Goiânia sedia Campeonato Brasileiro Feminino de Futsal

0
1480
Competição é preparatória para o Mundial Universitário de Futsal masculino e feminino, que Goiás sediará em julho de 2016.

Foram convidados 27 times – um de cada Estado e também do Distrito Federal. Jogos serão realizados no ginásio do Sesi Clube Antônio Ferreira Pacheco

Goiânia está sediando o Campeonato Brasileiro Feminino de Futsal, evento que servirá de seletiva para montar a seleção brasileira que disputa o Campeonato Mundial da modalidade no próximo mês, na Guatemala. Em Goiânia, o Campeonato Brasileiro começou no dia 4 e segue até dia 12 de novembro. O evento também é preparatório para outra competição de nível mundial, o Campeonato Mundial Universitário de Futsal masculino e feminino, que Goiás sediará em julho de 2016.
“Este é um  momento histórico em nosso Estado, pois é a primeira edição nacional desta competição e Goiás sai na frente como a primeira sede brasileira e vitrine esportiva mundial da modalidade”, disse a secretária de Educação, Cultura e Esporte de Goiás, Raquel Teixeira, durante o lançamento oficial da programação do evento, dia 23 de outubro.
Ao lado do superintendente Executivo de Esporte e Lazer, Junior Vieira, do presidente da Federação de Goiânia de Futsal, Murilo Macedo, e do  coordenador geral do Campeonato Brasileiro Feminino de Futsal, Lusimar Santos, Raquel falou da importância do evento
“Essa iniciativa incentiva à prática e divulga a política esportiva que o governo de nosso Estado desenvolve”, afirmou Junior Vieira.
Todos os jogos serão realizados no ginásio do Sesi Clube Antônio Ferreira Pacheco. Foram convidados 27 times – um de cada Estado e também do Distrito Federal. A seleção ocorreu com base no ranking de pontuação acumulada pelas equipes nos últimos três anos. A Associação Atlética Hidráulica Brasil, beneficiada pelo Pró-Esporte, representa Goiás no torneio.
Murilo Macedo explicou que o nível técnico da competição é excelente e que Goiás possui uma equipe forte e competitiva para brigar pelo título nacional.
“Sabemos do favoritismo e força dos estados de Santa Catarina, São Paulo e Ceará, no entanto, tenho certeza que Goiás fará bonito superando os adversários”.
As equipes serão divididas em nove grupos e jogarão entre si. As melhores colocadas se classificam fase a fase até chegar à final. A entrada para os jogos é gratuita, mas o torcedor também pode contribuir com 1 kg de alimento não perecível. Os donativos arrecadados serão destinados a instituições filantrópicas.

Secretária Estadual de Educação, Raquel Teixeira, lançou o evento em Goiânia
Secretária Estadual de Educação, Raquel Teixeira, lançou o evento em Goiânia

A expectativa das atletas é faturar uma vaga na seleção brasileira de futsal. Todas serão observadas de perto pelo atual técnico, Wilson Sabóia, que também treina o Unifor, equipe representante do Ceará. Nas próximas semanas, o comandante deve anunciar a convocação do grupo que embarca para a Guatemala para disputar o Mundial, de 23 a 29 de novembro. Pentacampeão, o Brasil venceu todas as edições já realizadas.
Além de desenvolver a modalidade, a coordenadora de futebol feminino do Ministério do Esporte, Michael Jackson, acredita que a iniciativa também servirá para fortalecer as equipes e a seleção da modalidade de campo.
“Do futsal, também podemos tirar meninas para jogar o futebol de campo. Uma modalidade anda ao lado da outra. Por isso, uma Secretaria de Futebol tem que enxergar o esporte em todas as suas variantes”, explicou.
A realização do Campeonato Brasileiro Feminino de Futsal foi possível graças ao apoio do Ministério do Esporte, do Governo de Goiás e da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here