Plenário da Câmara aprova o pedido de impeachment de Dilma

0
1406

Agência Câmara Notícias

Senado agora tem a atribuição constitucional de julgar a presidente da República por suposto crime de responsabilidade

Com o voto do deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), o número de votos favoráveis ao pedido de abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff já atingiu os 342 necessários para autorizar o julgamento da presidente da República pelo Senado. A proposta está aprovada, antes mesmo do final da votação de hoje.

Bruno Araújo já ocupou, na Câmara, o cargo de líder da Minoria, que equivale a líder da oposição.

A marca é celebrada pelos parlamentares pró-impeachment, que gritam e entoam palavras de ordem. Esses gritos de comemoração aconteceram a cada voto favorável, especialmente no caso de dissidentes de partidos aliados a Dilma.

Agora, caberá ao Senado julgar a denúncia contra a presidente. Uma eventual condenação no Plenário daquela Casa retira Dilma do cargo e a torna inelegível por oito anos.

Até este momento, houve 127 votos contrários ao impeachment e 6 abstenções.

Parecer de Jovair Arantes
O relatório aprovado considera que a presidente Dilma Rousseff cometeu crime de responsabilidade por não zelar pelas leis orçamentárias e descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Uma das infrações da presidente seria a edição de decretos suplementares sem autorização do Legislativo e em desconformidade com um dispositivo da Lei Orçamentária que vincula os gastos ao cumprimento da meta fiscal. Sem a revisão da meta fiscal aprovada, o Executivo não poderia por iniciativa própria editar tais decretos, tendo de recorrer a projeto de lei ou a medida provisória.

Em relação às pedaladas fiscais, o governo teria cometido crime ao atrasar repasses ao Banco do Brasil para o pagamento de benefícios do Plano Safra, levando o banco a pagar os agricultores com recursos próprios. Esse atraso, na avaliação do Tribunal de Contas da União (TCU), configura a realização de uma operação de crédito irregular.

Mais informações a seguir.

Acompanhe a sessão também ao vivo pelo canal oficial da Câmara dos Deputados no YouTube

TEMPO REAL:

  • 22:54 – Faltam 10 votos para a aprovação do impeachment de Dilma Rousseff
  • 22:27 – Impeachment precisa de mais 25 votos para ser aprovado
  • 22:19 – Líder do governo admite derrota na votação do impeachment de Dilma
  • 20:52 – Eduardo Cunha vota a favor do impeachment
  • 20:14 – Plenário registra 511 deputados presentes
  • 20:12 – Votos a favor do impeachment já são mais de 200
  • 19:31 – Aliados de Dilma somam mais de 70 votos contrários ao impeachment
  • 18:57 – Impeachment já tem mais de 100 votos favoráveis
  • 18:05 – Primeiro voto foi a favor do impeachment
  • 17:48 – Plenário vota pedido de impeachment de Dilma Rousseff
  • 17:43 – Líder do governo: as ruas estão majoritariamente contra o impeachment
  • 17:35 – Júnior Marreca é contra impeachment, mas libera bancada do PEN
  • 17:34 – Minoria votará pela aprovação do pedido de impechment de Dilma
  • 17:23 – PMB defende impeachment de Dilma e também de Michel Temer
  • 17:20 – Único representante do PMB é pró-impeachment
  • 17:12 – Deputados do PSL vão votar pelo impeachment
  • 17:09 – Pelo PTdoB, Silvio Costa diz que oposição não tem moral para aprovar impeachment
  • 16:59 – Rede está dividida e cada deputado votará como quiser, diz líder
  • 16:58 – Pros anuncia que maioria da bancada vai votar pelo impeachment
  • 16:47 – Psol é contra impeachment e acusa acordão para salvar investigados da Lava Jato
  • 16:44 – PV votará a favor do impeachment
  • 16:41 – PHS: 6 deputados votarão pelo impeachment e 1 contra
  • 16:37 – Líder do PPS: houve clara violação à Lei de Responsabilidade Fiscal
  • 16:32 – Para o PSC, impeachment atende aos anseios da sociedade
  • 16:29 – PCdoB diz que impeachment agravaria a crise política e econômica
  • 16:20 – PTN: impeachment é oportunidade de passar o País a limpo
  • 16:16 – Solidariedade apoia impeachment e ressalta a existência de crimes de responsabilidade
  • 16:10 – Contrário ao impeachment, líder do PDT fala que Brasil sai perdedor desse debate
  • 16:06 – Wilson Filho orienta PTB pelo impeachment e defende punição dos que cometeram atos ilícitos
  • 16:00 – PRB critica governo e apoia impeachment de Dilma Rousseff
  • 15:56 – Líder do DEM: ações da presidente geraram crise econômica
  • 15:46 – PSB vai votar a favor do impeachment da presidente Dilma
  • 15:41 – Rosso orienta bancada do PSD pelo impeachment e diz que cabe ao Senado o julgamento
  • 15:34 – PR apoia governo e líder indica voto contra impeachment de Dilma
  • 15:31 – PP orienta bancada pelo impeachment, mas lembra que participou do governo desde o início
  • 15:22 – Relator reafirma que Dilma descumpriu Constituição e Lei de Responsabilidade Fiscal
  • 15:18 – PSDB confirma 52 votos a favor da abertura do impeachment
  • 15:09 – Líder do PT reclama de cerceamento da defesa da presidente Dilma e cita rejeição a Temer
  • 15:05 – Cunha diz que há “feirão” e “saldão” para evitar impeachment
  • 14:58 – PMDB indica voto pelo impeachment, mas haverá dissidências
  • 14:53 – Começa exposição dos líderes de acordo com tamanho das bancadas
  • 14:27 – Sessão começa com tumulto e troca de ofensas entre deputados
  • 14:26 – Plenário abre sessão para votar pedido de impeachment de Dilma
  • 13:58 – Confiantes, governo e oposição falam em reunificação do País
  • 13:44 – Impeachment: governo e oposição dizem ter votos suficientes para vitória

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here