Legalização de recursos depositados no exterior pode ajudar municípios

0
1256
O presidente a Associação Tocantinense de Municípios (ATM) e prefeito de Brasilândia do Tocantins, João Emídio de Miranda, falou na manhã de quinta feira (29), na rádio CBN Tocantins, no programa Café com Noticias, sobre a repatriação de capitais brasileiros, que foi aprovado pelo senado em dezembro, e que ainda falta a sanção da presidente Dilma Rousseff.
A falta de recurso no ano de 2015, afetou os municípios  financeiramente, começando pela falta do fechamento das contas, folha de pagamento do décimo terceiro,  dificuldades de organizar as despesas. João Emídio acredita que, se o projeto que está em tramitação for aprovado, os municípios do Tocantins terá oportunidade de organizar as finanças.
O Projeto de Lei 2.960/15 é umas das medidas para aumentar a arrecadação do Governo, prevendo o orçamento para 2016. Essa PL tem o objetivo de regulamentar e legalizar os recursos depositados no exterior. De acordo com a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), com a aprovação do Projeto pela Presidente, a medida poderá render R$ 348 milhões aos municípios tocantinenses.
Segundo João Emídio, esse repasse poderá ajudar no reequilíbrio das contas, que foram bastante afetadas pela queda de transferências federais e pela crise econômica. Todo dinheiro que entra nos cofre do município é bem aproveitado e é bem vindo. Com este recurso, a administração municipal vai investir na educação, saúde, transporte, manutenção de vias.(Do Site Agora-TO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here