Estudantes precisam se preparar para volta às aulas

0
1832

Na última semana de férias é interessante que o aluno reduza o tempo de lazer e comece a se entreter com brincadeiras mais educativas

Fabiola Rodrigues

As férias estão acabando e em breve os estudantes retornarão para a sala de aula. Na última semana de descanso é importante que os alunos comecem a mudar alguns hábitos que tiveram durante o período de descanso, além de diminuir a quantidade de brincadeiras e passeios. Os educandos tendem a ficar ansiosos quando se aproxima o retorno para o ambiente escolar.

A psicóloga Maris Eliana diz que as crianças têm mais dificuldades para se adaptar a rotina de volta às aulas. É necessário que os pais, nesse momento, comecem a conversar com os filhos de maneira saudável e a envolvê-los em brincadeiras mais educativas.

“A família deve começar a falar sobre os assuntos escolares que deixaram pausados justamente durante as férias. Principalmente referente aos estudos ou cobranças, naturalmente aos poucos eles vão se acostumando novamente”, observa a psicóloga.

Maris Eliana ressalta que a última semana de descanso deve ser aproveitada, porém com mais disciplina. Brincadeiras que façam exercitar a mente são mais recomendadas nesses dias, para que os estudantes exercitem o senso cognitivo.

A psicóloga, que também é especialista em Educação, orienta aos pais que deixem os filhos brincarem dentro de casa no dias que se aproximam o início das aulas. Mesmo assim, eles vão poder experimentar diversas maneiras de se divertir sem sair para longe. Certas brincadeiras podem estimular o raciocínio e satisfazer os estudantes.

“Brincar com pinturas, massinhas, pula corda, brinquedoteca, de escolinha, patins, dança da cadeira, praticar espiritualidade, bolinha de sabão, queimada, mímica, jogo da velha, cozinhadinha. São algumas formas de alegrar os dias de descanso de forma divertida sem passear”, orienta Maris Eliana.

As diversas maneiras de entretimento proporcionam conhecimento e diversão ao mesmo tempo. São lazeres que custam pouco e outros nem precisam de gastos para ser colocados em prática.

“Há várias formas de brincar com as crianças e adolescentes de maneira saudável principalmente na última semana de férias. Basta ter criatividade”, diz Maris Eliana.

“A família deve começar a falar sobre os assuntos escolares que deixaram pausados justamente durante as férias”

Reflexão e dialogo são relevantes para retomar os estudos

A reta final de descanso dá a oportunidade para o estudante refletir e fazer um balanço de como foi o primeiro semestre do ano letivo. E também leva o educando a pensar como pode ter melhor desempenho nas futuras notas.

O planejamento das férias de dezembro pode ser feito antes de começarem as aulas de agosto. A psicóloga lembra que é extremamente relevante os pais e filhos se programarem para os outros períodos de descanso.

“O diálogo com os filhos é essencial para eles saberem que há um tempo determinado para cada período do ano. Conversar sobre possíveis passeios fará com que lembrem que está quase na hora de voltar à rotina escolar”, lembra Maris Eliane.

Já os estudantes adolescentes têm uma ansiedade diferente referente ao retorno das aulas.  A última semana descanso para eles deve ser aproveitada, mas é importante que tenha alguma aproximação com a leitura que vá enriquecer o conhecimento da futura vida acadêmica.

“Ler um livro que agregue conhecimento. Repaginar algumas folhas do caderno também faz parte. Somente para o cérebro ir se acostumando com a rotina escolar. Isso é fundamental”, diz psicóloga.

As férias servem de fôlego e renovo para os estudantes.  São 30 dias de descanso em julho e o mais importante é que os alunos voltem para a sala de aula renovados, e com boas lembranças de cada dia que tiveram de lazer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here