Marconi quer Estado competitivo nos próximos de três anos

0
903
Governador Marconi Perillo quer união de esforços da equipe para que metas sejam cumpridas

Durante reunião com o secretariado, governador repassa metas de gestão para o restante de seu governo

Em reunião realizada no fim da manhã de segunda-feira, dia 21, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o governador Marconi Perillo repassou ao seu secretariado os principais desafios para Goiás em 2016. A principal meta, de acordo com ele, é gerar salto de competitividade no Estado para os nos próximos três anos.
Para alcançar o objetivo, apontou como fundamental que os secretários unam esforços e cumpram metas em áreas fins da gestão estadual. Com base em estudos realizados ao longo de 2015 pela Secretaria de Gestão e Planejamento, foram apresentados programas que deverão ser viabilizados a partir de janeiro do próximo ano.
As áreas fins apontadas como essenciais para execução dos programas e alcance das metas englobam as secretarias de Segurança Pública, Educação, Saúde, Secima, Juceg, Controladoria Geral do Estado, Agehab, Detran, Saneago e Agetop.
“Se quisermos avançar em competitividade no Estado, temos que avançar em todas essas medidas e metas”, afirmou o governador emendando que os programas apresentados vão beneficiar diretamente a população goiana. “O essencial para a sociedade está posto aí. Se avançarmos em todos esses indicadores, vamos deixar para a sociedade um governo incrível”, disse.

Gestão eficiente
Marconi ressaltou que o governo estadual continuará pautado na gestão pública eficiente, mas cobrou do secretariado ações precisas e estruturadas visando a profissionalização da gestão, governança pública, transparência e controle social; metas e padrões de desempenho, meritocracia, gestão financeira antecipatória com melhoria da qualidade do gasto; qualidade dos serviços de saúde, segurança, habitação, educação, saneamento, sustentabilidade e assistência social.
Também infraestrutura urbana e de convívio social. E ainda: Educação, qualificação da mão de obra (capital humano), infraestrutura econômica, ambiente de negócios, promoção de investimentos e inovação.

Desafios
Os principais desafios do governo de Goiás no próximo ano serão: diminuir a incidência dos crimes contra a vida; reduzir as mortes por acidentes no trânsito; reduzir a mortalidade infantil; ampliar o acesso à atenção básica de Saúde, com qualidade; promover a conectividade do cidadão goiano; reduzir o déficit habitacional; ampliar o acesso ao saneamento adequado; promover o acesso à educação infantil de qualidade; elevar a proficiência dos alunos da rede pública de ensino.
E, ainda, promover a expansão e a qualificação da oferta da educação profissional; ampliar e qualificar o investimento em ciência, tecnologia e inovação; promover a qualidade dos negócios; melhorar a qualidade da infraestrutura de transporte rodoviário; aumentar a transparência, aprimorar a prestação de contas à sociedade, e intensificar a oferta de serviços digitais para o cidadão.
Outro ponto destacado na reunião foi a necessidade de se intensificar o combate à evasão escolar. De acordo com dados apresentados, os índices de evasão escolar estão diretamente relacionados ao aumento da criminalidade no Estado. Foram estipulados os prazos de 29 de janeiro para conclusão e estruturação dos programas; 19 de fevereiro para análise de financiabilidade; e 26 de fevereiro para pactuação de entrega dos programas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here