Marconi confirma nova chamada pública para OSs na Educação

0
777
Governador Marconi Perillo. Foto: Paulo José/Tribuna

O governador Marconi Perillo reafirmou a confiança no projeto de compartilhamento da gestão da Educação, por meio das Organizações Sociais (OSs), ao confirmar a realização, em breve, de outra chamada pública para a qualificação das entidades interessadas. “Nossa equipe técnica chegou à conclusão de que era preciso fazer um novo chamamento, para que a gente tenha realmente OSs que façam a diferença”, disse o governador nesta terça-feira, dia 29, em entrevista à TV Anhanguera, durante café da manhã, no Grupo Jaime Câmara, na apresentação do novo formato do jornal O Popular.

Ainda segundo Marconi, o objetivo é fortalecer o conceito das OSs, e também “impedir que haja qualquer tipo de desvio, em relação à finalidade, que é atender bem à população, que é prestar um serviço de alta qualidade, fazer a diferença, principalmente para o cidadão mais pobre. De uma maneira geral, atender bem às pessoas.” E voltou a ressaltar: “Esse conceito é um conceito válido aqui e em qualquer parte do Brasil”.

Rodovias
Marconi também explicitou seu projeto, em fase de conclusão, para deixar todas as rodovias estaduais em boa qualidade. “Estamos fazendo um investimento muito alto em construção, duplicação e, principalmente, em reconstrução”, afirmou. No ano passado, lembrou, já com o País em grave crise econômica, o Governo de Goiás concluiu o que faltava na penúltima fase do Rodovida Reconstrução. “Nós chegamos a construir, nos quatro últimos anos, quase cinco mil quilômetros de rodovias. Ficaram faltando 1,1 mil quilômetros de rodovias estragadas”, enumerou.

Para este ano, a proposta é finalizar as reconstruções, passando à fase de manutenção permanente. “Nossas equipes de conservação e manutenção já estão em campo. Nós já trabalhamos até agora 3,5 mil quilômetros do total de 21 mil quilômetros”, acrescentou, para lembrar que, de 21 mil quilômetros há apenas mil quilômetros ruins. “Espero que até o fim do ano, ou no ano que vem, a gente tenha o conjunto das estradas em estado bom”, previu, ao ressaltar que já há recursos disponíveis. “Se não fizemos mais foi por causa da chuva.”

Nesse mesmo projeto estão as duplicações das rodovias que dão acesso a Goiânia. “Nós vamos dar sequência a esses programas, porque eles vão, cada vez mais, transformando Goiás num Estado moderno, num Estado de boa infraestrutura”, garantiu. Ainda de acordo com o governador, já estão sendo viabilizados recursos para concluir os poucos trechos que faltam de Goiânia à cidade de Goiás (GO-070) e a São Francisco (GO-080). “Já terminamos até Senador Canedo (GO-403), e estamos terminando até Bela Vista (GO-020).”

Instituições fortes
A despeito da grave crise brasileira, o governador Marconi Perillo mantém a confiança na democracia, nas instituições e, por consequência, no futuro do País. “O Brasil tem hoje instituições sólidas, democracia sólida; as instituições estão funcionando, a despeito da crise, das muitas crises”, avaliou. E destacou a importância dos meios de comunicação: “Felizmente, temos uma imprensa que funciona, uma imprensa que cobra e fiscaliza”.

Ao responder sobre o rompimento do PMDB nacional com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT), Marconi disse que a decisão coloca o Planalto em situação delicadíssima. “Eu acho que a crise chegou ao seu limite máximo de explosão. A crise está com a temperatura máxima, e esse rompimento com o PMDB pode levar também outros partidos a romper com o governo federal”. Ainda em resposta à TV Anhanguera, lembrou que o PSDB vai manter sua posição, já explicitada há tempos de oposição, “sempre de maneira contundente”.

Evolução do jornal
Sobre as mudanças gráficas no jornal O Popular, de Standard para o formato Berliner (ou Germânico), menor do que o atual, Marconi disse que o jornal sempre evoluiu ao longo do tempo, e que a mudança de agora é bastante impactante. “Será um jornal leve, muito interativo, que vai fazer uma grande interação com as pessoas, tanto pra quem gosta de ler um jornal impresso, quanto pra quem vai ler pela internet, pelo smartphone. Será um jornal novo, moderníssimo, à altura do seu tempo”, analisou.

Participaram ainda do café da manhã políticos, como o prefeito Maguito Vilela, empresários, como José Evaristo dos Santos (Fecomércio), e o diretor superintendente do Sebrae-GO, Igor Montenegro, além de jornalistas e publicitários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here