Ex-prefeito Adhemar Santillo conta a trajetória da família

0
1269
Adhemar Santillo: ex-prefeito de Anápolis conta fatos políticos de Goiás a partir de seu ponto de vista. FOTO: Paulo José

Em “Da Colônia de Cocais aos Palácios”, são abordados fatos políticos fundamentais da história goiana do século passado, com destaque para Henrique Santillo

Fabiola Rodrigues

Importantes episódios da política goiana podem ser conferidos no livro “Da colônia de Cocais aos Palácios – Memórias da família Santillo”. Escrito por Adhemar Santillo, filho do meio de Virgino Santillo, o livro relata toda trajetória de como o pai do autor veio para o estado de Goiás com toda a família. E também fala sobre sua carreira política e do seu irmão Henrique Santillo, médico, ex-ministro da Saúde e governador de Goiás (1987/1991), expoente que teve grande influência na política goiana.
Em entrevista à Tribuna do Planalto, o autor do livro conta que decidiu fazer o lançamento em 2016 por ser a data em que se completam 40 anos que seu pai faleceu. A história repartida em momentos históricos que o País viveu desde a crise de 1929 conta por que Virgino Santillo fugiu do estado de São Paulo e veio parar na cidade de Anápolis, com a esposa e os filhos. Além disso, explica como a família Santillo se engajou na política de Goiás desde então.

Adhemar Santillo: “Livro será útil para os políticos” . FOTO: Paulo José
Adhemar Santillo: “Livro será útil para os políticos” . FOTO: Paulo José

“São fatos reais contados sob meu olhar a respeito de como meu pai fez para nos oferecer qualidade de vida e conto em detalhes como chegamos ao palácio. O livro servirá muito para os políticos. Sei que muitos podem não concordar com minha opinião, mas escrevi tudo dentro da realidade, que é o mais importante”, conta Adhemar Santillo, que foi prefeito eleito duas vezes de Anápolis (1986/88 e 1997/2000).
O autor deixa de citar no livro as homenagens, comendas, medalhas, diplomas de cidadania e títulos recebidos com modéstia. E escolhe relatar a força moral, a humanidade e o destemor diante da enfermidade do pai Virginio Santillo e a mãe Elydia Santillo, que foram exemplo de vida para que ele e os irmão Henrique e Romualdo Santillo marcassem o cenário político de Goiás e do Brasil.
Adhemar Santillo diz que Anápolis e Goiás, que no início seria apenas o refúgio seguro da família Santillo das perseguições aos portadores de hanseníase, se transformaram no lugar que deu oportunidade para ele e seus familiares escreverem uma história com páginas de bravura e amor à vida, de trabalho fecundo pelos direitos, pela justiça e liberdades individuais.
O livro conta também fatos que foram pouco divulgados pela imprensa. Por exemplo: por quais motivos Henrique Santillo se desentendeu com Iris Rezende. Por que a corrente santillista deixou em um certo período político o partido de origem política, que era o PMDB, e se coligou por um tempo com o PT.
“Claro que as narrações políticas são relatadas a partir de minhas observações. E conto em determinado capítulo do livro o motivo pelo qual Henrique Santillo decidiu não se candidatar como senador enquanto governava o estado de Goiás, já que era candidato forte para ocupar vaga no Senado”, diz Adhemar Santillo.
Cheio de revelações políticas e históricas, o livro: “Da Colônia de Cocais aos Palácios” será lançado no dia 20 de junho em Goiânia, no Palácio das Esmeraldas e dia 21 no auditório da Rádio Manchester em Anápolis às 20 horas em ambos os dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here