Aprendizagem com árbitros de futebol

0
1542
Visitação dos alunos da rede municipal ao campo do Serra Dourada

Visita de alunos da rede municipal ao Estádio Serra Dourada integra programação do projeto “O Árbitro e a Escola”, que aborda temas como a importância do esporte e a disciplina

Torcedores, atletas e equipe de arbitragem são figuras vistas rotineiramente nos estádios de futebol em dias de jogo. No entanto, o Estádio Serra Dourada recebeu uma turma diferente nos bastidores da partida entre os clubes goianos Atlético e Anapolina, no domingo, 10 de abril. Um total 120 alunos, com idade entre 10 e 14 anos, participaram de visita promovida pelo projeto “O Árbitro e a Escola”, que busca ensinar sobre o papel do árbitro no esporte. As crianças e adolescentes acompanharam as etapas da preparação do jogo, além de assistir a rodada do Campeonato Goiano.

Árbitros ensinam as crianças sobre a função e temas como respeito às regras
Árbitros ensinam as crianças sobre a função e temas como respeito às regras

A iniciativa é fruto da parceria da Prefeitura de Goiânia, Sindicato dos Árbitros de Futebol de Goiás (Safego) e a Federação Goiana de Futebol (FGF). Para o gerente de Iniciação Esportiva, Esporte Educacional e Rendimento, Jair Marinho, o projeto, além de destacar a figura do árbitro, proporciona conhecimento que pode contribuir para a vida das crianças.
“O maior objetivo é que eles aprendam a importância do esporte e aprendam a respeitar as regras, pois, respeitando as regras de um jogo, eles respeitarão as regras de convívio em sociedade”, avalia.
Para o presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de Goiás (Safego), Edson Antônio de Sousa, a iniciativa tem alcançado bons resultados.
“Já é o segundo ano do projeto e tem sido uma experiência gratificante, o contato direto com jovens e crianças, onde daremos a nossa contribuição para o futuro da nossa sociedade e daqui sairão torcedores mais conscientes e quem sabe futuros árbitros de futebol”, comenta.

Dia de jogo
O professor da rede municipal, Adailton Alves, acompanhou os alunos durante a visita e elogiou a iniciativa pela oportunidade dada às crianças e adolescentes.
“É um projeto inédito em Goiás. Muito interessante para as crianças conhecerem a realidade do nosso futebol. Tem crianças que nunca vieram ao estádio e, pela primeira vez, estão vindo. Muitos só viram pela televisão”.
Para Alves, entre os temas levantados, a disciplina que o árbitro impõe no futebol está entre os mais importantes.
Apesar de ser um esporte com mais adesão de meninos, o futebol também se tornou atrativo para a aluna Natália dos Santos Paulino, 10 anos, que soube reconhecer a importância do esporte.
“Eu gosto do projeto, só não gosto muito de futebol, mas é legal porque ajuda a saber de regras, a desenvolver o corpo e a não ser violento”, afirmou.
Já Ângelo Gabriel, 10 anos, estuda na Escola Municipal Paulo Teixeira de Mendonça e é adepto da bola. O aluno pôde conferir de perto um jogo de seu time, o Atlético.
“Aprendi muita coisa sobre o futebol, os árbitros e os jogadores. Hoje assisti o meu time jogar”, comentou.

Entre os alunos, o atleticano Ângelo Gabriel acompanhou o jogo do seu time
Entre os alunos, o atleticano Ângelo Gabriel acompanhou o jogo do seu time

O projeto foi iniciado no segundo semestre de 2015 e prossegue com atividades nas escolas. Marinho explica a dinâmica do projeto.
“Os árbitros vão às escolas e ministram uma palestra sobre o trabalho de arbitragem, quem são e quem pode ser árbitro, além de ressaltar a importância da atividade física para o atleta, uma dedicação que também é exigida do árbitro. Na sequência, os alunos vêm ao estádio e podem ver de perto a experiência relatada na palestra. Na última fase, que é feita na escola, os alunos produzem uma redação sobre o projeto”, detalha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here