Deputados votam contra aumento de IPVA e taxas do Detran-GO

0
4358

Antes de entrar de recesso, a Assembleia Assembleia Legislativa aprovou, em segunda e última votaçao, na quinta-feira, dia 17, o projeto de lei da Governadoria que altera tabela do Código Tributário do Estado de Goiás e aumenta em 13% as taxas dos serviços prestados pela autarquia. Na justificativa, o Executivo explicou que, apesar do aumento, estava excluindo a cobrança de algumas taxas também. O aumento sugerido foi de 23%, mas após aprovação de emenda apresentada pelo líder do Governo, deputado José Vitti (PSDB), ficou em 13%. A matéria foi aprovada com votos contrários dos deputados Luis Cesar Bueno, Humberto Aidar e Adriana Accorsi (PT) e José Nelto (PMDB). Durante as discussões, Luis Cesar Bueno afirmou que achava que as tabelas de preços dos Departamentos Estaduais de Trânsito eram estabelecidas pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), mas que havia se enganado: “a minoria seria regida pelo órgão nacional. Com autonomia de estipular o valor da grande maioria das taxas, o Detran-GO estaria cobrando preços muito altos, que passarão a ser ainda mais altos com o aumento de 13% (antes de 23%) previsto no projeto de lei”. O rolo comprossor do governo funcionou bem e o contribuinte, mais uma vez, vai pagar a conta.


 

“Lançamos hoje uma importante ferramenta para ajudar a todos a conferir informações e rebater boatos”

Em meio ao processo de impeachment, a presidenta Dilma Rousseff, via rede social, fala sobre o site “Fatos & Boatos”, lançado por ela, onde o cidadão pode conferir informações sobre o governo federal e “rebater boatos” na internet


Palestra no Acre

Durante palestra na Federação das Indústrias do Acre (Fieac), na noite de quinta-feira, dia 17, em Rio Branco, o governador Marconi Perillo (PSDB) disse que no seu quarto mandato o foco é a inovação tecnológica e a competitividade. À imprensa, Marconi falou das experiencia das OS’s nos hospitais, da implantação desse sistema na Educação e do corte gastos e redução de secretarias que fez em Goiás para diminuir o impacto da crise econômica nacional. Marconi teve encontro com a governadora em exercício do Acre, Maria Nazareth Araújo (PT), na Casa Rosada, sede administrativa do governo.

No Amazonas
Antes de chegar no Acre, Marconi Perillo teve encontro com o governador José Melo (Pros), do Amazonas, e com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB). Lá Marconi conheceu a experiência de terceirização do sistema prisional do Amazonas, com visita ao Centro de Detenção Penitenciário Feminino, acompanhado pelo vice-governador Henrique Oliveira (SD). Na sexta foi a Porto Velho (RO) para encontro do Consórcio Brasil Central


Boatos
A política vive de boatos. Um dos mais recentes dizia que Vanderlan Cardoso (PSB), por conta dos desentendimentos com Misael Oliveira (PDT), havia mudado de foco em relação à sucessão municipal de 2016 e decidido ser candidato a prefeito de Senador Canedo, desistindo do projeto de Goiânia.

Pura maldade
Como se sabe, Vanderlan Cardoso tem domicílio eleitoral em Goiânia desde setembro deste ano. Portanto, ele não pode ser candidato em Senador Canedo já que não há mais prazo legal para mudar seu domicílio eleitoral e se candidatar no município.

Missão impossível
O deputado Luis Cesar Bueno lançou sua pré-candidatura a prefeito de Goiânia pelo PT e trabalha para manter a aliança “vitoriosa” PT/PMDB na capital. Só que ele quer o apoio do PMDB para a sua candidatura a prefeito, coisa impossível de acontecer.

Palanques diferentes
Luis Cesar Bueno justifica que o PT é um partido grande que comanda as prefeituras de Goiânia e de Anápolis, o governo federal, além de outras prefeituras em Goiás, o que lhe confere o direito de ter candidato próprio a prefeito da capital. Ele tem razão, mas com esse raciocínio, PT e PMDB estarão em palanques diferentes em 2016, pelo menos no primeiro turno.
Nome do PMDB
Presidente do diretório metropolitano do PMDB, o deputado estadual Bruno Peixoto afirmou nesta semana que Iris Rezende será o candidato do partido a prefeito de Goiânia no ano que vem. Líder absoluto nas pesquisas, Iris não abre mão da cabeça de chapa e, rompida a aliança com o PT, o PMDB estaria muito próximo de se alinhar novamente com o DEM do senador Ronaldo Caiado, como aconteceu em 2014.

Fim da mamata
A casa caiu no SindiGoiânia e deve cair em outros sindicatos também. Aliás, vários deles se tansformaram em espécie de cartórios onde poucos mandam, sem renovação, e os tratam como se fossem seus. Uma das definições para Sinecura: “Emprego ou cargo rendoso que exige pouco trabalho”, ou seja, mamata.

Péssimo estado
Presidente da Agência Goiana de Transporte e Obras Públicas (Agetop), Jayme Rincón não negou, em entrvista à Rádio 730 AM, que várias rodovias goianas estão em péssimo estado de conservação. Ele confirmou que desde agosto a rodovias goianas não recebem manutenção.

Exemplos
As rodovias que ligam Caldas Novas a Ipameri e Pires do Rio, Britânia à Santa Fé e Rio Verde a Montividiu estão em situação muito ruim. “É melhor usar as rotas alternativas, porque as rodovias estão em péssimo estado. Nós pedimos que a população tenha mais um pouco de paciência” . Paciência nessa hora, Rincón?

Defesa da democracia
Prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT) foi um dos 14 prefeitos de capitais que estiveram reunidos com Dilma Rousseff (PT), no Palácio do Planalto, na segunda-feira, dia 14, e que assinaram documento contra o impeachment da presidenta. Dilma teria pedido apoio dos prefeitos, disse Paulo Garcia, não para defender o cargo dela, mas a “democracia” brasileira.

Ação planejada?
Durante inauguração da Agência do Vapt Vupt, o governador Marconi Perillo (PSDB) ouviu do prefeito Maguito Vilela (PMDB), do presidente da Câmara Municipal, vereador Gustavo Mendanha (PMDB) e de outras lideranças locais reiterados pedidos para que termine imediatamente as obras de construção do Instituto Médico Legal de Aparecida de Goiânia, que já duram mais de 10 anos.


Rápidas

Prefeito Maguito Vilela (PMDB) promoveu confaternização na noite de quinta-feira, dia 17, com os secretários municipais e vereadores. O encontro foi realizado numa casa de eventos nas proximidades do Buriti Shopping.

Assembleia Legislativa encerrou na quinta-feira, dia 17, durante sessão extraordinária, as votações que estavam na pauta para este ano e iniciou o recesso parlamentar. Entre outros, foram aprovados o PPA e o Orçamento.
Com a aprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA 2016), a Câmara Municipal de Goiânia também encerrou, na quinta-feira, dia 17, o período Legislativo de 2015 e deu início ao recesso parlamentar que vai até o dia 16/02/2016.

Já a Câmara Municipal de Aparecida só deve entrar de férias bem no finalzinho do ano. Os vereadores serão convocados para sessões extras entre o Natal e o Reveillon para votar vários projetos, entre eles, o novo Plano Diretor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here