Igeprev inicia o recadastramento de aposentados e pensionistas

0
1557
Igeprev: atendimento recadastramento. Foto: Morgana Taíse
Começa nesta terça-feira, 3, o prazo para o recadastramento previdenciário dos aposentados e pensionistas do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins (Igeprev/TO). A atualização dos dados cadastrais deve acontecer até o dia 31 de dezembro. A estimativa é que mais de 9,3 mil cadastros sejam renovados nos atendimentos da sede do Igeprev em Palmas e postos do É Prá Já de Araguaína e Gurupi.  A atualização de cadastros das aposentadorias e pensões concedidas a partir de julho deste ano não será necessária. Após o prazo do recadastramento, os benefícios que não tiverem as informações atualizadas serão suspensos. O recadastramento não inclui aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).
A partir desta terça-feira, 3, será disponibilizado no endereço eletrônico www.igeprev.to.gov.br um acesso rápido ao passo a passo, para facilitar o recadastramento. Além de orientações, o segurado poderá acompanhar notícias que visam reforçar os esclarecimentos dos procedimentos necessários para cada caso. O acesso aos formulários previamente preenchidos estará facilitado por meio do site àqueles que necessitarem realizar o encaminhamento de sua documentação via Correios.
Além da atualização de dados nos cadastros previdenciários, o presidente do Igeprev, Jacques Silva, vem reforçando que o instituto pretende identificar possíveis beneficiários falecidos, criar um instrumento para viabilizar o cálculo atuarial e manter o controle de benefícios concedidos, uma vez que, por motivos como falecimento, ocasião de casamento, implemento de maior idade, cessação de invalidez, entre outros fatores, justificam perdas do direito ao benefício. “Com o censo, queremos evitar quaisquer pagamentos indevidos, erros que ocasionam prejuízos ao segurado e ao instituto e, principalmente coibir a intenção de qualquer tipo de fraude”, afirmou o presidente, lembrando que de acordo com a situação, a devolução de recursos para os cofres públicos gera custos tanto para o segurado como para o erário.
Procedimentos
O diretor de Previdência do Igeprev, Saint Clair, alerta que o segurado deve se informar a respeito das exigências quanto à documentação e formas de efetuar o recadastramento. “Serão três postos à disposição para o atendimento presencial do segurado, onde deverão apenas ser apresentados os documentos originais do titular e no caso do representante legal, cópia do documento que o nomeia. Preferencialmente para os residentes em outros estados, haverá a opção do envio por meio dos Correios, da documentação autenticada em cartório ou pela Embaixada Brasileira do respectivo país de domicílio, para quem está fora do Brasil”, esclareceu.
Já os segurados residentes em Palmas ou no entorno da Capital, no decorrer do prazo para o recadastramento, deverão buscar o atendimento na sede do Igeprev, localizada na Av. Teotônio Segurado, Quadra 302 Norte, QI-01, Al 05, Lts. 02 e 03, Palmas (TO) – CEP: 77.006-328. E os demais, devem se dirigir a um dos postos de atendimento É Prá Já, mais próximo de sua residência, nos municípios de Araguaína ou Gurupi.
Outros estados ou países
A gerência de Cadastro, Informações e Compensação Previdenciária do Igeprev está encaminhando, via Correios, formulários personalizados e previamente preenchidos, juntamente com o expediente informando da importância e necessidade do referido processo e as instruções de preenchimento, para o endereço registrado em seu banco de dados, aos segurados residentes em outros estados ou fora do Brasil.
É preciso estar atento, pois o formulário corrigido deve ser devolvido ao Igeprev, junto à cópia da documentação exigida para cada caso, autenticada em cartório para os residentes no país ou reconhecida pela Embaixada ou Consulado do Brasil, no local do domicílio.
O segurado que tiver mudado de domicílio poderá ter acesso aos modelos por meio do endereço eletrônico do instituto, www.igeprev.to.gov.br. E durante o período de vigência para obter mais informações ou auxílio, o beneficiário poderá entrar em contato por meio da Central de Atendimento 0800-647 07 47, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, a ligação é gratuita.
Documentos necessários
Para o atendimento presencial, o segurado inativo só precisa apresentar os documentos pessoais originais, cópia do Termo de Curatela ou Termo de Guarda, quando for o caso, não sendo necessário o reconhecimento de firma em cartório.
Os segurados que encaminharem via Correios ou por terceiros, a sua documentação, deverão apresentar o termo contendo o reconhecimento de assinatura em cartório, além da cópia simples da carteira de identidade, CPF e comprovante de residência.
Segurados impossibilitados de locomoção por motivo de saúde, residentes nas cidades de Palmas, Araguaína e Gurupi, poderão solicitar nos polos de atendimento, por meio de requerimento, a visita domiciliar.
Já os residentes, fora do Brasil, deverão apresentar a declaração de vida e residência (contendo os dados pessoais, estado civil, endereço) expedida pela Embaixada ou Consulado do Brasil no respectivo país.
Suspensão de Pagamento
Encerrado o período de recadastramento, será publicada, no Diário Oficial do Estado, a relação dos benefícios que não efetuaram o recadastramento. As pessoas notificadas nessa publicação terão ainda um prazo de 30 (trinta) dias para regularizar sua situação, sujeitando, após essa última convocação, à devida suspensão do pagamento do benefício.
Vencidas todas as tentativas de realizar o recadastramento dos beneficiários, o instituto pretende realizar uma consulta no Sistema de Óbitos (Sisobi) para verificar o eventual falecimento dos beneficiários que permanecerem não recadastrados, mesmo após a suspensão de pagamento. E ao final, o Igeprev vai gerar um relatório com as informações dos inativos e pensionistas recadastrados, assim como dos não recadastrados.(Com Site Agora-TO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here