Ipasgo adota medidas para garantir qualidade no atendimento

0
682

Durante vistoria à obra do Hospital do Servidor Público (HSP) comandada pelo governador Marconi Perillo na manhã desta terça-feira, o presidente do Ipasgo, Francisco Taveira Neto, teve a oportunidade de esclarecer o conteúdo da Portaria 14-2015, editada pelo órgão e que limita em 30 consultas semanais e 120 mensais o número de consultas para cada médico, por meio do Ipasgo Saúde. Segundo Taveira Neto, a medida foi tomada para conter abusos registrados por cerca de 10% dos médicos conveniados, que chegaram a registrar até 600 consultas por mês. “Nossos levantamentos mostraram abusos que devem ser contidos. Quando um médico realiza 600 consultas por mês, isso significa que ele está dedicando 10 minutos a cada paciente, e isso não condiz com os padrões de qualidade prezados pelo Ipasgo”, explica.

Em linhas gerais, o presidente afirmou que o usuário não sentirá mudança alguma. “Se ele tiver dificuldade na marcação de consulta médica basta entrar em contato conosco pelo 0800 62 19 19 e serão analisados cada um dos casos na busca pela solução”, orienta Taveira Neto. Como medida para garantir a qualidade do atendimento conferido ao usuário, o presidente mencionou que foram desligados 74 profissionais devido às constantes reclamações na Ouvidoria do órgão. “Nos últimos anos demos saltos de qualidade na melhoria do atendimento com a implantação do teleagendamento, de aplicativo para celular de agendamento de consulta, entre outros serviços. Não seria coerente adotarmos medidas de retrocesso. Estamos primando pelos padrões respeitosos de atendimento aos nossos usuários”, concluiu.

O presidente adiantou que em janeiro próximo será aberta uma unidade própria do Ipasgo no Setor Universitário no formato de um centro clínico que vai dar ênfase às especialidades que a ouvidoria registrar maiores deficiências como pediatria, por exemplo.

Hospital do Servidor
Lançado no final de 2014, o Hospital do Servidor Público deve ser concluído até o final do ano de 2016 e iniciar os atendimentos no início de 2017. O prédio está sendo construído na Avenida Bela Vista, no Parque Acalanto, região Sul de Goiânia. Os trabalhos, segundo o presidente do Ipasgo, estão dentro do cronograma. De acordo com Taveira, estão prontos 100% da fundação; 90% da estrutura; 30% da alvenaria e foram iniciadas as instalações elétricas e hidráulicas.

O HSP contará com oito blocos que ocuparão uma área de 24 mil metros quadrados. Os 211 leitos projetados serão distribuídos da seguinte maneira: 40 para internação em apartamento, 76 para internação em enfermaria, 30 leitos de UTI, 25 de recuperação, 18 de quimioterapia e 22 de emergência/observação. O Governo de Goiás acredita que, com a sua conclusão, o Hospital vai somar forças à rede hospitalar conveniada, sendo uma opção a mais de tratamento para os 605 mil usuários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here