Concurso enfrenta déficit de professores em exatas

0
2249

Carência de educadores das disciplinas de matemática, física e química tem prejudicado o aprendizado dos estudantes

Fabiola Rodrigues

A rede estadual de educação contará com mil novos professores. O concurso será realizado ainda neste segundo semestre pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce). Atualmente o grande déficit de educadores das disciplinas da área de exatas tem prejudicado o aprendizado dos estudantes, principalmente no interior do estado.

O superintendente de Ensino Médio da Seduce, Wisley Pereira, conta que a maior carência de professores em Goiás ocorre nas disciplinas de Matemática, Física e Química. A falta dos profissionais acaba prejudicando os estudantes, já que muitos educadores arriscam dar aulas nessas matérias, mesmo não possuindo formação na área. No Brasil já são mais de 200 mil pedagogos nessa situação.

“Temos um gargalo no nosso País muito grande pra resolver. Na atualidade 38,7% dos professores estão dando aula fora da sua formação. Precisamos resolver esse problema e devemos começar pelas ciências exatas. O concurso começará a mudar esse quadro”, diz o superintendente.

O concurso serve de motivação para os professores – observa Wisley Pereira, que é formado em física e lecionou por mais de 10 anos. Para ele o concurso vem dar ânimo na carreira do educador e melhorar o ensino na rede estadual.

“Para os professores de matemática, física e química é um avanço. É lógico que vamos ter que realizar outros concursos públicos nas outras disciplinas. Será um processo que levará tempo, mas potencializaremos nossa maneira de ensinar”, afirma, animado.

Wisley Pereira diz que os estudantes que moram próximo à região de Brasília são os que mais necessitam de educadores nas matérias de exatas. As necessidades se tornam maiores para lecionar no interior por serem locais mais distantes e ter poucos professores que moram nas cidades ou nas proximidades.

O superintendente do Ensino Médio lembra ainda que mesmo com a implantação das Organizações Sociais (OSs) a seleção de professores através de concurso público não vão acabar.

“O concurso é constitucional e vai acontecer mesmo com as OSs. Quem falou que não iria ter mais, se enganou. Agora no segundo semestre abrirá um com mil vagas para educadores”, diz.

Com a implantação das OSs os professores ficam temerosos ao pensar que serão prejudicados em suas carreias profissionais, referente ao modelo de contratação. Porém a previsão a respeito dos certames no estado são positivas já que estão previstos para eles acontecerem em todo o estado.

“Vamos valorizar os educadores. Nossa meta é realizar concurso em todas as disciplinas. Vejo que as OSs vêm contribuir para a melhoria do aprendizado. Hoje um diretor exerce muitas funções. Ele precisa focar no aluno”, lembra Wisley Pereira.

Presidente do Sintego, Bia de Lima: “Queremos outras melhorias para a categoria dos educadores”
Presidente do Sintego, Bia de Lima: “Queremos outras melhorias para a categoria dos educadores”

Certame é visto como um “pequeno avanço”

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), Bia de Lima, diz que o concurso é muito importante para a carreira do professor, é uma forma de estímulo profissional. A estabilidade de ser concursado dá garantia de plano de carreia para quem deseja aposentar trabalhando na educação.

“Esse concurso que será aberto é um pequeno avanço. Ter mil vagas é melhor que nenhuma. Claro que queremos preservação para todos, inclusive os funcionários administrativos da educação”, diz a sindicalista.

Bia de Lima acha significativo os educadores terem novas chances de engajar na carreira, porém observa que as progressões salariais dos professores precisam ocorrer de forma ais ágil.

“Esperamos ser atendidos, pois queremos melhorias para os educadores e consequentemente para os alunos. Se a Seduce não cumprir com o acordo da assinatura da progressão dos salários até agosto, pode resultar em uma possível greve no início do segundo semestre do ano letivo”, diz a presidente do Sintego.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here