Seminário na UFG lembra 100 anos de Bernardo Élis

0
4424
Bernardo Élis, escritor que nasceu em Corumbá de Goiás, em 1915, aqui retratado em aquarela de Amaury de Menezes

Evento que acontce na Faculdade de Letras vai reunir em Goiânia, em três dias, especialistas da UFG, UNB, Unicamp e Unesp

O Departamento de Estudos Literários da Universidade Federal de Goiás, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), realiza nos dias 9, 10 e 11 deste mês de novembro, de segunda a quarta-feira, no Auditório da Faculdade de Letras, no Campus Samambaia, o Seminário 100 anos de Bernardo Élis. Segundo os organizadores, o encontro justifica-se, não apenas pela obrigação intelectual da homenagem, como também pela necessidade de uma sistematização dos últimos estudos acerca desse grande escritor. O seminário vai reunir nesses três dias especialistas da UFG, UNB, Unicamp e Unesp. A programação está no site www.letras.ufg.br .

Biografia
Bernardo Élis Fleury de Campos Curado nasceu em 15 de novembro de 1915, em Corumbá de Goiás e faleceu em 30 de novembro de 1997 na mesma cidade.
Único goiano a entrar para a Academia Brasileira de Letras, Bernardo Élis foi o quarto ocupante da Cadeira 1, eleito em 23 de outubro de 1975.
Além de poeta, contista e romancista, Bernardo Élis também foi advogado e professor. Em 1956 escreveu O Tronco, considerado por muitos como sua obra mais importante. Também é autor de Ermos e Gerais, Os Melhores Contos, Veranico de Janeiro, Primeira Chuva, entre outros.
Bernardo Élis recebeu os prêmios José Lins do Rego (1965) e Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro (1966), pelo livro de contos Veranico de Janeiro (1966). Caminhos e Descaminhos (1965) lhe rendeu o Prêmio Afonso Arinos, da Academia Brasileira de Letras.
Recebeu também o Prêmio Sesquicentenário da Independência pelo estudo Marechal Xavier Curado, Criador do Exército Nacional (1972). Em 1987, foi agraciado com o Prêmio da Fundação Cultural de Brasília, pelo conjunto de obras, e a medalha do Instituto de Artes e Cultura de Brasília.


Pedagogia logosófica é tema de curso em Goiânia

A configuração psicológica do ser humano, notadamente os sistemas mental e sensível, será abordada no curso de extensão que se inicia sexta próxima, 13, no Colégio González Pecotche, em Goiânia. Com o tema “Pedagogia Logosófica e sua aplicação na educação da infância e adolescência”, as aulas acontecem em duas sextas-feiras (das 19 às 22h) e dois sábados (das 8h às 11:30h), especificamente dias 13, 14, 20 e 21 de novembro.
O objetivo do curso é compartilhar conhecimentos e experiências dos educadores do colégio na aplicação da Pedagogia Logosófica; esta dispõe de recursos didáticos exclusivos para estimular o desenvolvimento da inteligência e da sensibilidade de jovens e crianças, com ênfase especial à capacidade de pensar e sentir – segundo informam fontes do Colégio González Pecotche.  Acrescentam que a utilização desses recursos possibilita oferecer aos educandos as condições para bem aprender as disciplinas de sua série e para bem se colocar, com sensatez e autossuficiência, frente às situações, favoráveis ou não, que a vida lhes apresenta.
Nos quatro dias de curso serão desenvolvidos cinco módulos, além das leituras e oficinas, com certificação para os inscritos que tiverem presença mínima de 75%. Maiores informações no site www.portaldologosofico.com; consultas pelo e-mail cursos@portaldologosofico.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here