Contribuinte poderá apresentar projeto aos deputados pela internet

0
794
Deputado estadual Henrique Arantes (PTB)

Projeto de lei de autoria do deputado estadual Henrique Arantes (PTB), já aprovado em segunda votação na Assembleia Legislativa, estabelece mecanismos que permitem ao cidadão propor ações ao governo de forma prática e objetiva, sem sair de casa. A iniciativa tem como objetivo aproximar o cidadão goiano das decisões públicas, de modo que seja possível a criação de novos projetos pela sociedade civil a serem encaminhados ao Poder Legislativo pela internet. De acordo com o deputado, pelo fato de a internet estar sendo utilizada frequentemente pela sociedade, para diversos fins comunicacionais, a proposta visa tornar o cidadão mais participativo oferecendo a ele uma forma mais acessível aos processos legislativos. “Em um tempo que utiliza-se a forma digital para tudo, nada mais justo do que a iniciativa popular ser realizada também por meio eletrônico”, explica Henrique Arantes. O projeto segue agora para a avaliação e aprovação do governador Marconi Perillo (PSDB). Sendo sancionado, o cidadão poderá incluir a sua proposta diretamente no site da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, e, após uma coleta mínima de assinaturas eletrônicas prevista na Constituição do Estado, o projeto começará a tramitar na Casa, como os apresentados por deputados.


“Afirmo, senhores, peremptoriamente, o vazamento não foi da PGR. Aliás, envidarei todos os esforços que estiverem ao meu alcance para descobrir e punir quem cometeu esse crime”

Procurador-geral da República, Rodrigo Janot nega, durante encontro com procuradores eleitorais em Brasília, estar por trás dos vazamentos dos pedidos de prisão Renan Calheiros (PMDB-AL), José Sarney, Romero Jucá e Eduardo Cunha, todos do PMDB


Liderança
Governador Marconi Perillo (PSDB) se firma a cada dia como líder político mais influente do Centro-Norte brasileiro. Durante visita a Roraima e Macapá, na semana passada, ele propôs a interação entre Goiás e os estados do Norte na defesa dos interesses comuns a cada unidade da federação.

Render frutos
Segundo Marconi, para que o Brasil supere de vez a crise é preciso união entre os estados. “O Centro-Norte brasileiro será definitivamente forte quando todos os estados estiverem em sintonia política, administrativa e comercial”, afirmou ainda em macapá pelas redes sociais.

Campanha unificada
Afinados politicamente, Marlúcio Pereira e Vanderlan Cardoso, pré-candidatos a prefeito de Aparecida e Goiânia, respectivamente, vão fazer campanha em conjunto nas regiões de fronteiras entre as duas cidades e estão elaborando plano de governo que contemple os dois municípios. A ideia é levar ao eleitor proposta coesa defendida pelo partido para todas as cidades onde o PSB tem candidato a prefeito.


Detalhes
Marlúcio Pereira e Vanderlan Cardoso já acertam os detalhes para a temporada de pré-campanha que já começou. “São cidades coirmãs, elas passam pelos mesmos problemas e o que não é resolvido em uma, a outra acaba assumindo a responsabilidade, portanto é preciso pensarmos num projeto conjunto para as duas”, declarou Marlúcio. “Não dá para pensar em Goiânia ignorando o fato de que existe uma imensa cidade com mais de meio milhão de habitantes bem do lado da capital”, acrescentou Vanderlan.

Fala Goiânia
Pré-candidato a prefeito de Goiânia, Giuseppe Vecci inova no jeito de fazer campanha nos bairros. O Fala Goiânia, evento promovido pelo PSDB e movimento comunitário, abre o debate entre o candidato e a comunidade sobre as questões mais prementes da população e de cada bairro. Ele já participou de dois desses debates. “Queremos fazer um planejamento para Goiânia de acordo com as características de cada bairro, de cada região. E ouvir o que a população tem a dizer é a nossa prioridade”, diz Vecci.

Veto
O governador Marconi Perillo (PSDB) vetou integralmente o proje de lei que previa assistência jurídica integral e gratuita para policiais militares que, porventura, viessem precisar de tutela jurídica no Estado de Goiás. O benefício poderia ser estendido também para bombeiros militares, agentes penitenciários e de segurança, além de equiparados do sistema socioeducativo.

Justificativa
Segundo justificativa de Marconi, a atuação da Defensoria Pública é restrita aos necessitados que comprovarem a insuficiência de recursos. O projeto original é de autoria do deputado Henrique Arantes (PTB), mas a ideia partiu do vice-governador José Eliton (PSDB), que é também secretário de segurança pública.

Debate quente
A bancada do PMDB de Goiás tripudiou como quis o governo, na Assembleia Legislativa, por causa da denúncia de que o Estado já pagou R$ 7,78 milhões para a Organização Social (OS) Luz da Vida, desde 2014, pela administração do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq) de Aparecidade Goiás, apesar de a unidade ainda não ter entrado em funcionando. A bancada de situação ficou sem argumento.

Altos gastos
Dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE) mostram que as 10 OS’s que administram os hospitais públicos recebem mais de 40% de todos os recursos do Estado na área de saúde. De um total de R$ 882 milhões, mais de R$ 350 milhões foram repassados para essas OS.

Nome forte
Mesmo não sendo ainda pré-candidato a prefeito, Iris Rezende (PMDB) mostra que tem capital político-eleitoral e se mantém líder nas pesquisas de opinião em Goiânia.

Sem unidade
Amargando a rabeira nas pesquisas, os pré-candidatos a prefeito de Goiânia ligados à base política do governador Marconi Perillo (PSDB) não aceitam acordo entre eles para reduzir o número de candidatos marconistas na Capital.

Pois é!
Francisco Júnior (PSD), Giuseppe Vecci (PSDB) e Luiz Bittencourt (PTB) não chegam a dois dígitos, juntos, nas pequisas. Giuseppe Vecci até estaria interessado nessa unidade, desde que seja em torno do seu nome para prefeito.

Aplausos
Para o senador Ronaldo Caiado, líder do DEM no Senado, após um mês de governo de Michel Temer (PMDB) dá para aplaudir as áreas econômica e de relações exteriores, embora a questão política ainda preocupe. Segundo o senador, a equipe econômica indiscutivelmente trouxe credibilidade. “Temer acertou ao dar carta branca ao ministro Henrique Meirelles para buscar pessoas qualificadas que assumiram posições estratégicas ligadas à política econômica, como nos bancos públicos. Isso aliado à nova postura do Itamaraty que hoje está afinado muito mais com objetivos de Estado do que de partidos, trouxe tranquilidade para os brasileiros e também para a opinião internacional”, opinou Caiado.


Rápidas

Joaquim Mesquita, secretário estadual de Gestão e Planejamento (Segplan), foi aclamado para o cargo de vice-presidente do Conselho Nacional de Secretários de Administração (Consad).

Ex-prefeito de Anápolis, Adhemar Santillo lança o livro “Das Colônia dos Cocais aos Palácios – Memórias da Família Santillo”. Segunda, dia 20, às 20 horas, no Palácio das Esmeraldas
A secretária de Educação, Cultura e Esporte, Raquel Teixeira, anunciou a realização de concurso público para professores e o pagamento do piso salarial aos professores P1 e P2.

O concurso está em processo de tramitação na Escola de Governo. O edital deve ser publicado no segundo semestre. Serão oferecidas mil vagas para as áreas de Química, Física e Matemática.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here