Francisco Oliveira mira presidência da Alego

0
2149
Deputado Francisco Oliveira, de olho na presidência da AL

Parlamentar do PSDB já articula seu nome e, além de almejar presidir a Casa, deputado quer reeleição em 2018

Manoel Messias e
Marcione Barreira

De olho na presidência da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Francisco Oliveira (PSDB) é um dos principais nomes da base do governador Marconi Perillo (PSDB) para suceder o atual presidente, Helio de Sousa (PSDB). Dentro da base, ele e o deputado José Vitti (PSDB) travam queda de braço para ter a preferência de maioria da Casa.
A eleição deve ocorrer no dia 10 de outubro e vai eleger o próximo mandatário para os dois anos seguintes. De olho na principal cadeira da Alego, Francisco Oliveira não refutou ao convite do governador Marconi Perillo para se filiar ao PSDB no início do ano. Antes no PHS, Francisco admite que com os peessedebistas suas chances aumentam.
No bloco governista desde 1998, ano da primeira eleição de Marconi, Oliveira disputou em 2006 a eleição pelo PSDB, mas foi na ala humanista que conquistou uma cadeira na Assembleia, em 2014. Natural de Morrinhos e vereador por Goiânia por três mandatos, Francisco Oliveira visitou a Tribuna do Planalto essa semana e discorreu sobre diversos temas.

Alego
O parlamentar foi um dos primeiros a mudar de partido na primeira janela de troca partidária no início do ano. Segundo ele, estão entre os motivos que o fez optar pelo PSDB alguns fatores. Entre os quais, o convite do governador; a abertura de espaço para colegas dentro do PHS e a possibilidade de presidir a Assembleia
Ainda segundo Francisco Oliveira, sua saída do PHS foi amplamente discutida com o deputado estadual e presidente do partido, Dr. Jean Carlos, por quem tem muito apreço. “Estava bem no partido, eu saí de comum acordo com o deputado Jean, bem como com o presidente nacional Eduardo Machado (PHS), são meus amigos”, disse.
Francisco Oliveira destacou ainda que no PHS há um projeto de disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados em 2018 e, com sua saída, abrirá espaço para que outros nomes do partido possam ter igualdade de condições. “Normalmente quando o partido tem um deputado dificilmente você tem pré-candidatos. Acham que quem está lá tem preferência”, disse.
Na Assembleia Legislativa tem sido um dos maiores aliados do governo com quem é unido há quase 20 anos. Segundo Francisco, seu projeto em médio e longo prazos está centrado em dois eixos: “Meu projeto é tentar a presidência da Alego e, por conseguinte, a minha reeleição a deputado estadual”.
Mirando apoio para comandar a Assembleia, Francisco Oliveira destaca que a Casa passou por um processo difícil, mas que atualmente vem sendo muito bem conduzida pela atual presidência. “Dr. Helio tem tido autonomia, independência junto ao Legislativo. São conquistas que a Casa tem tido”, afirma.
Ainda segundo ele, a Assembleia precisa estar aberta para discutir com os diversos segmentos da sociedade. Ainda na visão do deputado, apesar disso, precisar ser independente. “A Casa tem que estar aberta, entretanto, tem que ser independente, tanto que nós temos o Poder Executivo, o Legislativo e o Poder Judiciário. Eu prego que ela seja um poder independente”, declara.

Eliton
De volta para a política regional Francisco Oliveira fez questão de destacar o trabalho do vice-governador José Eliton a frente da Secretária de Segurança Pública. Segundo ele, na época em que assumiu a pasta, a análise geral era de que Eliton havia feito uma escolha errada. Entretanto, Oliveira afirmou que os fatos mostram o acerto.
Para ele, o discurso de José Eliton é claro e permeia a valorização dos policiais. Com isso, os resultados começam a aparecer. “Ele tem dado uma demonstração clara que os índices estão caindo. Os policiais estão nas ruas e o sentimento de segurança está mudando”, disse.
Ainda segundo o deputado, a população, em breve, vai tomar conhecimento de que o vice-governador foi o responsável por ampliar o sentimento de segurança do cidadão de goianiense. “O remédio que o governador entendeu ser o certo para aplicar na segurança pública foi o José Eliton”, afirma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here