A cobiçada cadeira

0
3295

Cenário da sucessão está cheio e indefinido. Com a baixa popularidade do atual prefeito, que deve concorrer à reeleição, muitas lideranças já lançam seus nomes como pré-candidatos

Tem muita gente afim de entrar na briga pela cadeira de prefeito de Senador Canedo, cidade com uma das maiores arrecadações da Região Metropolitana de Goiânia. Daqui até julho, quando serão realizadas as convenções partidárias, muita água ainda vai rolar, sobretudo depois da ruptura entre o atual prefeito Misael Oliveira (PDT) e o grupo político de Vanderlan Cardoso (PSB).
Apesar das muitas críticas à sua gestão, Misael Oliveira garante que entrará na disputa pela reeleição. Sobre a costura de alianças, o prefeito se resume a dizer que tem feito “tudo que a legislação permite” e sustenta que tem o apoio do governador Marconi Perillo (PSDB).
Questionado se haveria tempo para reverter o quadro de baixa popularidade, Misael assinala que “política é análise do momento, fotografia do momento”. “Fugir do embate, não fujo não”, garante.

Caldeirão
Enquanto isso, a oposição fervilha. Diversas liderenças políticas e empresariais se apresentam como pré-candidatos, sempre com um discurso de quem está pronto a transformar a realidade de Senador Canedo.
Na lista de pré-candidatos estão dois nomes que são as apostas da Câmara de Vereadores. O primeiro é do atual presidente da Casa,  Roberto Lopes (SDD), que inclusive conta com o apoio da maioria do legislativo. “Há uma idéia muito grande em Senador Canedo de uma candidatura de raízes na nossa cidade, e nós temos essas características”, assegura o vereador.

Vereador Ediney Domingos (SDD) também trabalha para consolidar sua candidatura
Vereador Ediney Domingos (SDD) também trabalha para consolidar sua candidatura

Roberto está no seu quarto mandato na Câmara, preside o legislativo municipal pela segunda vez, e já foi secretário durante a gestão de Vanderlan Cardoso.
Outro nome da Câmara entre os pré-candidatos é o de Diney Domingues (SDD). “Estamos construindo essa candidatura. Tanto Roberto Lopes quanto Diney são os dois vereadores que se manifestaram como pré-candidatos, e quem estiver melhor pode se consolidar como candidato”, explica o vereador.
Na Assembleia Legislativa de Goiás desponta outro pré-candidato às eleições de Senador Canedo. É o deputado estadual Sérgio Bravo (PROS), que seria o segundo nome do governador Marconi Perillo na cidade. “Ele (Marconi)falou para mim que vai me ajudar, vai me ajudar na minha campanha”, revela o deputado.

Roberto Lopes (SDD), presidente da Câmara, conta com apoio da maioria dos vereadores
Roberto Lopes (SDD), presidente da Câmara, conta com apoio da maioria dos vereadores

Padrinho
As bençãos de Vanderlan Cardoso (PSB) – ex-prefeito de Senador Canedo que tem grande influência política na cidade – estão com o empresário do setor de combustíveis Zélio Cândido, pré-candidato pelo PSB.
Em 2012, Vanderlan foi cabo-eleitoral de Misael, mas houve um racha e o grupo se dividiu. Agora, Vandelan disputará as eleições pela Prefeitura de Goiânia, mas mantém suas atenções voltadas para seu berço-político. “É questão de honra para a gente. Nós colocamos o atual prefeito e agora temos de tirá-lo daqui. A cidade parou, está um caos”, confirma Zélio Cândido.

Deputado Sérgio Bravo (PROS) seria o segundo nome do governador no município
Deputado Sérgio Bravo (PROS) seria o segundo nome do governador no município

O prefeito Misael Oliveira parece não temer os antigos amigos. “Vanderlan tem que cuidar da campanha dele em Goiânia. Embora tenha tentáculos dele aqui, estamos aguardando. Tenho um bom eleitorado em Goiânia, do jeito que for tratado aqui por eles, vou responder a altura em Goiânia”, resume.

União
Há ainda mais nomes se apresentando como pré-candidatos: o ex-prefeito Divino Lemos (PSD); Franco Martins (PPS), que tem como trunfo sua considerável votação à prefeito em 2012. Para completar, circula nos bastidores que o vice de Misael, Alsueres Mariano, teria saído do PSB, de Vanderlan, para assumir o PR e tentar uma candidatura solo a prefeito.
Vários são os nomes, mas há a preocupação de que com tantos nomes na oposição, o eleitorado contrário ao atual prefeito se divida, o que poderia favorecer a reeleição de Misael. Diante deste aspecto, a união seria fundamental.
Sobre a possibilidade de alianças e união, o presidente da Câmara, Roberto Lopes acredita num afunilamento até junho. “Ninguém postula uma candidatura majoritária já pensando que vai sozinho. Há vários nomes, mas a coisa vai afunilando. Estamos com o nome à disposição. A questão até até julho é partidária, depois é com o povo”, defende.
O deputado Sérgio Bravo é mais taxativo: “A decisão é julho, mas nós somos pré-candidatos e vamos ser candidatos até o final”.

Zélio Cândido (PSB) é nome apoiado pelo ex-prefeito da cidade, Vanderlan Cardoso
Zélio Cândido (PSB) é nome apoiado pelo ex-prefeito da cidade, Vanderlan Cardoso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here