Operação Carnaval chega a 17 cidades

0
1083

A partir das 10 horas desta sexta-feira, dia 5, 573 bombeiros partem de Goiânia para 17 cidades do interior de Goiás para reforçar a segurança dos foliões nos principais pontos turísticos durante a Operação Carnaval 2016.

Segundo o coordenador da operação, tenente-coronel Hélio Cristiano do Carmo, o efetivo será enviado para os municípios que solicitaram reforço, além dos locais onde o feriado prolongado é comemorado tradicionalmente como Caldas Novas, São Simão, Aruanã, Três Ranchos, etc.

Os militares serão distribuídos em postos avançados montados à beira de lagos, represas e rios, onde se observa uma grande concentração de turistas e serão utilizadas embarcações como canoas e moto náuticas, além dos equipamentos de segurança obrigatórios como coletes salva-vidas e boias. Os bombeiros estarão prontos para o atendimento e o resgate à população.

“Os comandantes dos quartéis fazem o estudo da situação e encaminham uma previsão do quantitativo de visitantes que cada cidade irá receber e, diante dessa informação, é realizado um levantamento de qual efetivo será necessário para reforçar a unidade”. afirma. A missão é prevenir afogamentos. No Carnaval de 2015, conforme estatísticas divulgadas pela corporação, oito pessoas morreram afogadas em Goiás. A preparação para o trabalho foi planejada e ocorre desde o início do ano.

A experiência dos anos anteriores mostra que quase todas as mortes nos balneários poderiam ter sido evitadas, já que a causa da maioria dos afogamentos é a imprudência da própria vítima ou de alguém que a acompanhava.  O perfil das vítimas de afogamento é jovem, do sexo masculino, com idades entre 14 e 21 anos. Boa parte consome bebida alcoólica antes de entrar na água ou não respeita faixas de contenção.

Conscientização
Para evitar tragédias, o Corpo de Bombeiros irá incentivar a conscientização por meio de palestras sobre prevenção de afogamentos e noções de primeiros socorros em escolas de ensino fundamental

A

expectativa é atingir um público de aproximadamente 5 mil crianças de 6 a 9 anos, uma vez que elas são consideradas vulneráveis e também podem repassar os ensinamentos aos pais em casa.

“Daí a necessidade de promovermos palestras em escolas ao longo desta semana nas unidades de quartel de Goiânia e do interior falando a respeito dos perigos de lagos, de clubes, de rios e treinamentos nos quartéis operacionais para o pessoal que vai trabalhar na operação. Nosso lema é Sem segurança, não há festança“, afirma. A atenção é maior com as crianças porque, de acordo com o tenente-coronel, elas são consideradas vulneráveis.

Também serão distribuídos 10 mil panfletos informativos com dicas de segurança para a população.

Dicas de segurança

De acordo com o Corpo de Bombeiros, cada pessoa pode também cuidar da sua segurança, evitando os acidentes. Para isso, o principal é seguir as orientações:

 Ao sair de casa, certifique-se: 

– Se o registro do botijão de gás está fechado;

– Verifique se os aparelhos elétricos estão desligados, inclusive com o cabo de força retirado da tomada, se existir algum que deva permanecer ligado, certifique-se que o mesmo ficará em uma tomada exclusiva, evitando a sobrecarga;

– Não deixe crianças e pessoas com idade avançada sozinhas em casa;

Ao procurar um lugar para nadar

– Escolha um local conhecido e nunca vá sozinho

– Obedeça a sinalização de perigo

– Procure sempre local onde existe a presença de guarda-vidas ou bombeiros.

– Não beba antes de entrar na água

– Não se afaste da margem, mesmo se souber nadar

– Não tente salvar pessoas em afogamento sem estar devidamente habilitado. Prefira lançar flutuadores para salvar pessoas ao invés da ação corpo a corpo

– Evite brincadeiras de mau gosto (“caldos”, “trotes”, “saltos”)

– Não deixe as crianças sozinhas

– Pilotos e passageiros de embarcações devem usar o colete salva-vidas

– Use colete salva-vidas quando estive praticando pesca de barranco ou quando estiver em embarcações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here