O mês é de festa!

0
2955
As crianças dançaram e se divertiram com as quadrilhas

Em junho, escolas e Cmei realizam festas juninas. Cardápios especiais com comidas e danças típicas animam a criançada e divertem as famílias

Lívia Máximo

Os meninos de chapéu e camisa xadrez, as meninas de vestido de quadrilha e fitas no cabelo. Todos prontos para a tradicional festa junina. Este tem sido o traje marcante e mais visto no mês de junho nas escolas e centros municipais de educação infantil (Cmei) de Goiânia. Os tracionais “arraiás”, dominaram o calendário e o clima é de muita festa, música, dança e comida boa.
No Cmei Cristiano Emídio Martins, localizado no Jardim Brasil, a festança foi pra lá de animada. “Nossa festa já uma tradição. Todos os anos nós fazemos e contamos com a presença em massa das famílias. É um momento especial de confraternização entre as crianças, os pais e os servidores. O nosso cardápio com caldo de milho, pamonha, pé de moleque, canjica e muito mais é sempre elogiado por todos. As crianças amam a festa!”
Nádia Eliene Ribeiro, mãe do educando Marco Gabriel Ribeiro, 5 anos, parabenizou a equipe do Cmei pela organização da festa. “Todas as comemorações que acontecem lá são sempre feitas com muito carinho. A festa foi muito divertida. O Marco gostou muito, dançou o tempo todo!”, declarou.
Já a Elizabeth Severino Rodrigues, avó da pequena Sophia Fernandes Rodrigues, 3 anos, comentou que além da dança, as crianças se divertiram muito com as diversas brincadeiras. “Foi ótimo! Este é o primeiro ano da minha netinha no Cmei e ela gostou muito da festa. Percebi que todas as crianças e até nós, os adultos, nos divertimos”, ressaltou.
Onde também teve uma grande e animada festa foi na Escola Municipal Alice Coutinho, na Vila Moraes. Por lá, os alunos participaram das quadrilhas com diversos temas. A professora de Educação Física, do Ensino Fundamental, Eulices Maria Soares de Souza gostou do resultado final da apresentação e ressaltou que além da dança, o conteúdo teórico sobre a tradição junina foi abordado em sala de aula. “Nós ensaiamos e estudamos bastante sobre a origem das festas e como ela acontece em diversas partes do país. Os alunos gostam muito, se dedicam e não poderia ser diferente! Eles arrasaram!”, afirmou.
O aluno da Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos (Eaja), Alcides Lemes de Souza, 74 anos, participou da dança e aproveitou a festa com os colegas de sala. “Eu já tinha dançado outras vezes, mas há muitos anos. Agora que estou na escola novamente tive a oportunidade de dançar e relembrar os velhos tempos. Gostei muito da participação de todos. Até achei que foi pouco tempo. Eu queria dançar mais”, declarou.
Para o diretor do Departamento Pedagógico da SME, Marcos Pedro da Silva, as festas juninas são realizadas em toda a rede como uma proposta de manter a tradição cultural. “As escolas promovem as festas no sentido de envolver os alunos, servidores e famílias em um momento de descontração, o que acaba rendendo bons aprendizados, integração social entre os participantes. Sempre são festas muito saudáveis e com a presença das famílias, o que é sempre bom e muito importante”, ressaltou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here