Osires Damaso entregou 100 unidades habitacionais

0
1572
A luta pela casa própria se tornou realidade para 100 famílias de Guaraí nesta sexta-feira, 11. Dentre as beneficiadas a aposentada Maria da Purificação, 73 anos,  que recebeu as chaves das mãos do governador em exercício Osires Damaso. Inspirado na organização que resultou na construção das unidades habitacionais, o governador ressaltou o compromisso do Governo do Estado em garantir mais qualidade de vida para população tocantinense.
“A chave da casa própria representa um sonho, mas, na verdade, é um direito do cidadão. O Tocantins não se curva ao pessimismo e, com força, com esperança e com a coragem da nossa gente, construiremos um caminho de alternativas e oportunidades capaz de garantir um futuro melhor para nossas cidades”, ressaltou o governador assumindo o compromisso de, enquanto parlamentar, trabalhar para liberação de emendas visando transporte escolar para atender o setor.
As 100 unidades habitacionais foram construídas com recursos do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS), por meio de parceria do Governo do Estado com o Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), a Caixa Econômica Federal, Prefeitura Municipal de Guaraí e Sociedade de Apoio à Luta pela Moradia do Tocantins. As obras para construção das moradias e da infraestrutura no local contaram com um investimento R$ 5.800.000,00 utilizados na edificação das casas e na infraestrutura local.
De acordo com a coordenadora do MNLM em Guaraí, Kátia Cristina, a conclusão do projeto só foi possível graças às parcerias que foram firmadas em seu desenvolvimento. “Tudo começou como um sonho de que as famílias pudessem ter uma casa própria. E da nossa luta, esse sonho se torna realidade para essas famílias que hoje recebem as chaves de suas moradias. A nossa luta é por muito mais moradia”, ressaltou.
O coordenador geral de Movimentos do Campo e Territórios da Secretaria Nacional de Articulação Social, Eduardo Valdoskti destacou o trabalho do Governo Federal em prol da população brasileira. “O trabalho do Governo Federal é para garantir mais moradia, mais educação, mais qualidade de vida para mais brasileiros. Não vamos caminhar para trás, por meio dos programas sociais estamos mudando a vida de milhares de pessoas”, disse.
Beneficiados
No Tocantins, já foram beneficiados 3.500 famílias com o Programa Minha Casa Minha Vida, por meio do MNLM, nos municípios de Araguaína, Araguatins, Carrasco Bonito, Fortaleza do Tabocão, Pedro Afonso, Bom Jesus e Augustinópolis. Estão em andamento para a construção de outras 2.500 unidades nas cidades de Araguaína, Gurupi, Porto Nacional, Itacajá, Xambioá e Couto Magalhães, Pedro Afonso e Bom Jesus.
A aposentada Maria da Purificação, ao longo de toda a sua vida pagou aluguel. Emocionada, ela falou da realização de ter a casa própria. “Estou muito feliz, as pessoas diziam que essas casas nunca iam sair. Eu sempre confiei e, hoje, graças a Deus, estou recebendo as chaves da minha primeira casa. É um momento de muita alegria, eu estou aqui recebendo a chaves de uma casa, coisa que eu nunca tive na vida”, contou.
Programa
O Programa Minha Casa Minha Vida, modalidade Entidades, é um programa habitacional criado a partir do incentivo do Governo Federal para atendimento à população de baixa renda nas áreas urbanas, garantindo acesso à moradia digna, e tem a finalidade de esclarecer conceitos e fornecer orientação para cada uma das etapas de desenvolvimento do empreendimento habitacional, desde a contratação até a liberação de recursos.
Já o Fundo de Desenvolvimento Social foi instituído pelo Decreto número 103, de 22 de abril de 1991 e é destinado ao financiamento de projetos de investimentos de relevante interesse social nas áreas de habitação popular, saneamento básico, infraestrutura urbana e equipamentos comunitários.
Participantes
A solenidade realizada no setor Esperança, na saída Leste de Guaraí, contou com a presença de Eleonora Mascia, Gerente Nacional de Habitação da Caixa Econômica Federal,  do prefeito do município, Francisco Júlio Pereira Sobrinho; autoridades locais; do presidente da Agência Tocantinense de Ciência, Tecnologia e Inovação (Agetec),  George Brito; do secretário de Desenvolvimento Regional, Urbano e Habitação, Aleandro Lacerda; dos  deputadis estaduais Amália Santana,  Olintho Neto, Elenil da Penha, Nilton Franco, além de vereadores e líderes sociais ligados aos movimentos de luta pela moradia. (Do Site Agora-TO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here