Operações garantem segurança e preservação no Araguaia

0
902

Um dos pontos turísticos de maior procura durante as férias de julho, a Bacia do Rio Araguaia em Goiás atrai a atenção tanto do público quanto dos órgãos do Governo do Estado, preocupados em garantir a segurança dos turistas e a preservação da fauna e flora local. Aruanã, um dos municípios mais procurados nesta época, deve receber durante toda a temporada mais de um milhão de turistas, segundo expectativa da prefeitura.

Neste mês de julho é realizada a Operação Férias Turista Seguro, do Corpo de Bombeiros. Coordenada pelo tenente coronel Anderson Cirino, o foco é a garantia de segurança ao turista nos principais balneários de Goiás. Este ano  é  reforçado o uso do colete salva-vidas, considerado o principal equipamento de segurança aquática. Para ser eficaz, o colete deve estar com a modelagem ajustada, garantir a boa amplitude de movimento dos braços e ter as tiras resistentes.

O trabalho preventivo e de atendimento às emergências é reforçado pela ação educativa. Cartilhas efolderes são distribuídos pelos 350 bombeiros envolvidos na Operação. O campo de atuação da equipe se estende pelas praias ao longo do Rio Araguaia e seus afluentes, por cerca de 200 quilômetros.

Os postos do Corpo de Bombeiros, às margens do Rio Araguaia, podem ser acionados em Aragarças, Itacaiú, Britânia, Cocalinho, Bandeirantes, Luís Alves, sendo o posto de comando instalado em Aruanã. Foram convocados profissionais especializados no salvamento em ambientes aquáticos. Esse grupo especial recebe treinamento intensivo de salvamento com aeronave, em áreas alagadas, sobrevivência em situações ilhadas, além de técnicas de salvamento, travessias de longa duração, operações de busca e resgate subaquático, manutenção e operação de embarcações.

Preservação ambiental

A Secretaria das Cidades, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Infraestrutura e Assuntos Metropolitanos (Secima) está realizando a Operação Araguaia 2016, em parceria com equipes do Batalhão Ambiental da Polícia Militar. A operação é focada no trabalho de orientação e repressão a crimes ambientais. Além de conferir proteção à fauna aquática e terrestre ao coibir a caça, pesca, transporte e comércio ilegal de animais e do uso de equipamentos predatórios, as equipes também têm um enfoque especial no combate ao desmatamento e à extração ilegal de areia.
Além dos postos de fiscalização, fiscais ambientais e equipes de apoio estão em pontos estratégicos, acompanhados por policiais do Batalhão Ambiental. Apesar do efetivo nos cinco postos da região durante todo o ano, a Operação Araguaia  intensifica a presença dos órgãos ambientais durante as férias de julho na mesorregião do Vale do Araguaia, Lago Serra da Mesa, Serra do Facão e outros rios em Goiás.

São realizadas blitzen terrestres e aquáticas. Equipes estão nos postos durante toda a temporada para fiscalizar e autuar a captura, o armazenamento, o transporte e o comércio irregular e predatório principalmente após a renovação da Lei da Cota Zero para transporte de peixes.

Todavia, o objetivo maior é sempre o de sensibilizar os turistas, moradores locais e ribeirinhos quanto à importância de evitar a degradação dos rios, flora e fauna, principalmente nesse período do ano em que milhares de pessoas vão para a região desfrutar das praias e da beleza local.

Fonte: GOIÁS AGORA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here