Hugol amplia internação para queimados

0
826
Foto: Edson Freitas

Mais usuários do Sistema Único de Saúde de Goiânia e do interior de Goiás podem usufruir dos atendimentos do Hugol – Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira. Foram abertos mais nove leitos na Unidade de Terapia Intensiva adulto, passando de 20 para 29 (um aumento de 45%), e mais quatro leitos na internação dos Queimados, totalizando 10 leitos (aumento de 66%), em outubro. O hospital foi inaugurado em 6 de julho de 2015 e sua capacidade está aumentando gradativamente, seguindo a recomendação do Ministério da Saúde.

O médico Hélio Ponciano Trevenzol, diretor geral da unidade, explica que o planejamento de abertura gradual dos leitos e serviços da unidade garante que todos os sistemas e processos sejam implementados corretamente, colaborando para uma maior segurança dos pacientes atendidos no Hugol.

“O ideal para que riscos na assistência sejam mitigados, devido à complexidade de estruturas hospitalares como essa, é a abertura progressiva dos serviços prestados. E assim estamos cumprindo, priorizando unidades que possuem maior demanda, como é o caso da UTI adulto e Queimados que foram ampliadas”, esclarece o médico.

O vaqueiro Romero Rodrigues de Jesus, 31, foi um dos pacientes da ala de queimados do Hugol. Ele sofreu uma queda de um cavalo no exercício de sua função em agosto desse ano, e foi arrastado pelo animal ocasionando queimaduras por todo o corpo, dentre outros ferimentos graves. O morador da zona rual de Itapirapuã, foi encaminhado ao hospital pelo Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgências, devido à complexidade do caso.

Romero e a mulher dele Ana Clara. Foto: Edson Freitas
Romero e a mulher dele Ana Clara. Foto: Edson Freitas

A história que começou trágica se tornou um exemplo de superação. O paciente foi submetido a uma série de procedimentos cirúrgicos e terapêuticos, sob os cuidados da equipe de Queimados do Hugol. Graças ao êxito no tratamento, recebeu alta hospitalar no dia 23 de outubro e continua sendo atendido na unidade através dos retornos ambulatoriais periódicos com as equipes médicas e assistenciais.

Em um desses retornos, o vaqueiro foi até a ala de queimados para agradecer os cuidados recebidos por quase três meses de internação. Sua esposa, Ana Clara Sousa Lopes, relatou um pouco da experiência vivenciada. Enfática ao abordar sua satisfação com a dedicação da equipe médica e multiprofissional, afirmou que “pelo jeito que ele tava, quando o vi pela primeira vez fiquei muito assustada, mas a equipe médica toda, a psicóloga, a assistente social, enfermeiros, técnicos, foram muito pacientes com a gente, tranquilizaram bastante”.

De acordo com a esposa, Romero teve uma melhora considerável após receber a visita de seu filho, um bebê de apenas 11 meses. Para assegurar a saúde da criança, que ainda está estabelecendo seu sistema imunológico, foi necessário a organização da visita por meio da equipe multiprofissional. Essa percepção da acompanhante demonstra a importância da humanização no ambiente hospitalar e a presença da família durante a recuperação.

Estatísticas
Desde a inauguração até outubro já foram atendidos 13.482 pacientes, realizadas 3.717 cirurgias e 95.785 exames. A média foi de 221% em aumento de capacidade produtiva/atendimento no comparativo de julho e outubro. A unidade demonstrou maior demanda em procedimentos cirúrgicos nas áreas de ortopedia/traumatologia, queimados e cirurgia geral.

O Hugol é a primeira experiência em Goiás de unidade hospitalar com essa capacidade estrutural e perfil de atendimentos em saúde de urgência e emergência com ala de queimados, banco de sangue próprio e futuramente clínica cardiovascular e outras especialidades. (Goiás Agora)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here