Euler de Morais entra na disputa pela prefeitura de Aparecida de Goiânia

0
1596

Secretário Municipal de Governo e Integração Institucional, Euler de Morais deve colocar seu nome à disposição do PMDB nos próximos dias como pré-candidato a prefeito de Aparecida de Goiâna. Discreto, Euler de Morais diz que, além de um bom nome para disputar a eleição, Aparecida precisa de um gestor capaz de dar sequência ao trabalho do prefeito Maguito Vilela. Ele vai iniciar a pré-campanha conversando com lideranças de todos os segmentos, vereadores e secretários municipais. Euler de Morais é homem de confiança do prefeito Maguito Vilela e há mais de 20 anos atua ao lado dele. Já foi secretário de Solideriedade Humana no governo Maguito e, na sequência, deputado federal. Assessorou Maguito no Senado e na Frente Nacional de Prefeitos (FNP). Hojé é um dos principais secretários da prefeitura de Aparecida. “Aparecida cresceu muito nos últimos anos e precisamos consolidar o projeto implantado por Maguito no município”, diz Euler para justificar sua pré-candidatura.


220 dias no exterior
O governador Marconi Perillo (PSDB) iniciou pela Oceania, passando por Dubai para um dia de descanso, a sua 16ª viagem internacional desde que assumiu o terceiro mandato, em 1º de janeiro de 2011. A cada viagem Marconi permaneceu, em média, duas semanas fora do Brasil. Assim, em cinco anos, o governador ficou cerca de 220 dias no exterior.

Sete meses e 10 dias
Sempre que Marconi faz viagens internacionais em caráter oficial, o vice-governador José Eliton (PSDB) assume o governo de Goiás. Assim, nesses pouco mais de cinco anos da segunda era Marconi, José Eliton estará completando, quando o governador retornar, sete meses e 10 dias no comando do governo de Goiás.


Giro pelo mundo
O governador Marconi Perillo já visitou quase todos os continentes, exceto a África, em viagens oficiais ou curtindo férias com a família.

Sem patrocínio
Depois da repercussão negativa da notícia amplamente divulgada nas redes sociais, o governo de Goiás desmentiu na Quarta-feira de Cinzas, dia 10, que teria patrocinado em R$ 5 milhões, de forma direita ou indireta, a escola de samba Imperatriz Leopoldinense que homenageou no carnaval deste ano a dupla sertaneja Zezé Di Camarco e Luciano.

Apoio institucional
O apoio do governo estadual à Imperatriz Leopoldinense teria sido apenas institucional “Do governo de Goiás não vai sair nem um centavo. Fizemos questão de acertar isso entre nós”, disse Marconi em entrevista.

Pois é!
Só faltou dar explicações sobre a comitiva de 300 pessoas que o governo de Goiás teria levado para a Marquês de Sapucaí com despesas pagas pelo erário.

Pegou mal
Pegou mal também para o prefeito Paulo Garcia (PT) ter ido ao Rio de Janeiro para assistir aos desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí enquanto vários bairros de Goiânia se derretiam debaixo d’água. Apanhou muito nas redes sociais por causa dissso. Por onde anda ouve desaforos da população…

Oposição viva
Bancada estadual do PMDB promete estremecer as estruturas do governo de Goiás na abertura do trabalhos legislativos de 2016 durante sessão desta segunda-feira, dia 15, a partir das 15 horas.

Modernidade
Eleito vice-presidente regional do PMDB, o deputado estadual José Nelto disse a amigos numa roda de bar logo após o encerramento da convenção do partido, na sexta-feira, dia 5, que a legenda passará por uma grande transformação em Goiás, com gestão moderna e dinâmica, jamais vista antes.
Moderação
Apesar da intensa disputa entre iristas e maguitistas, Daniel Vilela pregou a unidade do partido em seu primeiro discurso como novo presidente do PMDB de Goiás. Ele ressaltou a importância de Iris Rezende para o partido e os feitos dele nas suas gestões como governador e prefeito de Goiânia.
Nome para prefeito
Apesar de ter sido derrotado na convenção do PMDB, Iris Rezende continua sendo o principal nome do partido para concorrer à prefeitura de Goiânia neste ano.

Prefeito cassado
Prefeito de Mara Rosa, Elvino Coelho Furtado (PSD) perdeu o mandato na semana passada porque estaria descontando em folha o valor dos empréstimos consignados dos servidores mas não estaria repassando o montante à Caixa Econômica Federal.

Comissão Processante
Elvino Coelho foi cassado por uma Comissão Processante da Câmara Municipal de Mara Rosa por improbidade administativa. O agora ex-prefeito também estava atrasando o repasse do duodécimo da Câmara de Vereadores. O vice, Flávio Batista de Souza, conhecido como Flávio Tatu (PDT), virou prefeito. Se a moda pega…

Parte podre
Deputado federal Delegado Waldir (PSDB) usou sua página no Facebook para atacar as organizações Sociais. “para quem pensava que Organizações Sociais, as OS´s na saúde pública estadual eram uma “Brastemp”… intocáveis, irreparáveis, perfeitas… começaram a surgir a parte podre… Esse mesmo modelo que o Prefeito quer instalar na saúde em Goiânia…”

Problemas
Conforme denunciou o Delegado Waldir, faltam medicamentos e até mesmo seringas no HGG: “diluindo medicação de 10 ml em duas seringas de 5 ml, desperdício de material. Não tem luvas, lençóis… e os pacientes homens tendo que usar camisolas… porque a lavanderia fica em Brasília. No caso do HUGO, o paciente aguarda há mais de 60 dias uma prótese de quadril que custa mais de R$ 40.000…”, Pois é.

Sem presidente
A comissão provisória do PSDB de Aparecida de Goiânia está sem presidente desde a semana passada. O advogado Alysson Cabral renunciou por determionação do Delegado Waldir, que o havia colocado no cargo. A mesma coisa está ocorrendo nos diretórios dos municípios onde o deputado tem influência no partido.

Falta entendimento
Até agora não houve entendimento entre os tucanos aparecidenses sobre quem deve presidir a comissão provisória. Um dos nomes cotados é o do vereador Manoel Nascimento. Mas ele não tem apoio da maioria.

De fininho
Ex-deputada federal Iris de Araújo cansou de ouvir os discursos ao final da convenção estadual do PMDB e deixou o palanque das autoridades discretamente, sem ser percebida, durante discurso de Daniel Vilela.

Habilitação
Se haverá prévias no PSDB de Aparecida ninguém sabe, assim como em Goiânia, mas o Professor Alcides Ribeiro Filho já entregou documentação no partido se habilitando a participar do processo de escolha do candidato a prefeito no município.

Dois nomes
Pela base do prefeito Maguito Vilela dois nomes despontam como prefeitáveis entre os nove que o PMDB tem em Aparecida: Euler de Morais e Gustavo Mendanha. Os demais já estão jogando a toalha.
Sem o PT
Já é quase certo que o PT deve ficar fora da chapa majoritária liderada pelo candidato a prefeito do PMDB em Aparecida. A aliança entre os dois partidos no município vai bem, mas os principais nomes na disputa avaliam outras possibilidades.

Cartas marcadas
Em Goiânia já não há mais dúvida. O deputado Giuseppe Vecci será o escolhido pelo PSDB para se candidar a prefeito neste ano. Com a saída do Delegado Waldir da disputa, ele deve atropelar o vereador Anselmo Pereira que ainda insiste em disputar as prévias do partido.

Reunião com o PSDB
Giuseppe Vecci teve reunião na sexta-feira passada com membros do Diretório Estadual do PSDB para tratar sobre prévias do partido, marcadas para o dia 21. A reunião foi na sede do partido.


Rápidas

Deputado estadual Ernesto Roller (PMDB) trabalha candidatura a prefeito de Formosa, no Entorno de Brasília. Ele é tido hoje como favorito.

Coronel Mauro Sales de Araújo, comandante-geral do 2º CRPM, com sede em Aparecida, já decidiu que será candidato a vereador este ano. Só falta definir o partido.
O deputado federal Daniel Vilela venceu a convenção do PMDB com 73% dos votos válidos, contra 26% de Nailton Oliveira, apoiado por Iris Rezende.

Paulo do Valle, ex-secretário municipal de Saúde de Rio Verde, é o nome do PMDB para prefeito do município nas eleições deste ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here