Às suas marcas! É hora do atletismo!

0
2733

Festival de Atletismo levou cerca de 2,4 mil alunos aos Jogos Educacionais da rede municipal de GoiâniaDaniela Rezende

Com origem nas primeiras Olimpíadas da Grécia Antiga, mais de 700 anos antes de Cristo, as provas de atletismo até hoje encantam praticantes e expectadores. No primeiro final de semana de junho, cerca de 2,4 mil alunos da rede municipal de Goiânia puderam ter contato com a modalidade esportiva, durante o Festival de Atletismo, dos XIV Jogos Educacionais da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME).
Na pista ou no campo, educandos do Ensino Fundamental e da Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos (Eaja) participaram das competições, na Escola Superior de Educação Física e Fisioterapia do Estado de Goiás (Eseffego). Nas corridas, divididas em velocidade e resistência, alunos com idade a partir de 6 anos e até idosos correram de acordo com as categorias, em provas de 50, 75, 100, 800 e 1500 metros. Provas de campo, como salto em distância, salto em altura e arremesso de peso, também integraram os dias de competição.
Nesta edição de 2016, o Festival de Atletismo contou com a participação de alunos com necessidades especiais, do Centro de Orientação, Reabilitação e Assistência ao Encefalopata (Corae) e de escolas da rede. “Isso demonstra que para o esporte não há limites. O atletismo é uma modalidade fácil de se praticar, que estimula a prática de exercícios e previne o sedentarismo”, comentou Jair Marinho, gerente de Iniciação Esportiva, Esporte Educacional e Rendimento.
A participação nos Jogos Educacionais não tem caráter obrigatório, como ressalta Lara Cabral, apoio técnico que integra a organização do evento. “Os Jogos envolvem a maioria das escolas da rede municipal de Goiânia e é aberto para todas as unidades educacionais e todos os ciclos de formação, tanto anos finais, quanto anos iniciais. Integra todas as faixas etárias e a participação fica a critério das instituições, que entregam suas fichas de inscrição na SME, no mês de março”, explicou.
Weverton Farias e João Paulo Barbosa, 13 anos, alunos da Escola Municipal Professora Marília Carneiro Azevedo Dias, do Jardim Guanabara III, vieram pela primeira vez aos Jogos. “A iniciativa é legal, onde podemos ter espírito esportivo. Vou participar de corrida e tentar o salto em altura. Já vi algumas dessas competições pela TV.”, contou João Paulo.
“O esporte para mim é tudo, meio de diversão e educação. Acompanhei a passagem da tocha em Goiânia e gostei muito. Faço escolinha de futebol e isso me ajuda demais. Hoje é domingo e se eu não tivesse aqui, estaria no computador. Prefiro estar aqui com os colegas e fazendo um esporte diferente”, opinou Weverton.

Vivência e socialização
Além do atletismo convencional, a SME realiza o atletismo mirim com as crianças da Educação Infantil, que estudam nas turmas de pré-escola e nos centros municipais de Educação Infantil (Cmei). No segundo semestre, os alunos participam das modalidades coletivas voleibol, handebol, futsal, basquete e queimada. A disciplina de Educação Física nas escolas é parceira no processo, que promove socialização, aliado ao contexto social dos educandos.
De acordo com Jair Marinho, o Festival ajuda a divulgar o esporte atletismo e fazer com que as pessoas tomem gosto pela modalidade. “Goiânia possui espaços favoráveis à prática de corridas. Parques e praças que podem ser utilizados pela população. A corrida é individual e depende da boa vontade das pessoas em praticarem e treinarem o esporte, que é olímpico e também paraolímpico”, concluiu o gerente.
Para Alexandre Rocha Sales, que é apoio pedagógico da Gerência de Projetos Educacionais e integra a organização dos Jogos, o evento tem o intuito de oferecer para as escolas a vivência e a prática das modalidades. “Especificamente no atletismo, os alunos vivenciam as modalidades que são mais fáceis e possíveis de serem trabalhadas na escola. Posteriormente ao atletismo, teremos outras modalidades. Neste ano, fizemos as trilhas para a Educação Infantil e agora o atletismo”, destacou.

Jogos da boa convivência
Os Jogos tem como objetivo incentivar a prática cotidiana do professor de Educação Física nas instituições da rede municipal de ensino, na abordagem de temas que favoreçam o respeito aos colegas, às regras desportivas e às normas sociais de boa convivência. As competições também tem como meta promover o esporte, a prática de exercícios físicos e o desenvolvimento humano de forma integral.
A mais de 10 anos, Ramon Rodrigues, professor de Educação Física da Escola Municipal Alice Coutinho, leva alunos aos Jogos Educacionais da Rede Municipal de Ensino. “Para alguns educandos, o Festival de Atletismo representa o ideal de prosseguirem e atingirem uma grande meta e índice. Para outros é um lazer, pois o importante não é vencer, e sim participar e competir com espírito esportivo”, destacou o professor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here