Caiado promove encontro do DEM e reafirma compromisso de aliança com o PMDB, PRP e Solidariedade em 2016

0
2190

Ronaldo Coelho/rjcoelhogo@gmail.com

O senador Ronaldo Caiado, presidente do diretório estadual do DEM, promoveu no sábado passado, dia 25, na cidade de Faina, encontro com pré-candidatos a prefeito, vice-prefeito, vereador e lideranças do partido da Região do Vale do Araguaia. O parlamentar vê com otimismo a possibilidade de o Democratas ter concorrentes de peso disputando as eleições municipais, bem como uma vitória expressiva da oposição nos pleitos municipais. Ele ressaltou que a intenção é apoiar os candidatos mais bem posicionados nas pesquisas, buscando um consenso com siglas como o PMDB, PRP e Solidariedade. Segundo o senador, as lideranças dessas legendas estão conseguindo avançar nesse entendimento com mais facilidade e está sendo configurada em 2016 a mesma aliança de 2014 nos municípios. Caiado ressalta ainda que a oposição está melhor articulada e que há sintonia das lideranças. “Nos municípios, as convergências estão próximas de cem por cento”, garante. “Se o candidato mais viável é do DEM, do  PMDB, do Solidariedade, do PRP vamos buscar esse entendimento para que os demais venham a abrir mão para que se construa uma aliança forte em cada município de Goiás”, acrescenta.


“No Mercosul, o Brasil tem dificuldade de fazer acordo tarifário, porque está preso ao compromisso do bloco. Temos que rediscutir o Mercosul, não para eliminá-lo, mas para dar diretrizes dessa ideia de universalizar as relações”

Presidente em exercício Michel Temer diz que considera o Mercosul “importante”, mas que, na sua visão, é preciso rediscutir o bloco para atender ao objetivo da política externa do governo


Magistrados
Apesar da já intensa disputa política na pré-campanha em Aparecida de Goiânia entre marconistas e maguitistas, o governador Marconi Perillo (PSDB) e o prefeito Maguito Vilela (PMDB) mantém relação republicana. Eles deixam as picuinhas de lado e consolidam a política de parcerias. Na manhã de quinta-feira, dia 23, durante inauguração do Credeq de Aparecida, Maguito fez um desafio ao governador de ajudá-lo a construir um hospital de combate ao câncer no município. Marconi deu a resposta logo em seguida e disse que topa do desafio.

Agilidade em obra na BR-153
Outro exemplo de que Marconi e Maguito não param de atuar juntos foi o encontro que tiveram com o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, na tarde da mesma quinta-feira, dia 23, no Palácio das Esmeraldas. Eles se juntaram para cobrar agilidade da ANTT na liberação da obra de construção do Anel Leste da BR-153, no perímetro urbano de Goiânia. “As obras começam em março de 2017 e o novo trecho da rodovia vai desafogar o trânsito no trajeto Goiânia-Aparecida”, disse Marconi. O prefeito de Senador Canedo, Misael Oliveira (PDT), também participou do encontro.


Sola do sapato
Muita saliva e uso da sola do sapato. É assim que o pré-candidato a prefeito de Goiânia pelo PSDB, deputado federal Giuseppe Vecci, tem feito para se adaptar ao fim do financiamento privado para campanhas eleitorais. “A campanha será mais barata e enxuta. E o trabalho que estou fazendo hoje é de saliva, é de andar pelos bairros e ter disposição. Isso a gente tem de sobra”, afirma animado.

Dedicação
Presidente metropolitano do PSDB, Rafael Lousa, acomapnha Vecci percorreu em suasandanças pela cidade. Segundo Lousa, o PSDB tem carregado com muito orgulho e dedicação o nome de Vecci. “Goiânia precisa voltar a ser organizada, limpa e planejada. E Vecci é o melhor candidato e que tem demonstrado essa preocupação”, destacou o presidente.

Sabedoria
É assim que pensa o prefeito Maguito Vilela sobre a estratégia de Iris Rezende em retardar o lançamento de seu nome para a disputa da prefeitura de Goiânia. Segundo Maguito, as mudanças na legislação eleitoral transformaram a campanha em “um tiro curtíssimo”. Para  um político mais experiente como Iris Rezende, mais conhecido, quanto mais demorar é melhor, “para não iniciar uma campanha extemporânea”, entende Maguito.

Intenção de voto
Os pré-candidatos a prefeito de Goiânia pela base marconista continuam patinando nas pesquisa conforme levantamento a que este colunista teve acesso na semana passada. Luiz Bittencourt (PTB), Francisco Júnior (PSD) e Giuseppe Vecci (PSDB) não atingem dois dígitos juntos. Lá na frente, bem adiante de Vanderlan Cardoso (PSB) e Adriana Accorsi (PT), estão o Delegado Waldir (PR) e o ex-prefeito Iris Rezende (PMDB). Quase metade do eleitores está indecisa.

Sinuca de bico
O pré-candidato a prefeito de Aparecida de Goiânia pelo PMDB, Gustavo Mendanha, está numa sinuca de bico danada. Dois políticos da cidade, um do DEM e outro do PT, disputam a indicação para ser seu vice. Se for escolhido o verador Manoel Nascimento, do DEM, o PT fica fora do arco de aliança e lança candidato próprio. Se for escolhido o petista Adriano Montovani, o DEM pode pular fora da coligação majoritária.

Decisão nacional
Tudo isso por conta de profundas diferenças ideológicas entre petistas e democratas. Há uma decisão nacional, tanto do DEM quanto do PT, de que não existe a possibilidade de ocorrer aliança ou coligação entre os dois partidos, mesmo que outras legendas estejam no meio do grupo a ser coligado.

Unidade
Pré-candidata a prefeita de Trindade, a deputada federal Flávia Morais (PDT) não vê vida fácil para a oposição ao prefeito Jânio Darrot (PSDB). Em entrevista à rádio 730, Flávia admitiu que há possibilidade de união da oposição contra o atual prefeito, que concorre reeleição. A grande dificuldade é decidir em torno de quem será construída a unidade da oposição, que ainda tem o ex-prefeito Ricardo Fortunato (PMDB) e o deputado estadual Dr. Antônio (PR) no páreo.

Pesquisas
Segundo Flávia Morais, não houve conversa entre os pré-candidatos da oposição até o momento. Se forem construir a unidade, as pesquisas é que vão nortear as discussões. “Acredito que ainda é possível haver afunilamento nessas candidaturas da oposição”, disse ela, que acrescentou: “As pesquisas é que vão dizer quem é que vai juntar com quem”.

Investigada
A Citeluz Serviços de Iluminação Urbana S/A, empresa que assinou contrato de R$ 34 milhões com a prefeitura de Goiânia para cuidar da iluminação pública da capital, é pivô de escândalos em pelo menos quatro estados brasileiros onde tem contratos: São Paulo, Distrito Federal, Ceará, Maranhão e Amazonas.


Boicote 1
Os secretários do prefeito Maguito Vilela foram orientados pelo Paço Municipal a não participar da solenidade de inauguração do Credeq em Aparecida de Goiânia na manhã da última quinta-feira, dia 23. Apenas os secretários de Saúde e de Governo, Vânia Cristina e Euler Morais, acompanharam Maguito no evento. Os vereadores da situação não não foram ao evento organizado pelo governo de Goiás.

Boicote 2
O troco veio logo em seguida. Na solenidade de abertura da ExpoAparecida com assinatura de Protocolo de Intenções entre o governador e o prefeito para viabilizar a implantação do Aparecida Busines Log, duas horas depois e quase no mesmo local, os assessores de Marconi não o companharam à solenidade. Tudo isso por conta da já quente disputa eleitoral no município entre marconistas e maguitistas.


Tayrone na Secretaria de Governo

Tayrone na Secretaria de Governo O vereador Tayrone di Martino (PSDB) não vai concorrer à reeleição em Goiânia. Ele aceitou convite do governador Marconi Perillo (PSDB) e será o novo secretário estadual de Governo, em substituição a Henrique Tibúrcio, que vai comandar a Agência de Fomento de Goiás S.A. (GoiásFomento). Humberto Tannus deixa a GoiásFomento para ocupar a presidência da Agência Brasil Central (ABC), em substituição a Carlos Alberto Lereia, que vai disputar a prefeitura de Minaçu. As nomeações dos novos auxiliares foram publicadas no Diário Oficial do Estado na sexta-feira, dia 24, e as mudanças entram em vigor na sexta-feira que vem, dia 30 de junho.

O vereador Tayrone di Martino (PSDB) não vai concorrer à reeleição em Goiânia. Ele aceitou convite do governador Marconi Perillo (PSDB) e será o novo secretário estadual de Governo, em substituição a Henrique Tibúrcio, que vai comandar a Agência de Fomento de Goiás S.A. (GoiásFomento). Humberto Tannus deixa a GoiásFomento para ocupar a presidência da Agência Brasil Central (ABC), em substituição a Carlos Alberto Lereia, que vai disputar a prefeitura de Minaçu. As nomeações dos novos auxiliares foram publicadas no Diário Oficial do Estado na sexta-feira, dia 24, e as mudanças entram em vigor na sexta-feira que vem, dia 30 de junho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here