura fará várias apresentações. Palmas está sendo pensada 50 anos à frente, com projetos desenvolvidos pelos melhores técnicos do mundo junto aos profissionais da Prefeitura de Palmas. É importante que o palmense saiba que a cidade, já apontada como a melhor em Índice de Desenvolvimento Humano entre as cidades de grande porte, está sendo pensada a longo prazo de forma sustentável, para que o cidadão usufrua do progresso, mas com qualidade de vida”, afirmou Amastha, que inicia sua viagem de regresso à Capital já nesta quinta-feira, 01.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here