Recuperação de rodovias começa em fevereiro

0
729
Governador Marconi Perillo está retornando para Goiás. Perillo classificou o acontecimento como "barbárie política". Foto: divulgação

Governador Marconi Perillo autoriza liberação de R$ 212 milhões para manutenção e conservação de 21,7 mil quilômetros de rodovias estaduais em 2016

O governador Marconi Perillo assinou no fim da manhã de quinta-feira, dia 14, a abertura de crédito do Programa Rodovida Manutenção e Conservação – Fase 2, da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), no valor de R$ 212 milhões, para serem investidos em Goiás ao longo de 2016. No total, a ordem de serviço vai abarcar 21,7 mil quilômetros de rodovias estaduais. Os trechos já foram licitados e a Agetop pretende iniciar frentes de trabalho em fevereiro.
“Em nenhum momento da história de Goiás, em um ano atípico de crise, o governo destina um valor de R$ 212 milhões. Nós conseguimos chegar, no máximo, a R$ 6 (milhões) ou R$ 8 milhões por mês. Agora, extraindo o mês de janeiro, nós investiremos rigorosamente cerca de R$ 20 milhões por mês na manutenção e conservação de rodovias”, afirmou Marconi.
O presidente da Agetop, Jayme Rincón, lembrou que o governador vem investindo prioritariamente na construção e reconstrução de rodovias no Estado e ressaltou a marca de 5 mil quilômetros de rodovias reconstruídas entre 2011 e 2015.

Apagão
“Em janeiro de 2011, quando o senhor assumiu o governo, o Estado de Goiás vivia a pior fase de sua história. Vivíamos um apagão de investimentos em infraestrutura. O senhor mudou esse cenário e chegamos a mais de 5 mil quilômetros de rodovias reconstruídas até agora. Neste ano, a partir do fim do período chuvoso, iremos retirar essa imagem negativa e chegaremos ao fim de 2016 de uma forma totalmente diferente da que vivemos hoje”, afirmou Rincón.
O vice-governador José Eliton destacou o empenho da Agetop na viabilização dos recursos. “A Agetop fez uma transformação na infraestrutura do Estado. A Agetop tem feito um trabalho de excelência na capital e em todas as regiões do Estado. No ano passado, precisou contingenciar investimentos em virtude de uma crise sem precedentes na história do País. Mas, agora, após as medidas sérias de ajustes fiscais implementadas pelo governador Marconi Perillo, consegue o Governo reunir as condições adequadas para retomada de todas as obras de construção e reconstrução”, pontuou.
Marconi afirmou que fiscalizará pessoalmente o andamento das obras, e se propôs a atuar como tesoureiro para garantir a execução dos projetos. “Eu queria dizer aqui que eu vou ser o tesoureiro dessa história. Chegando as faturas, tragam para mim, porque eu vou resolver pessoalmente o pagamento imediato.”

Contas equilibradas
O governador discorreu sobre o momento de crise financeira nacional, mas garantiu que Goiás atravessará este ano com as contas equilibradas. “Vamos ter um avanço extraordinário neste ano. E o ano que vem vai ser o ano da consolidação. Nós continuamos preocupados com a crise, nos preparamos para enfrentá-la, tivemos coragem de enfrentar todas as medidas necessárias para chegarmos ao ano de 2016 em uma situação menos difícil”, disse.
Na implantação do Programa Manutenção 2 (Conservação Integrada), as atividades foram organizadas em grupos, divididos em rodovias pavimentadas e em não pavimentadas. Serão executados conservação rotineira de faixa de domínio, pista de rolamento, acostamento, de pontes mistas e de madeira, dispositivos rodoviários e serviços especiais.
Constam do escopo do programa Rodovida Manutenção 2, incluídos nos 27 lotes, a manutenção e operação de dez balsas localizadas em rodovias não pavimentadas, na travessia de cargas e passageiros, em locais onde não existem pontes. E ainda a conservação rotineira e melhoramentos dos sítios aeroportuário e predial, de 27 aeródromos em 27 municípios.


 

Dados técnicos

Valor da Licitação: R$ 987 milhões (em até 60 meses)

Lotes/Extensão:
1 a 17 – Rodovias pavimentadas – 12.716,60 quilômetros
18 a 27 – Rodovias Não pavimentadas – 8.883,20 quilômetros
Extensão Total: 21.599,80 quilômetros (toda a malha rodoviária)


Balsas/trechos

GO-239 – Rio Crixás-Açu – Entroncamento GO-156
GO-464 – Usina-Rio São Feliz
GO-080 – Rio Maranhão-Barro Alto
GO-112 – Rio Paranã-Nova Roma
GO-338 – Rio das Almas-Entroncamento BR-153
GO-324 – Jacilândia-Britânia (Lago dos Tigres)
GO-188 – Rio Caiapó-Entroncamento BR-070
GO-118 – Três Ranchos-Rio Paranaíba
GO-330 – Rio São Marcos-Entroncamento BR-050
GO-210 – Davinópolis-Rio Paranaíba


Aeródromos/Cidades

Alto Paraíso de Goiás, Anápolis, Aragarças, Aruanã, Caiapônia, Campos Belos de Goiás, Catalão, Ceres, Cristalina, Goiânia (Aeródromo Nacional de Aviação), Goiás, Ipameri, Iporá, Mineiros, Morrinhos, Mozarlândia, Niquelândia, Palmeiras de Goiás, Pirenópolis, Pires do Rio, Porangatu, Posse, Quirinópolis, Santa Helena de Goiás, São José dos Bandeirantes, São Miguel do Araguaia e Uruaçu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here