Daniel Vilela: nova referência da oposição no Estado de Goiás

0
1858

Novo presidente do diretório regional do PMDB, o deputado federal Daniel Vilela se torna referência como o principal nome da oposição ao governo Marconi Perilllo (PSBD) em Goiás. Ele faz críticas pontuais e severas ao governo. Na última, o parlamentar disse que Goiás tem o maior déficit de policiais militares no Centro-Oeste e denunciou que a redução do efetivo da PM é um dos principais fatores da crise na segurança pública no Estado. Além da oposição ao governo de Goiás, Daniel Vilela está trabalhando para fortalecer o PMDB para as eleições de 2016 e 2018, quando deve ser candidato a governador. Ele e sua equipe prometem promover gestão revolucionária no comando do partido. Uma das estratégias é fortalecer a legenda em locais onde tem dificuldade eleitoral. Assim, Daniel vai dar atenção especial ao Entorno de Brasília e a cidades como Anápolis, Intumbiara, Morrinhos e Caldas Novas. Ele também pretende visitar os 100 maiores municípios do Estado nos próximos meses. Outra meta do PMDB é eleger diretórios nos 246 municípios goianos. Depois que destituiu todos os diretórios no ano passado, o partido já fez eleições em 146 municípios. A meta é eleger os membros e as executivas do partido para substituir as 100 comissões provisórias até junho. Na sexta-feira, dia 19, Daniel Vilela comandou reunião dos peemedebistas em Itumbiara, no Sul de Goiás.


“Os atos de investigação em relação aos quais o senador poderia interferir, especialmente a delação premiada de Nestor Cerveró, já foram efetivados”


Ministro Teori Zavascki, do STF, ao revogar a prisão preventiva do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), preso após ser gravado oferecendo fuga para que ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró não fizesse delação no caso do Petrolão.

Só pra lembrar
Desde de quinta-feira, dia 18, já está valendo  a chamada “janela da infidelidade partidária” que permitirá a vereadores e deputados a troca de partido sem correrem risco de perda de mandato.

Por 30 dias
A Emenda Constitucional foi promulgada na quinta-feira mesmo e abre prazo de 30 dias para o troca-troca partidário, portanto, até o dia 19 de março.


A mais falada
Em Goiás, a mudança mais significativa será a do deputado federal Delegado Waldir Soares, que vai trocar o PSDB por um partido que lhe garanta a candidatura a prefeito de Goiânia neste ano. Ele deve se filiar a uma sigla que tenha tempo significativo na televisão, provavelmente o PR da deputada federal Magda Mofatto.

Ilegal e imoral
Um dos mais renomados advogados eleitorais de Goiás, Dyogo Crosara classifica a janela para a mudança de partido de “imoral” e “ilegal”. Ele alerta que “a ilegalidade da emenda constitucional é flagrante e será objeto de exame pelo Supremo Tribunal Federal, com elevadas possibilidades de vir a ser revogada”.

Riscos
Sendo assim, há riscos de perda de mandato. “A palavra final sobre a legalidade dessa janela será do Supremo Tribunal Federal, que já se pronunciou anteriormente pela necessidade de garantir a fidelidade partidária”, escreve Crosara.

Na disputa
Ex-deputado federal Sandro Mabel dá demonstrações de que vai entrar na disputa interna do PMDB para concorrer à prefeitura de Aparecida de Goiânia neste ano. A pessoas próximas ele não nega a possibilidade. A notícia causa alvoroço na política do município, em todos os partidos.

Fora do tempo
Como Sandro Mabel vem negando a condição de pré-candidato a prefeito desde o ano passado, quando transferiu seu domicílio eleitoral para Aparecida de Goiânia, muita gente acha que passou do tempo dele se lançar pré-candidato e, se insistir, não terá apoio da base do prefeito Maguito Vilela

Sem prévias
Por falta de entendimento na escolha do novo presidente da Comissão Provisória do PSDB de Aparecida, as prévias deste domingo, dia 21, para escolha do candidato a prefeito do partido, foram adiadas por tempo indeterminado. O pastor Jair Antônio, ligado politicamente ao deputado federal João Campos, e o ex-deputado Chico Abreu, ligado ao ex-prefeito Ademir Menezes (hoje no PSD), disputam a presidência da comissão provisória.

Dois nomes
Apesar do adiamento das prévias, o PSDB de Aparecida continua com dois nomes na disputa interna para concorrer a prefeito nas eleições deste ano: O vice-prefeito Ozair José e o Professor Alcides Ribeiro Filho.


Pois é!
Mesmo com o compromisso feito de apoiar a candidatura do vereador Gustavo Mendanha, caso este seja escolhido pelo PMDB, o deputado estadual Marlúcio Pereira (de saída do PTB para o PRB) lançou sua candidatura prefeito de Aparecida, rachando ainda mais a base do governador Marconi Perillo (PSDB) no município.

Bom para a situação
Esse racha no grupo marconista em Aparecida de Goiânia é bem visto pelo grupo ligado ao prefeito Maguito Vilela (PMDB). A divisão da oposição só beneficia a situação no município. Até a bem pouco tempo, a oposição é que apostava no racha da base maguitista. Está acontecendo o contrário.

Nome para Goiânia
Deputado Federal Giuseppe Vecci é o nome do PSDB para a prefeitura de Goiânia. Além de Anselmo Pereira, os deputados federais Delegado Waldir Soares e Fábio Souza queriam a vaga no partido, mas pararam pelo caminho.

Decidido
A senadora Lúcia Vânia, presidente regional do PSB, descartou na manhã de sexta-feira, dia 19, antes da abertura do congresso do partido em Goiânia, qualquer possibilidade de aliança para apoiar um nome do grupo marconista para as eleições na Capital neste ano. O PSB já tem candidato a prefeito, que é Vanerlan Cardoso, e está disposto a firmar alianças, desde que em torno do nome do seu partido, disse ela.

Números preocupantes
Dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública mostram que 3,5 mil policiais militares atuavam em Goiânia 10 anos atrás. Atualmente, o efetivo é composto por 1.582 homens, o que configura uma redução de 54% no efetivo, enquanto a população goianiense cresceu  14%, de 1,2 milhão para 1,4 milhão de habitantes.

Sensasão de insegurança
A sensação de insegurança, dentro e fora de casa, é assustadora mesmo. A quantidade de policiais militares nas ruas de Goiânia hoje é praticamente o mesmo do início da década de 1980, quando a capital tinha uma população bem menor e era considerada uma das mais seguras do País. As informações são da SSP-GO.

Devedores
A Prefeitura de Goiânia fechou o ano de 2015 com recorde de protesto de devedores: 287.079. Conseguiu receber cerca de R$ 47,3 milhões dos mais de R$ 763 milhões que os cidadãos protestados devem ao município.

Mãos de ferro
A Secretaria de Finanças garante que não vai desistir. Promete endurecer a cobrança e anunciou até parceria com o Ministério Público de Goiás. Não haverá alívio nem para o IPTU 2016. Quem não quitar o débito ou parcelá-lo até dia 22 de fevereiro será negativado no mesmo mês. Se atrasar três parcelas, consecutivas ou não, o devedor estará no SPC e Serasa até maio.


Caixa preta
Deputado José Nelto (PMDB) vai pedir que o Ministério Público investigue abusos salariais do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Segundo ele, cerca de 50 nomes nas duas cortes estão ganhando acima do teto estabelecido pela Constituição Fereral.
De volta ao batente
Depois de liderar missão comercial e de mostar Goiás na Austrália e na Nova Zelândia, na Oceania, onde manteve contatos importante para investimetos no Estado, o governador Marconi Perillo reassume oficialmente o governo na manhã desta segunda-feira, dia 22.


O deputado Luis Cesar Bueno foi substituído pela deputada Adriana Accorsi como líder do bancada do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa de Goiás.

Nos últimos dias duas delegacias de polícia foram assaltadas: o 2º DP, em Goiânia, e a Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai), em Senador Canedo.
A Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade do Estado de Goiás anunciou que vai contratar empresa privada para a coleta de lixo hospitalar em Goiânia.

Haikal Helou, presidente da Associação, aunciou a decisão depois que a Prefeitura de Goiânia disse que a Comurg começaria a cobrança pela prestação do serviço.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here