Iniciativa veio da necessidade de melhorar a leitura

0
1599
Leitura coletiva do livro "Eu sou Malala" inspirou educandos da Escola Municipal José Carlos Pimenta a valorizarem o direito à educação

Em 2015, depois de uma prova de língua portuguesa frustrada, 90% das notas baixas e alunos que não gostavam de ler, veio a ideia de uma leitura coletiva, que proporcionasse, além de conteúdo, inspiração e reflexões sobre o estudo e a valorização do direito à educação. O livro escolhido foi “Eu sou Malala”, biografia da mais nova vencedora de um Prêmio Nobel da Paz e que, as 14 anos, sofrera um atentado devido à sua luta pelo direito das meninas paquistanesas frequentarem a escola.
Com apenas um livro, a leitura coletiva foi realizada e mobilizou as outras disciplinas. No site em inglês da Fundação Malala, os alunos da Escola Municipal José Carlos Pimenta descobriram que poderiam ajudar crianças do outro continente, na campanha da jovem paquistanesa
“A cada um dólar, uma criança na escola. Com a montagem de uma cesta básica, os educandos saíram às ruas da comunidade vendendo rifas e arrecadaram quantia que foi trocada em 100 dólares e ajudaram a colocar 100 crianças na escola por um ano.

Doações
Qualquer cidadão de Goiânia ou do país pode contribuir com o projeto, além de ficar envolvido diretamente com a educação dos jovens que têm entre 9 e 14 anos. De acordo com o valor doado, os colaboradores receberão recompensas como uma foto do aluno com o livro, cartinha manuscrita do aluno agradecendo a doação, ler um trecho de livro com os alunos por videoconferência.
As doações para o projeto “Alimente heróis com livros” serão feitas a partir do dia 14, pelo site www.catarse.me/heroisleitores. O valor mínimo para doações é de R$ 30,00.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here