Vanderlan condena troca de cargos, na Prefeitura de Goiânia, por apoio político

0
2463
Vanderlan Cardoso (PSB)

De acordo com empresário, prefeito perdeu governabilidade ao dividir e entregar a prefeitura em troca de alianças para as eleições municipais

O presidente do PSB Metropolitano, Vanderlan Cardoso, tem criticado as barganhas de cargos da prefeitura de Goiânia por apoio nas eleições municipais deste ano. O empresário participou de várias reuniões com a população da capital nas últimas semanas e não tem poupado críticas à, segundo ele, má gestão do prefeito petista. Vanderlan afirma que os recentes acertos políticos deixam claro que, em Goiânia, os poucos recursos da prefeitura são destinados ao apadrinhamento político, sobrando à população “a escuridão, a insegurança, o lixo, o mato e a indignação”.

“Alianças muito grandes resultam em compromissos demais. São acertos com base na troca de cargos e de favores, que depois de atendidos, não sobra para cumprir o que foi prometido para a população”, declarou ele, que é pré-candidato à prefeito de Goiânia. Segundo Vanderlan, Paulo Garcia está sentado na cadeira de prefeito como rainha da Inglaterra. “É muita pompa, mas não manda em mais nada.” Recentemente, Garcia arregimentou o apoio do PSL em troca do comando da Secretaria Municipal de Trânsito (SMT).

Ao lado do vereador Elias Vaz (PSB), o empresário participou de uma reunião com empresários da região Oeste da capital. Falando para cerca de 60 pessoas, Vanderlan relembrou que a Comurg está repleta de cargos de indicação política e o prefeito não tem o peito de fazer os cortes necessários. “Tem lá quem é apadrinhado pelo fulano ou que é de algum partido aliado e ganha 40, 50 mil reais por mês, e ninguém pode mexer”, denuncia. Esses cargos, segundo o empresário, custam muitos milhões à prefeitura. “E a maioria em desvio de função, não trabalha. O gari, que está na rua, no sol, trabalhando de verdade, não pode receber um benefício porque a folha está inchada”, critica.

Goiânia no escuro

Em todos os eventos que participa, Vanderlan costuma ouvir uma infinidade de queixas da população, que vão desde buracos no asfalto à escuridão total nos bairros. Segundo informou o próprio empresário, a rua onde foi realizada a reunião, região Oeste da capital, local de muitas empresas, está em total escuridão, com muitas lâmpadas queimadas. De acordo com os comerciantes, a sensação é de que a prefeitura abandonou a cidade há muito tempo. Eles contaram que grande parte dos empresários que participaram da reunião já havia sido assaltado, alguns deles mais de uma vez.

Vanderlan lamentou a situação, que qualificou de dramática. Ele comentou que essa omissão da prefeitura favorece a ação dos bandidos, que se aproveitam da escuridão para agir. O empresário relatou que esse drama afeta a toda Goiânia. Semana passada, relata, ao deixar uma reunião noturna no Residencial Real Conquista, Região Sudoeste, deparou-se com um cidadão andando de lanterna pela rua por que não havia iluminação nenhuma. “O prefeito está brincando de administrar”, desabafou.

Goiânia precisa de Vanderlan, afirma o vereador Elias Vaz

Durante o evento na região Oeste, o vereador Elias Vaz (PSB) afirmou que o presidente do PSB Metropolitano, Vanderlan Cardoso, reúne as qualidades necessárias para ser o próximo prefeito de Goiânia. Um administrador, segundo ele, que tem experiência, competência, responsabilidade e comprometimento público. O vereador, que deve ir para mais uma disputa pela Câmara Municipal, disse ter certeza absoluta de que Vanderlan será o prefeito de Goiânia em 2017.

Elias Vaz, que sempre se posicionou como uma das principais vozes de oposição na Câmara, comenta que Vanderlan não faz a política tradicional. “Pelo contrário, tenta construir algo novo. Para ele, seria muito fácil entrar nesse jogo marcado de PT, PMDB e PSDB. Mas ele fez a opção de construir um projeto novo para Goiânia. É o caminho mais difícil, mas é o caminho certo, o caminho da decência”, diz.

Em seu discurso para os empresários, Elias fez um apelo: “Vanderlan, você é para nós, para Goiânia, uma necessidade. Você será o melhor administrador da história de Goiânia.” O vereador garantiu que Vanderlan não fará loteamento político da prefeitura, “como o prefeito está fazendo agora, entregando órgãos de porteira fechada para receber o apoio de partidos na eleição”. Para o vereador, a cidade tem, hoje, a melhor alternativa para ocupar a prefeitura. “O eleitor de Goiânia tem em Vanderlan uma alternativa honesta e competente para votar”, diz.

De forma indireta o vereador ainda criticou o mau hábito do ex-prefeito Iris Rezende (PMDB) de abandonar seus mandatos antes do fim: “Tem gente aí que, de novo, quer ser candidato, para largar a prefeitura dois anos depois, disputar o governo e deixar outro Paulo Garcia aqui pra nós. Já sabemos como é isso. Não podemos deixar que aconteça de novo”, explica.

Elias também criticou outro pré-candidato, afirmando que tem quem ache que vai administrar Goiânia com um revolver na cintura. “Não é por aí. Não é com discurso que se resolve o problema. É com suor e seriedade.”

Elias finalizou afirmando que, pela primeira vez, apoia um candidato que tem a certeza que vai ganhar a eleição, pela consistência e pela forma sincera como faz o trabalho. “Vanderlan não vai vender os sonhos das pessoas que votaram nele”, finalizou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here