Réveillon 2016 será no estacionamento do Serra Dourada

0
1137

O Réveillon 2016, patrocinado Governo de Goiás através da Agência Estadual de Turismo, será realizado nesta quinta-feira, dia 31, em Goiânia. O principal espetáculo da noite é o Cabaré, já apresentado por todo o Brasil, com os artistas Leonardo e Eduardo Costa. O balé faz parte do espetáculo e agrega beleza e glamour ao show dos sertanejos.

A partir das 21 horas, as duplas Eddy e Bruno e Vini Matos e Fernando subirão ao palco. A apresentação e animação ficam por conta do locutor de rodeios Cuiabanno Lima. Esse ano, o evento de comemoração da virada do ano, no estacionamento do Estádio Serra Dourada, vai proporcionar mais espaço e comodidade ao público. Todos os shows serão gratuitos e espera-se o comparecimento de cerca de 50 mil pessoas. À meia-noite ocorrerá a tradicional queima de fogos, um verdadeiro espetáculo pirotécnico. A segurança do público será reforçada pela Polícia Militar e apoio do Corpo de Bombeiros.

Impacto econômico
A realização de um show como o Cabaré fortalece Goiânia enquanto cidade produtora de eventos e promove o nome do Estado de Goiás como opção de passeio. O evento deve causar um impacto positivo na economia de Goiânia e de Goiás. O fim do ano é uma época de baixa ocupação nos hotéis da capital. Espera-se que o espetáculo provoque o deslocamento de visitantes do interior de Goiás e também de outros Estados.

Dados do Instituto de Pesquisas Turísticas estimam que o gasto médio por pessoa é de R$ 150 por evento. Alguns gastam bem mais que esse valor devido a custos com hospedagem, roupas, transporte, beleza, alimentação e comunicação, entre outros. A conta feita pelo IPTur é de que cerca de R$ 7,5 milhões devem ser injetados na cadeia produtiva do turismo (que possui mais de 50 itens) por esse público estimado.

Considerando a carga tributária brasileira em torno de 33%, a arrecadação de impostos será de R$ 2,5 milhões. Deduzido o valor investido no evento, o saldo positivo ficará por volta de R$ 1,3 milhão. Essa conta refere-se à arrecadação direta. Além disso, deve-se considerar a geração de empregos e o impacto econômico indireto. Os investimentos da Goiás Turismo voltam para o Governo do Estado na forma de impostos arrecadados e da popularização do acesso à cultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here