Mais 69 municípios recebem força-tarefa esta semana

0
1111

O movimento Goiás contra o Aedes realiza nesta semana, desta segunda-feira, dia 18, ao dia 22, sexta-feira, força-tarefa em 69 municípios goianos, em diferentes regiões do Estado. A meta é a realização de quatro vistorias em todos os imóveis do Estado até o mês de junho, visando a erradicação do mosquito em Goiás e a prevenção de casos de dengue, zika e chikungunya.

A força-tarefa começou em Trindade, no dia 16 de dezembro, um dia depois do lançamento do movimento. Desde então, 145 municípios goianos foram vistoriados. As equipes, compostas por agentes comunitários de saúde, agentes de endemias, bombeiros e voluntários, visitam casas, estabelecimentos comerciais e lotes baldios, checam se tem ou não focos do Aedes aegypti, eliminam os criadouros e orientam os ocupantes a realizar essa tarefa rotineiramente.

Nos 145 municípios em que foram realizadas a força-tarefa, 307.128 imóveis foram visitados. Destes, 229.461 foram trabalhados. Os demais não foram inspecionados porque estavam fechados ou porque os ocupantes se recusaram a receber a equipe. Na tentativa de abranger todos os imóveis, as equipes retornarão ao local ainda neste mês. Até o momento foram detectados 9.847 imóveis com focos, o que equivale a 4,29% dos imóveis trabalhados. Este fato é considerado grave, tendo em vista que cada foco abrange um raio de 150 metros.

Reuniões preparatórias
O Goiás contra o Aedes é desenvolvido pela SES em parceria com o Corpo de Bombeiros, prefeituras municipais e entidades e instituições afins. Antes do desenvolvimento da força-tarefa, os prefeitos e secretários municipais de saúde participam de reuniões preparatórias na sede da SES, quando recebem informações técnicas sobre a importância da ação e são sensibilizados a mobilizar a população.

O secretário Leonardo Vilela avalia que a visitação de casa em casa e a orientação à população quanto à adoção de medidas rotineiras são efetivas para combater o mosquito. “O Aedes aegypti foi eliminado em 1955, quando as condições para o combate ao mosquito eram mais desfavoráveis que atualmente”, acentuou o secretário. Ele ressalta que é fundamental o envolvimento da população e de toda a sociedade civil para o êxito da megaoperação.

Municípios da força-tarefa
18 de janeiro
Ipameri
Matrinchã
Baliza

19 de janeiro
Buriti Alegre
Aragoiânia
Doverlândia
Caldas Novas
Nova Aurora
Itajá
Bonfinópolis
Teresina de Goiás
Porteirão
Santa Isabel
Cirilândia (Distrito)
Montividiu do Norte
Damianópolis
Itauçu
Caturaí
Mara Rosa
Amaralina
Assentamento Paineiras
São Domingos
Orizona
Aragarças
Itaguari
São Simão
Uruana
Sanclerlândia
Adelândia

20 de janeiro
Anápolis
Santa Rosa
Simolândia
Nova Glória
Santa Fé
Bom Jardim de Goiás

21 de janeiro
Ouro Verde de Goiás
Itarumã
Panamá
Hidrolândia
Caiapônia
Água Limpa
Ouvidor
Três Ranchos
Lagoa Santa
Minaçu
Maurilândia
Barro Alto
Vila Propício
Mutunópolis
Santa Tereza
Varjão
Araçu
Damolândia
Campos Belos
Monte Alegre de Goiás
São Luiz do Norte
Hidrolina
Cristalina
Vianópolis
Taquaral de Goiás
Cachoeira Alta
Buriti de Goiás
Córrego do Ouro
Rianápolis

22 de janeiro
Mossâmedes
Nova Roma
Nova América
São João da Paraúna

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here