Todos unidos contra o Aedes

0
2312

A mobilização da sociedade goiana no combate ao mosquito Aedes aegypti, essa terrível praga transmissora de doenças como dengue, chikungunya, zika, é um exemplo de que, nas adversidades, a união é imprescindível. E uma demonstração dessa convergência de esforços para enfrentar e erradicar esse mosquito em Goiás ocorreu na semana passada, dia 8, na reunião para avaliar o segundo ciclo de visitas a domicílios da força-tarefa Goiás Contra o Aedes. No encontro, ocorrido no Centro de Convenções de Goiânia, com a presença do ministro da Saúde, Marcelo Castro, prefeitos e secretários da Saúde dos 246 municípios do Estado, o governador Marconi Perillo externou sua satisfação com os resultados obtidos em relação à erradicação do Aedes. O governador destacou que em janeiro havia 4% de residências com criadouros do mosquito em Goiás. Em fevereiro, este percentual foi reduzido para 2,1% e agora em março deverá ter mais redução, alcançando 1,4%. A estimativa é de que o estado de Goiás chegue a abril com menos de 1% de criadouros em residências, meta desejada pelo Ministério da Saúde. No evento, Marconi Perillo lembrou que há mais de 20 mil pessoas envolvidas entre municípios, governo estadual e voluntários ajudando e em janeiro foram realizadas um milhão e 300 mil visitas em imóveis e pontos de possíveis criadouros do Aedes. O governador ressaltou que este número foi repetido em fevereiro e será, mais uma vez, repetido em março e abril até que sejam eliminados os criadouros do mosquito. Demonstrando extrema preocupação com a gravidade do problema de saúde trazido pelo Aedes, agora apontado como transmissor do zika vírus, que, por sua vez, causa microcefalia, o ministro da Saúde Marcelo Castro também se disse otimista com os resultados e ressaltou a mobilização da sociedade. O ministro mencionou uma pesquisa nacional em que ficou perceptível que a população tem mudado o hábito para eliminar os criadouros nas residências. O ministro comemorou os números das estatísticas oficiais que mostram a redução dos focos do mosquito da dengue. E elogiou também a maneira com que o assunto é tratado pelo governador Marconi Perillo, observando que, no enfrentamento a uma grave situação de saúde pública, as cores partidárias devem ser deixadas de lado, pois somente a união de todos, uma conjugação de esforços entre poder público e sociedade, as coisas efetivamente avançam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here